Q

Previsão do tempo

18° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 21° C
18° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 23° C
18° C
  • Thursday 21° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 24° C

Luís Montenegro trouxe aos concelhos de Alcobaça e Nazaré o programa Sentir Portugal em Leiria

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
No quarto de dia de visita ao Distrito de Leiria, numa caminhada do “Sentir Portugal”, o Presidente do PSD Luís Montenegro esteve, na passada sexta-feira, no Largo de N. Sr.ª da Nazaré, no Sitio da Nazaré, acompanhado por militantes e simpatizantes do PSD. O Presidente do PSD almoçou, no concelho de Alcobaça, com várias dezenas […]

No quarto de dia de visita ao Distrito de Leiria, numa caminhada do “Sentir Portugal”, o Presidente do PSD Luís Montenegro esteve, na passada sexta-feira, no Largo de N. Sr.ª da Nazaré, no Sitio da Nazaré, acompanhado por militantes e simpatizantes do PSD.

O Presidente do PSD almoçou, no concelho de Alcobaça, com várias dezenas de agricultores, com destaque para produtores de maçã de Alcobaça e de Pera Rocha. O Sentir Portugal em Leiria seguiu para Peniche, com uma visita à empresa Omnifish, e depois para o Bombarral, à Quinta do Sanguinhal.

Jorge Soares, da Associação de Produtores de Maçã da Região de Alcobaça disse que falta uma “visão de apoio aos modelos produtivos, sustentáveis e que geram verdadeiros alimentos”.

“A falta de apoio, como existiu durante três décadas, aos movimentos associativos, para ajudar à força coletiva e a falta de água, sendo que a que passa nas ribeiras não pode ser usada por ser propriedade do Ministério do Ambiente. Alguém tem que por ordem nisto porque, no Oeste, a água vai para o mar em grandes quantidades e não se usa, e os campos que produzem alimentos não têm água, nem podem ter. É precisa uma politica da água tal como há para as nossas casas”.

Luís Montenegro disse aos produtores que “o setor tem sido um parente pobre do partido socialista”, referindo ao setor primário e aos apoios existentes.

“O maior exemplo disso mesmo é a forma como a produção está de costas voltadas com o Ministério. Temos muito potencial, temos grandes desafios ao nível do regadio, o imperativo de retirar burocracia aos processos agrícolas, fiscal, os transportes, enfim, uma panóplia de temas que é preciso acompanhar com muita proximidade e que, infelizmente, o governo não tem feito.”

Na Nazaré, o presidente do PSD, acompanhado pelos social-democratas locais, esteve no Sítio da Nazaré, onde fez sucesso junto das vendedoras de frutos secos, que ofereceram vários produtos ao visitante. Luís Montenegro esteve no local que irá ser alvo de obras da APA – agência portuguesa do ambiente, respeitantes à estabilização das arribas, que apresentam elevados níveis de instabilidade, de acordo com os relatórios técnicos que sustentam este procedimento que deverá terminar no final do ano.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Gravíssimo! 2023 com inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para a 13.ª edição do Gravíssimo! – Festival e Academia Internacional de Metais Graves de Alcobaça, que este ano se realiza de 28 de agosto a 2 de setembro.  Em 2023, este evento dedicado às tubas, trombones e eufónios apresenta uma...

b0988343 8d26 4e5b b7e6 411f4467a3b5

Crédito Agrícola homenageou 32 empresas PME Líder e PME Excelência

Trinta e duas empresas foram reconhecidas com os selos PME Líder e PME Excelência 2021 pelo Crédito Agrícola de Alcobaça, Cartaxo, Nazaré, Rio Maior e Santarém. As entidades foram homenageadas, em abril, durante uma cerimónia realizada no Montebelo Mosteiro de...

caixa agricola