Q

Previsão do tempo

17° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 31° C
  • Saturday 29° C
18° C
  • Thursday 33° C
  • Friday 37° C
  • Saturday 37° C
17° C
  • Thursday 33° C
  • Friday 37° C
  • Saturday 37° C

Ano Lectivo arranca com cara lavada e com menos dinheiro

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Paulo Alexandre Começou quinta-feira, 8 de Setembro, estendendo-se até 15 de Setembro, o novo ano lectivo, marcado por fortes reduções orçamentais, pela introdução do novo acordo ortográfico e pela extinção de disciplinas, como a Área de Projecto. Uma maior carga horária a Português e Matemática, a introdução de provas finais de ciclo no 6º ano […]

Paulo Alexandre Começou quinta-feira, 8 de Setembro, estendendo-se até 15 de Setembro, o novo ano lectivo, marcado por fortes reduções orçamentais, pela introdução do novo acordo ortográfico e pela extinção de disciplinas, como a Área de Projecto. Uma maior carga horária a Português e Matemática, a introdução de provas finais de ciclo no 6º ano de escolaridade para estas disciplinas e o início da aplicação do Acordo Ortográfico, que será feita de modo gradual até 2014, fazem parte das alterações à organização escolar já a partir deste ano. No plano financeiro, haverá uma redução de 507,6 milhões de euros nas verbas da tutela para 2012 – os ensinos Básico e Secundário e a formação de adultos terão de funcionar com menos 279 milhões. A abertura do ano lectivo, que o Ministério da Educação espera ver concluída a 15 de Setembro, implica ainda o fecho de 297 escolas do primeiro ciclo. Alcobaça é o concelho que mais escolas encerra, doze no total. Paulo Inácio, presidente da Câmara Municipal de Alcobaça (CMA), afirma que «mais de 80 por cento destes encerramentos devem-se à abertura dos Centros Escolares de Alcobaça e Benedita», acrescentando que «duas outras escolas só estiveram abertas no anterior ano lectivo porque foi criada uma excepção, o que lhes permitiu encerrar um ano mais tarde». Quanto às restantes escolas deste lote de doze, o autarca esclarece que a Câmara de Alcobaça pediu, esta semana, à extinta DREL – Direcção Regional de Educação de Lisboa, a confirmação do número de estabelecimentos de ensino que já não abrirão portas, não tendo, contudo, obtido resposta. Por seu lado, acrescenta Paulo Inácio, «a autarquia de Alcobaça tem estado a trabalhar no sentido de iniciar o novo ano lectivo sem contar com essas escolas». Ao lado, na Nazaré, o ano lectivo vai começar com sete estabelecimentos de ensino do 1º ciclo, o que significa uma redução considerável no número de escolas a funcionar face ao ano lectivo anterior. Com a abertura dos Centros Escolares da Nazaré e de Valado dos Frades, mantém-se, apenas, em funcionamento as escolas primárias dos Raposos, Famalicão e Quinta Nova, numa freguesia onde o Centro Escolar, previsto na Carta Educativa, não conseguiu autorização para arrancar na mesma data que os que já se encontram concluídos.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

As vantagens de apostar num projeto de cozinha com ilha

Este tipo de cozinhas modernas com ilha, são cada vez mais comuns em Portugal por oferecerem uma estética interessante e serem muito mais práticas do que as cozinhas com uma disposição mais tradicional.

artigo

Quercus atribui Qualidade de Ouro a duas praias do concelho da Nazaré

A associação divulgou a lista das 440 praias com “Qualidade de Ouro”, um valor nunca antes alcançado na história deste galardão que avalia a qualidade das águas balneares nacionais, estando as duas praias costeiras do concelho da Nazaré integradas no ranking de...

245416536 4319795401408206 1376882044721136776 n

Barreiras nas arribas em direção ao Forte de São Miguel Arcanjo

O Município da Nazaré instalou barreiras de proteção às arribas em direção ao Forte de São Miguel Arcanjo. A intervenção, realizada pelo Gabinete de Ambiente e Serviço Municipal de Proteção Civil do Município da Nazaré, em coordenação com a Agência Portuguesa do...

barreiras