Q

Previsão do tempo

13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 13° C
13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 13° C
14° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C

Limites à Pesca de Sardinha em 2016 preocupam a Nazaré

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Captura limitada a menos de 1,6 mil toneladas no próximo ano, o que se traduz num valor quase invisível para cada embarcação.

A Câmara da Nazaré pediu, na semana passada, a reavaliação do estudo divulgado pelo Conselho Internacional para a Exploração dos Mares (ICES, na sigla inglesa), em que se recomenda que os totais admissíveis de capturas (TAC) da sardinha em águas ibéricas se limitem às 1.587 toneladas no próximo ano.

Os valores são considerados insuficientes, pois trata-se de um décimo do permitido este ano (16.000 toneladas), e que já tinha sido considerado escasso pelos pescadores.

Numa proposta a enviar ao Ministério da Agricultura e do Mar, que foi aprovada em reunião de Câmara, o executivo considera que “está colocado um grande problema ao setor pela redução drástica do volume de capturas e pelos períodos de paragem que afetam os armadores, e principalmente os pescadores”, que se vêm impedidos de retirar rendimentos do mar.

A autarquia recorda os “esforços assegurados por armadores e pescadores decorrentes da implementação do Plano de Ação da Pesca da Sardinha (2012-2015), com o objetivo de assegurar a sustentabilidade do recurso”, assim como a realidade e as dificuldades dos profissionais deste setor, que são “contrárias à propaganda que o Governo faz em relação à economia do mar”.

No documento, a Câmara solicita a “reavaliação dos dados que fundamentam a recomendação de redução das capturas da sardinha; a necessidade de informação e esclarecimento de pescadores e armadores, com todos os estudos e relatórios que fundamentam as drásticas reduções fixadas para as quotas de captura; a necessidade da Comissão de Acompanhamento da Sardinha incluir os profissionais do setor; agilização rápida do Fundo Europeu de Assuntos Marítimos e das Pescas, bem como condições de igualdade de acesso aos recursos de pesca, em particular nos stocks de sardinha, dos armadores e pescadores portugueses”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara investe na Arborização do Parque da Pedralva

A empreitada de arborização de uma área de 2,52 ha do Parque da Pedralva teve início na semana passado e representa um investimento que totaliza os 81.730,45 €. O plano de arborização surge no âmbito da candidatura ao Aviso n.º 11/REACT-EU/2021 – (Re) Arborização...

pedralva