Q

Previsão do tempo

14° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 19° C
14° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 20° C
13° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 20° C
[speaker]
[speaker]

António José Seguro acusa o Governo de ser subserviente a Ângela Merkel

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O secretário-geral do Partido Socialista, António Seguro, esteve na Nazaré, no 26 de maio, onde disse que já percorreu uma parte da maratona, e que lhe faltam três anos para o objetivo final.

Sobre o apoio dos portugueses à sua liderança, que classificou de oposição em nome do interesse nacional, caracterizada pela defesa de valores responsáveis, positivos e construtivos, António Seguro afirmou que “há uma maior adesão dos portugueses”.

Já sobre a liderança do actual governo de coligação, o secretário-geral do PS criticou a “subserviência” do Governo português face à chanceler germânica, Ângela Merkel, defendendo que a Alemanha beneficia da “desgraça” dos países periféricos por não haver mutualização da dívida

O secretário-geral do PS fez, ainda, na Nazaré, a defesa da necessidade “vital” de haver um programa europeu de investimento em projetos e da necessidade de serem criadas euro obrigações, defendendo ainda a possibilidade de haver um programa comunitário de investimento na ordem dos 100 mil milhões de euros, 40 mil milhões por aplicação de metade do valor dos fundos desaproveitados e 60 mil milhões com a aplicação da nova taxa sobre transações financeiras.

Neste contexto, Seguro criticou este desequilíbrio entre Estados-membros da União Europeia e tirou uma conclusão.

“Os países como a Alemanha que se financiam a menos de um por cento estão a beneficiar daquilo que é a desgraça dos outros países”, declarou, embora ressalvando a seguir não desejar que “nenhum outro povo venha resolver os problemas” de Portugal.

Porém, o secretário-geral do PS exigiu “solidariedade” no funcionamento da União Económica e Monetária e criticou a atuação europeia do Governo.

“Apesar de estarmos na oposição temos iniciativa, temos propostas e lutamos pelas nossas ideias”, referiu.

António Seguro garantiu, ainda, que “os objetivos do memorando [de assistência financeira a Portugal] não estão em causa, o PS continuará a cumpri-los e a honrá-los. Depois, entendo que é bom para Portugal que os portugueses saibam que há duas maneiras e duas alternativas de governar o país”, sustentou.

Em relação ao Documento de Estratégia Orçamental, Seguro voltou a criticar os procedimentos políticos seguidos pelo Governo.

“O Governo elaborou um documento que vai para além do período de vigência do Programa Económico de Assistência Financeira a Portugal e que vai inclusivamente para além da legislatura. O Governo elaborou esse documento sem ouvir o PS. Enviou-o para Bruxelas sem discuti-lo primeiro no Parlamento”, referiu.

António José Seguro deixou, na Nazaré, um recado ao Governo e, em particular, ao primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho: “O PS está disponível para todos os consensos – e não é preciso estarem no memorando”.

“Se houver necessidade de um consenso na justiça para que a justiça funcione melhor, cá estaremos. Mas há uma diferença, porque uma coisa é o consenso e outra coisa é obediência”.

Num discurso em que procurou traçar linhas de demarcação face ao Governo, o secretário-geral do PS apresentou uma diferença “substancial” entre si e o primeiro-ministro em termos de conceção de política social.

“Para nós o desemprego não é uma oportunidade, mas antes um drama e um flagelo social”, salientou.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Ampliaqua instala-se com inovação e investigação no Porto da Nazaré

A maior unidade de aquaponia do país que combina aquacultura e hidroponia livre de produtos químicos A AmpliAqua®️, uma empresa inovadora no campo da aquacultura, que combina aquacultura e hidroponia de forma sustentável, anunciou, em abril, a sua instalação no...

Ampliaqua

Regulamento da ALEB apresentado na Junta de Freguesia da Benedita

A apresentação da versão final do regulamento da Área de Localização Empresarial da Benedita, que já contempla já os contributos prestados pelos membros da assembleia de freguesia, que marcaram presença na reunião de câmara descentralizada, do passado dia 21 de...

aleb