Q

Previsão do tempo

16° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 16° C
  • Monday 15° C
16° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 16° C
  • Monday 15° C
16° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 17° C
  • Monday 14° C

ACSIA aposta na internacionalização dos associados para contornar dificuldades no mercado interno

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Associação Comercial, Serviços e Industria de Alcobaça vai ajudar os empresários que queriam internacionalizar o seu negócio. O “Ser Internacional”, projecto financiado por fundos comunitários, foi apresentado nos dias 25 e 26 de Maio numa ação que envolveu vários empresários do concelho de Alcobaça estiveram, no cine-teatro João de Oliva Monteiro, onde se falou da internacionalização e de empreendedorismo.

Para ajudar os empresários a levarem o seu negócio para outros países, a ACSIA disponibiliza, para além de informação, o Portal de Internacionalização online, que estará disponível já este mês, onde os participantes podem aceder a várias funcionalidades, designadamente o Benchmarking internacional, repositórios de práticas inovadoras, guia de apoio à internacionalização, fórum sobre práticas e estratégias para a internacionalização e um website de divulgação.

De acordo com Inácia Caeiro, da ACSIA, «o impacto deste programa depende dos empresários que a ele se queiram associar».

«O propósito é fornecer aos interessados ferramentas para se internacionalizarem. À associação comercial caberá apenas uma pequena parte, mas quanto maior for a aderência das empresas, quanto mais estiverem disponíveis para trabalharem, quiserem aproveitar esta oportunidade, mais sucesso terá o “Ser Internacional”», frisou.

Já de acordo com o presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio, «este projeto é bastante importante para a afirmação económica das empresas e do próprio concelho, esperando por isso que os empresários adiram ao programa».

Por seu lado, Rui Pereira – da Indice ICT e Management, referiu que «este projecto surge na sequência de algumas reuniões com a Associação de Alcobaça no sentido de se conseguir um projecto para a Região, que fosse interessante para as empresas, tendo em conta a situação actual em termos de economia, as necessidades dessas empresas para elas se poderem projectar em mercados internacionais».

«Chegamos à conclusão que seria muito pertinente o tema da internacionalização. Este projeto vai possibilitar às empresas seminários de esclarecimento sobre vários aspectos relacionados com os mercados, com os vários sectores de actividade, vai ter um portal relacionado com a área internacional, no sentido de eles poderem não só consultar alguma informação, como levantar algumas questões e terem algum apoio», disse.

Jorge Piriquito, da Frubaça, empresa há muito instalada no mercado internacional com produtos frescos, esteve presente neste lançamento do “Ser Internacional”, onde deixou alguns tópicos para firmar um negócio fora de portas.

«A exportação vale apena, não só pelo aumento do volume de vendas que trouxe, mas sobretudo pelo dinamismo e pela mudança que implementou dentro da empresa».

De acordo com o empresário, «há problemas de credibilidade da imagem do país no exterior, e de distância, assim como de outros factores que têm de ser ultrapassados pelas empresas para que possam ter êxito nestes mercados».

Também presente nesta ação de promoção esteve José Maia, Caixa de Crédito Agrícola de Alcobaça, referiu-se ao apoio dado por este banco local às empresas do concelho, o que conduzido a Caixa «para um lugar cimeiro dentro do panorama bancário local».

«Somos líderes no mercado em termo de negócio», disse.

Isabel Rufino, da Associação de Desenvolvimento Empresarial da Benedita, entidade que criou, recentemente, a “Fábrica do Empresário”, projeto que está a ajudar as empresas aderentes a conhecer as tendências do momento, referiu-se à diminuição das importações e à queda do consumo interno, que embora desfavoráveis às empresas, também podem criar oportunidades.

«Muitas empresas que subcontratam e que importam produtos para outros países da europa também estão neste momento interessadas em adquirir bens fabricados em Portugal, pois é mais vantajoso, visto que os produtos vão ficando mais caros noutros mercados. Há um conjunto de oportunidades que a própria crise está a trazer», rematou.

Para aceder a este projecto “Ser Internacional”, criado pela ACSIA, os interessados deverão contactar a Associação. Após a adesão das empresas, será elaborado um Plano Estratégico adequado à empresa. Ao longo do projecto serão disponibilizadas informações necessárias à concretização do objectivo, a internacionalização do produto e da empresa.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Timorenses acolhidos por Alcobaça aguardam ofertas de emprego

40 migrantes de nacionalidade timorense foram alojados na Pousada da Juventude de Alfeizerão, em Alcobaça. “São na maioria jovens entre os 20 e os 30 anos, que vieram encaminhados pela Segurança Social de Leiria”, segundo o presidente da Câmara de Alcobaça,...

24ª Mostra Internacional Doces & Licores Conventuais regressa ao Mosteiro

De 17 a 20 de novembro, Alcobaça estará, uma vez mais, no mapa internacional dos eventos gastronómicos de excelência. A 24.ª edição da Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais de Alcobaça “tem como novidade o alargamento do espaço de exposição para três...

cornucopias