Q

Previsão do tempo

12° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 16° C
12° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 16° C
  • Thursday 17° C
13° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 17° C

Segurança Social muda-se para a Cooperativae Junta de Alcobaça para antiga Casa do Povo

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Paulo Alexandre O Centro Distrital de Leiria do Instituto da Segurança Social e a Câmara Municipal de Alcobaça assinaram na passada sexta-feira um protocolo de cedência de instalações. O acordo é válido por 30 anos. O acordo prevê a mudança do Serviço Local de Alcobaça da Segurança Social para os pavilhões da Cooperativa Agrícola, e […]
Segurança Social muda-se para a Cooperativa<br>e Junta de Alcobaça para antiga Casa do Povo

Paulo Alexandre O Centro Distrital de Leiria do Instituto da Segurança Social e a Câmara Municipal de Alcobaça assinaram na passada sexta-feira um protocolo de cedência de instalações.

O acordo é válido por 30 anos. O acordo prevê a mudança do Serviço Local de Alcobaça da Segurança Social para os pavilhões da Cooperativa Agrícola, e a ocupação da antiga Casa do Povo pela Junta de Freguesia de Alcobaça.

Segundo explicou o director distrital da Segurança Social, este acordo «vai ajudar ambas as partes», tendo em conta que os Pavilhões da Cooperativa Agrícola têm melhores condições para o funcionamento das valências do Serviço Local, para além de, futuramente, virem a estar integradas numa zona de serviços. O actual executivo camarário projectou para aquele local um Parque de Negócios. Fernando Gonçalves afirmou que o protocolo constitui um «caso emblemático», a ponto de estar a tentar negociar com o presidente da Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos, no norte do distrito de Leiria, um acordo semelhante.

O director distrital classificou Alcobaça como uma “cidade muito importante no distrito de Leiria”, pois a Segurança Social dá, neste concelho, respostas especificas, nomeadamente ao nível da “verificação médica”, uma valência que obriga o instituto a ter instalações dotadas de “espaço e dignidade”, para além de apoiar o Serviço Local da Segurança Social da Nazaré. «Quem vai ganhar com tudo isto é o público», rematou Fernando Gonçalves.

Por seu lado, Paulo Inácio, presidente da Câmara de Alcobaça, referiu que o Município ficará responsável pelas obras das futuras instalações do Serviço Local, que decorrerão no primeiro piso do último armazém da Cooperativa Agrícola. Em troca do investimento, Alcobaça recebe a Casa do Povo, um edifício pertencente ao concelho, mas que tinha um contrato de direito de superfície, válido por de 60 anos.

«Quando o novo espaço estiver em condições de ser entregue à Segurança Social, a Casa do Povo passará de imediato para as mãos da autarquia», explicou o presidente da Câmara, adiantando que este acordo, agora assinado, será «de certeza» responsável por um “grande salto qualitativo”, quer ao nível das instalações da Segurança Social, quer

em relação à Junta de Freguesia da sede do concelho. Esta deslocalização dos serviços locais da segurança social não irá preencher a totalidade do primeiro piso do pavilhão da Cooperativa Agrícola de Alcobaça, pelo que é intenção de Paulo Inácio utilizar a restante área com um «centro de formação profissional», tutelado a Segurança Social. No mesmo pavilhão ficará instalado, em breve, um call center da ADECO, sendo desejo da autarquia avançar com as obras em simultâneo. A intervenção aguarda, ainda, pelo visto do Tribunal de Contas. Quanto à Junta de Alcobaça, a presidente da autarquia, Manuela Pombo, manifestou a sua grande satisfação pelo resultado deste protocolo. «Estou muito contente», referiu.

Manuela Pombo reforçou a ideia há muito defendida por vários autarcas de que as actuais instalações onde funciona a Junta, situada na rua D Pedro V, não têm condições para receber os munícipes.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Timorenses acolhidos por Alcobaça aguardam ofertas de emprego

40 migrantes de nacionalidade timorense foram alojados na Pousada da Juventude de Alfeizerão, em Alcobaça. “São na maioria jovens entre os 20 e os 30 anos, que vieram encaminhados pela Segurança Social de Leiria”, segundo o presidente da Câmara de Alcobaça,...

Um casal fez-se passar por oficiais da GNR já foi detido

Um homem com 34 anos e uma mulher de 38 anos de idade, residentes na Benedita, foram detidos pela PSP de Leiria, no passado dia 24 de outubro, pela prática dos crimes de abuso de designação, sinal ou uniforme. O casal andaria a fazer-se passar por Oficiais da GNR,...

casal