Q

Previsão do tempo

17° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 24° C
18° C
  • Monday 26° C
  • Tuesday 27° C
  • Wednesday 28° C
18° C
  • Monday 28° C
  • Tuesday 28° C
  • Wednesday 29° C

Oeste regista a maior descida no número de praiascom bandeira azul

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Praia da Nazaré sem bandeira Azul Praia da Légua a única praia de Alcobaça com Bandeira AzulNazaré sem bandeira azul e Alcobaça apenas com umaCarlos BarrosoA “capital da onda”, o concelho de Peniche é o campeão de Bandeiras Azuis este ano no Oeste. Só em Peniche vão ser hasteadas bandeiras no Baleal Norte, Baleal Sul, […]

Praia da Nazaré sem bandeira Azul

Praia da Légua a única praia de Alcobaça com Bandeira AzulNazaré sem bandeira azul e Alcobaça apenas com umaCarlos BarrosoA “capital da onda”, o concelho de Peniche é o campeão de Bandeiras Azuis este ano no Oeste. Só em Peniche vão ser hasteadas bandeiras no Baleal Norte, Baleal Sul, Cova de Alfarroba, Gambôa, Medão-Supertubos e Consolação, enquanto que nos concelhos de Caldas e Alcobaça uma bandeira e mais preocupante a carismática praia da Nazaré não vai hastear o galardão.Da parte da autarquia das Caldas, desde Março que estão perguntas sobre a situação anormal das marés que tem comido o areal e se as praias do mar, da Lagoa e de Salir do Porto seriam candidatas à Bandeira Azul, mas até ao dia 8 de Maio, não recebemos qualquer resposta dos responsáveis autárquicos que começam a ter como habito, ficarem em silêncio cada vez que são interpelados, ao contrário de outras autarquias que se regozijam pelas notícias sejam elas boas ou más.

Fernando Horta, presidente da Junta de Freguesia da Foz do Arelho declarou estar “satisfeito” por a praia do Mar da Foz do Arelho ter recebido tão importante galardão. Porém as condições naturais do canal de ligação do mar à Lagoa de Óbidos não garantem muito areal para este ano na praia do mar.Sobre este assunto Fernando Horta declara que está preocupado, mas espera que até ao Verão a maré e as correntes “mudem e alterem a situação”. O autarca garantiu que o INAG está a monitorizar a evolução.António José Correia, presidente da Câmara de Peniche referiu que os seis galardões “é consequência do rico património natural que temos e conservamos, é um sinal do nosso investimento no património e no tratamento das águas residuais”.O autarca salienta ainda que a expressão de investimento “tem-se reflectido num crescimento forte dos concessionados” e “na limpeza das praias e na sua sensibilização” como factores determinantes para ter obtido o maior número de praias com Bandeira Azul no Oeste e na zona de Lisboa e Vale do Tejo.A exemplo de anos anteriores António José Correia lembrou que a praia do Baleal e dos Super Tubos terão o galardão de condições de acessibilidades, aguardando ainda pela classificação da Quercus que atribui o galardão de ouro às praias que mantêm as suas condições naturais. O presidente da Câmara de Peniche anunciou ainda que no dia um de Junho, dia em que começa a época balnear, a praia do Baleal em Peniche, foi o local escolhido pelo ISN para apresentação dos meios o que para o autarca é uma acção que “reconhece o esforço que o Município de Peniche faz durante todo o ano”.Por ultimo António José Correia revelou também que o programa do festival Sabores do Mar de 2008 “terá muitas novidades” e que “o Verão em Peniche começa a ter uma actividade crescente de atractividade com muita animação de ano para ano”.A Praia da Légua, concelho de Alcobaça, vai voltar este ano a hastear a Bandeira Azul, depois de ter ficado um ano sem o galardão devido à embarcação “Luz do Sameiro”, que se encontrava encalhada no areal.A candidatura da Câmara Municipal de Alcobaça foi aprovada, juntando-se a praia da Légua a outras oito zonas do distrito que irão hastear a Bandeira Azul. Porém, no concelho de Alcobaça, apenas a praia da Légua recebeu a Bandeira Azul, apesar de a autarquia ter candidatado as restantes zonas balneares, nomeadamente as praias de Pedra do Ouro, Água de Madeiros e Paredes de Vitória.No entanto, a época balnear de 2008 fica marcada por uma diminuição na entrega de galardões, na sua maioria não atribuídos devido a trabalhos de requalificação das praias.Hermínio Rodrigues, vereador do pelouro do Ambiente, explicou que as obras de requalificação e a ausência de concessionários em algumas praias poderão ter motivado a recusa da Associação Bandeira Azul em atribuir o galardão. Quanto à praia de São Martinho do Porto, não será feita qualquer candidatura enquanto o processo de despoluição da Baía não estiver todo concluído.A época balnear abre a 1 de Junho em São Martinho do Porto, Paredes de Vitória, Polvoeira e Pedra do Ouro em Pataias e as restantes duas começam a dia 15.A não atribuição da Bandeira Azul à praia da Nazaré este ano já era esperada pela autarquia local, devido a alguns problemas detectados nas análises à qualidade da água balnear.“A situação de chuvas intensas verificadas no Verão passado e que causaram um débito anormal de matéria orgânica no mar, através do rio Alcôa, reflectiu-se em três das muitas análises à qualidade da água, levando à retirada do galardão no fim da passada época balnear e à sua não atribuição em 2008”, começou por explicar o presidente da Câmara Jorge Barroso.“Este ano, vivemos uma situação curiosa. As análises à água são boas mas não temos Bandeira Azul”, refere o presidente da Câmara Municipal da Nazaré, salientando que, “à luz dos critérios da nova directiva comunitária, não teríamos perdido o galardão”. Aliás, na opinião de Jorge Barroso, o desaparecimento daquele parâmetro no novo enquadramento europeu de gestão da qualidade das águas balneares “veio demonstrar que ele não era importante em termos de avaliação ambiental”. “O que importa”, conclui o autarca, “é que a água da praia da Nazaré tem boa qualidade e vamos continuar a assegurar todos os serviços correspondentes a uma exigência de qualidade ambiental”.Mesmo sem Bandeira Azul hasteada, a afixação dos resultados das análises à água e outras informações de interesse público, a limpeza do areal e o programa de actividades de sensibilização ambiental, entre outras valências, “vão continuar a estar disponíveis aos veraneantes”, concluiu a autarquia em comunicado.Posição semelhante tem o presidente da Região de Turismo Leiria/Fátima (RTL/F), Miguel Sousinha, que considera que esta questão não deverá implicar um menor afluxo de veraneantes.“Foi por uma situação pontual, motivada por situação climatérica anormal, que arrastou muito lixo pelo rio”. Apesar disso, este dirigente acredita que “não haverá impacto negativo” junto dos banhistas.Também Ana Pais da Silva, responsável pela Associação de Banheiros da Nazaré, não se mostra preocupada com a ausência do galardão, considerando que a inexistência da Bandeira Azul em nada vai afectar o negócio.“As praias e a Nazaré sempre viveram bem sem a Bandeira Azul”, que só vinha “dar trabalho, despesa e apoquentações aos concessionários”.Na sua opinião, “o que interessa é vigilância e areal limpo” e isso “está assegurado na Nazaré”, garantiu.A associação da Bandeira Azul galardoou este ano 193 praias, mais três do que no ano passado, mantendo-se o Algarve como a região com mais bandeiras no país, informou hoje a associação.Como em todas as épocas balneares, algumas regiões perdem e ganham galardões. A região de Lisboa e Vale do Tejo, onde se encontra o Oeste regista a maior descida no número de praias com bandeira azul, com menos 4 do que em 2007 ficando com um total de 34.O concelho da Nazaré perde a única praia contemplada no ano passado pela Bandeira Azul (praia da Nazaré). A região de Lisboa e Vale do Tejo regista ainda a reentrada no programa Bandeira Azul da praia de Santa Cruz – Centro em Torres Vedras. Da lista de praias com bandeira azul no Oeste em 2009 está a praia da Légua no concelho de Alcobaça, a praia do mar da Foz do Arelho no concelho de Caldas da Rainha, a praia do Baleal Norte, Baleal Sul, Cova de Alfarroba, Gambôa, Medão-Supertubos e Consolação no concelho de Peniche, as praias de Porto Dinheiro e Valmitão no concelho da Lourinhã e as praias de Santa Cruz, Santa Rita Norte no concelho de Torres Vedras.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

As vantagens de apostar num projeto de cozinha com ilha

Este tipo de cozinhas modernas com ilha, são cada vez mais comuns em Portugal por oferecerem uma estética interessante e serem muito mais práticas do que as cozinhas com uma disposição mais tradicional.

artigo

Quercus atribui Qualidade de Ouro a duas praias do concelho da Nazaré

A associação divulgou a lista das 440 praias com “Qualidade de Ouro”, um valor nunca antes alcançado na história deste galardão que avalia a qualidade das águas balneares nacionais, estando as duas praias costeiras do concelho da Nazaré integradas no ranking de...

245416536 4319795401408206 1376882044721136776 n