Q

Previsão do tempo

26° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 25° C
26° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 30° C
  • Saturday 29° C
27° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 30° C
  • Saturday 30° C

Baratas no corredor das urgências do hospital das Caldas

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Um utente da unidade das Caldas da Rainha do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) foi surpreendido com a existência de baratas a circularem no corredor das urgências onde se encontrava deitado numa maca, tendo sido mordido duas vezes na cabeça e nas costas, uma situação que o deixou “chocado e indignado”.

Vítor Neves, de 33 anos, residente em Oliveira de Barreiros, em Viseu, é técnico de manutenção de aerogeradores e estava a trabalhar na zona das Caldas da Rainha quando sofreu uma lombalgia devido ao esforço despendido.

Foi levado no dia 14 para o hospital. “Estava a tentar descansar e fui acordado por duas mordidelas. Quando olho para o corrimão ao lado da maca onde me encontrava deitado vejo mais duas baratas. No total eram cinco e matei uma, por instinto, com o telemóvel que tinha na mão”, relatou, desagradado com as condições de higiene.

A administração hospitalar garantiu que “são realizadas mensalmente ações de desinfestação e desbaratização por uma empresa de limpeza para acautelar a proliferação deste tipo de insetos”. Lamentando o sucedido e endereçando um pedido de desculpa ao utente, a administração revelou que no dia a seguir à comunicação do caso foi efetuada uma desinfestação e pedido à prestadora do serviço um “cuidado redobrado”.

Doentes com Hepatite C com processos em análise

Alguns dos 36 doentes com Hepatite C que estão a aguardar tratamento no CHO acusam a unidade de saúde de estar a demorar a analisar os processos para validá-los e encomendar o medicamento inovador que desde fevereiro deste ano já foi administrado a 4060 doentes a nível nacional após autorização pelo Infarmed, autoridade reguladora nacional que controla os medicamentos.

Uma das doentes, de 53 anos, residente nas Caldas da Rainha, manifestou a sua indignação por “saber que há a cura e não ter acesso ao tratamento”. “O conselho de administração bloqueou o tratamento validado pelo Infarmed. Estou à espera desde agosto. Se não me resolverem o assunto têm de me colocar noutro hospital onde os tratamentos têm início trinta dias após a validação”, declarou.

O PS das Caldas da Rainha emitiu um comunicado em que diz ter conhecimento de uma lista de cerca de vinte doentes do CHO que “continuam à espera, apesar do seu tratamento se encontrar devidamente autorizado pelo Infarmed”.

Os socialistas consideram esta situação “inaceitável” e exigem à administração do CHO “uma explicação pública e exaustiva sobre esta matéria, bem como que implemente a rápida solução que se impõe”.

A administração do CHO desmentiu e esclareceu que “tem estado a realizar todas as diligências necessárias para garantir que os doentes são tratados no tempo adequado”. “Encontram-se ao abrigo do programa de financiamento 44 doentes. Quatro estão a fazer o tratamento, foram autorizados a mais quatro e em fase final de aprovação estão outros sete. Os restantes 29 doentes estão ainda em validação nas diversas fases administrativas que estes processos obrigam”, revelou.

De acordo com a administração, “os doentes são inicialmente registados pelo médico prescritor numa plataforma, coordenada pelo Infarmed, sendo posteriormente efetuados vários procedimentos de avaliação, validação clinica e orçamental, por várias entidades, que termina com a encomenda do medicamento e início do tratamento pelo doente. Estes procedimentos têm prazos de validação diversos, que têm obrigatoriamente de ser seguidos”.

O CHO lamenta a “desinformação e alarmismo causado” acerca deste tema.

O vírus da hepatite C pode evoluir para doença crónica do fígado, cirrose e cancro do fígado, e ser fatal numa elevada percentagem de casos.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Gala 30 Anos Jornal das Caldas

A noite de hoje é de festa! Assista em direto à Gala dos 30 anos do Jornal das Caldas, a partir das 20h30.

gala 30anos jornal caldas