Q

Previsão do tempo

11° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
  • Sunday 13° C
11° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 13° C
11° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 13° C

Tia de ex-deputada encontrada morta em casa com golpes de faca

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“Fartei-me de ralhar com ela para não deixar a porta traseira aberta como costumava fazer, mas ela não ligava e dizia que isso era sinal que estava alguém em casa. Desta vez foi fatal”, contou uma vizinha de Maria Isaurinda, tia de Isabel Vigia, deputada do PS na Assembleia da República entre 1999 e 2009, encontrada morta na tarde de 24 de outubro no interior da sua vivenda, na Nazaré, com várias facadas no corpo. O roubo de joias em ouro foi o móbil do crime.

O corpo de Maria Isaurinda estava no chão da cozinha e tinha um lençol por cima. Quem a matou terá sido surpreendido pela idosa, que, sem medo, como era sua característica, o deve ter enfrentado. “Ela mostrava-se muito corajosa e por isso não tinha medo de deixar a porta aberta. Também eu lhe tinha chamado a atenção”, disse Isabel Vigia, que atualmente desempenha funções no gabinete de relações institucionais da EDP. “Podiam ter levado tudo mas poupado a vida”, lamentou.

A Polícia Judiciária de Leiria esteve dois dias no local para recolher vestígios do crime. O pátio da Vivenda Rosa, na Rua Guilherme Filipe, no bairro Rio Novo, era percorrido pelos cães e gatos que eram a companhia da mulher de 87 anos, natural da Nazaré. “Todos os dias ela estava ocupada com os animais de quem tanto gostava”, relatou a sobrinha da vítima, que era viúva e vivia sozinha.

O cadáver foi descoberto por um agente da PSP que se deslocou à vivenda, com os bombeiros, depois de terem sido alertados pelo marido da ex-deputada, na sequência da comunicação de funcionárias da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré, que prestava apoio domiciliário à idosa. As assistentes não conseguiram contactar com Maria Isaurinda na terça-feira para lhe entregarem o jantar e deixaram-no à porta. No dia seguinte, quando iam levar o almoço, estranharam que a refeição não tinha sido comida e comunicaram a suspeita de que a idosa pudesse ter sido acometida de doença súbita. Afinal tinha sido assassinada.

A octogenária já tinha sido assaltada duas vezes este ano. Em agosto levaram-lhe peças em ouro e há cerca de três semanas ficou sem o cheque da reforma que recebia. No segundo caso foi identificado o larápio.

Os moradores do bairro Rio Novo queixam-se de falta de iluminação. Em redor da casa de Maria Isaurinda existem dois postes que estão desligados várias horas por poupança energética e outro está partido. Apenas um funciona.

Junto à casa da idosa fica situado o antigo bar do ex-jogador do Sporting, Benfica e do F.C. Porto, o internacional português Emílio Peixe, que foi várias vezes assaltado e de onde até torneiras levaram. Atualmente o estabelecimento está fechado.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Simulação de roubo de telemóveis para receber dinheiro do seguro

Um casal residente na Nazaré simulou um assalto para poder receber cerca de dois mil euros do seguro. Foram as contradições nos depoimentos que acabaram por desmontar a mentira e agora os dois vão responder por simulação de crime e possível tentativa de burla. O...

Detido em flagrante por violência doméstica

Um homem de 30 anos foi detido por violência doméstica, na sequência de uma denúncia a dar conta da situação que foi, rapidamente, acompanhada pelos militares do posto da GNR de Valado dos Frades. Os militares presenciaram o agressor a proferir ameaças à vítima,...

gnr