Q

Previsão do tempo

23° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 23° C
23° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 27° C
23° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 28° C

Espaço Jovem

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Eleições feitas, é altura de lançarmos desafios à comunidade. Iniciámos esta nossa caminhada enquanto estrutura política jovem no concelho com um desafio ao jornal Região da Nazaré, para quem endereçamos os nossos agradecimentos por terem acolhido a nossa ideia e começarmos hoje um novo ciclo para a comunidade jovem no concelho da Nazaré.

Eleições feitas, é altura de lançarmos desafios à comunidade. Iniciámos esta nossa caminhada enquanto estrutura política jovem no concelho com um desafio ao jornal Região da Nazaré, para quem endereçamos os nossos agradecimentos por terem acolhido a nossa ideia e começarmos hoje um novo ciclo para a comunidade jovem no concelho da Nazaré.

Garantir que os jovens têm voz e são ouvidos, é um dos nossos principais objetivos e pelo qual lutamos diariamente. Com esse intuito, apresentámos uma proposta de criação de um espaço de opinião dirigido ao público mais jovem, para que consigamos cultivar o interesse na leitura, a formação de massa crítica e de pensamento em prol da comunidade.

Sugerimos que este novo espaço fosse aberto à comunidade, em especial aos partidos políticos com representação no âmbito municipal. Queremos ler as ideias que os jovens nazarenos têm para o seu concelho e temos certo de que este é um espaço essencial para comunicar com os nossos munícipes.

Hoje falamos de associativismo!

Somos um concelho com uma diversidade de coletividades bastante relevante, muito por força dos jovens que vão participando nas suas mais diversas áreas: desporto, cultura, voluntariado, etc. Certo é que enfrentamos um dos maiores desafios da nossa atualidade, a falta de jovens em lugares de decisão. Nas direções das coletividades a assumirem um papel relevante na estrutura associativa, são raros os elementos que têm uma idade igual ou inferior a 30 anos.

Coloca-se a questão: Serão os jovens que não querem nada com o associativismo? Ou serão as direções das associações que não querem nada com os jovens? Poderá não haver uma resposta científica para ambas as questões, no entanto é pertinente discuti-las.

Convenhamos que muitas das coletividades em exercício no nosso concelho existem tendo por base a atividade desportiva, cultural e social dos jovens, muitos deles já maiores de idade e com um conhecimento teórico relevante em variadíssimas matérias, maioritariamente fruto dos seus percursos académicos e da capacidade de no século XXI se aceder a informação e obter conhecimento com novas metodologias, nomeadamente através das ferramentas digitais.

Se temos tantos jovens no nosso concelho e nas nossas associações, devemos refletir e procurar as respostas às questões acima junto deles.

É factual que ao dia de hoje contamos com três associações de estudantes eleitas no concelho da Nazaré, nomeadamente nos seguintes estabelecimentos de ensino: Escola Básica e Secundária Amadeu Gaudêncio, Escola Profissional da Nazaré e Externato D. Fuas Roupinho. Um bom sinal para o associativismo concelhio e uma prova de que os jovens querem fazer mais e melhor pelas suas escolas, mas não se devem ficar por aí.

Devemos aproveitar essa força de vontade para convidá-los a participar nas direções das associações e nas estruturas político-partidárias.

Assistimos em muitos casos a uma permanência recorrente de elementos diretivos nas diversas associações do concelho, muitas das vezes assistindo-se a uma troca de cadeiras com o único objetivo de contornar os estatutos das coletividades que exigem uma limitação de mandatos.

A par destas práticas, existe por vezes a capacidade de reconhecer a necessidade de renovar equipas e convidar jovens para as suas direções.

Não obstante o anterior reparo, é imperativo constatar também a relevância e contributos que muitos destes dirigentes deram ao longo de toda a sua vida ao associativismo do concelho da Nazaré, o que muito agradecemos.

No entanto, verificam-se em muitos destes casos as dificuldades de aceitação de novas e irreverentes sugestões, características do desprendimento do politicamente correto e do reformismo assente nos jovens, o que acaba por voltar a afastá-los.

Termino com uma mensagem de apelo aos dirigentes associativos. Confiem nos jovens, dêem-lhes espaço e permitam genuinamente a renovação das equipas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

A Homenagem e o Reconhecimento!

ANTÓNIO TRINDADE é a prova viva de que um Homem pode fazer a diferença, lutando por causas que entende como justas, apoiando os seus e nossos concidadãos às vezes. Tem ajudado sim e, às vezes parecendo estar sozinho…não, vai contando com o apoio de Amigos e de quem...

Espaço Jovem

Há cerca de um ano, Portugal iniciou o seu processo de vacinação para a Covid-19, e com ele foi-nos também inoculada uma falsa esperança de controlo pandémico. Apesar da elevada adesão ao programa de vacinação, que culminou com quase 90% da população vacinada, verificou-se uma democratização do receio de viajar, à exceção dos meses de veraneio, perpetuando, assim, uma situação de grande fragilidade no setor. Uma das consequências mais evidentes desse fenómeno verifica-se na hotelaria, que tem vindo a perder trabalhadores e que, em parte, se deve aos sucessivos avanços e recuos no combate à pandemia, não permitindo a criação de estabilidade e planos a médio e longo prazo.

Espaço Jovem

Entrámos em 2022, o suposto ano em que a pandemia acabaria, e a luta contra o vilão que nos assombra há dois anos daria tréguas. É hora de nos focarmos em todos os problemas, lutas e questões que a COVID-19 encobriu. A discussão central prendeu-se à volta do setor...

carolina pires silva