Q

Previsão do tempo

14° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
14° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 31° C
  • Saturday 30° C
13° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 30° C
  • Saturday 30° C

Nascimento de nova área de jardim junto ao Mosteiro aguarda decisão DGPC

Paula Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A solução para o exterior das imediações do novo Hotel de Luxo, em construção no Mosteiro de Alcobaça, aguarda a decisão da Direção-geral do Património Cultural (DGPC).

O antigo Armazém Bar e outros imóveis vizinhos serão demolidos para a requalificação t daquele espaço, que passará a ser uma área verde pública, mas o protocolo ainda está em análise por parte da DGPC.

“Para além da requalificação do espaço, e de uma maior abertura visual para o Mosteiro, a exemplo do que se pretende fazer para a zona onde se localizam os antigos armazéns da empresa Raimundo e Maia, o protocolo prevê a instalação da parte técnica do hotel”, explica Paulo Inácio, Presidente da Câmara de Alcobaça.

A requalificação programada para essa zona da cidade contempla a recuperação do Jardim do Obelisco, um espaço que ficará acessível ao público.

“O terreno onde hoje se encontram os carros dos funcionários das obras em curso foi concessionado pelo Estado e será, de futuro, um jardim público, e assim mais uma frente ribeirinha aberta a toda a população e a quem nos visita”, diz o autarca, acrescentando que, para tal, tem que haver um protocolo, que se encontra “sem avanços porque a DGPC ainda está nas questões técnicas do mesmo.”

Sobre a futura requalificação da Rua D. Pedro V, a Câmara foi absolvida no processo movido pela Raimundo & Maia relativamente a danos que a empresa diz ter sofrido pelo rebaixamento do piso da via aquando das obras de requalificação da zona envolvente ao Mosteiro. A empresa recorreu, aguardando-se a decisão do Tribunal.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara de Alcobaça fecha 2021 com saldo positivo de 463 mil euros

A Assembleia Municipal de Alcobaça aprovou no passado dia 28, as contas da autarquia que terminou o ano de 2021 com um saldo positivo de 463,2 mil euros e reduziu a dívida em 386 mil euros. De acordo com o relatório de contas apresentado aos deputados a receita...

cma