Q

Previsão do tempo

16° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 25° C
16° C
  • Tuesday 17° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 28° C
17° C
  • Tuesday 18° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 28° C

ANAFRE exige a reabertura de extensões de saúde encerradas devido à pandemia

PA

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A delegação distrital de Leiria da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) defende a reabertura de extensões de saúde e a contratação de mais funcionários para estas unidades.

Na sua reunião realizada na semana passada, no Bárrio (Alcobaça), a ANAFRE aprovou, “por unanimidade, uma moção que defende a reabertura das extensões de saúde encerradas, assim como a contratação de mais assistentes operacionais e assistentes técnicos”.

O documento foi enviada à ministra da Saúde, secretário de Estado Adjunto e da Saúde, presidente da Administração Regional de Saúde do Centro e diretores executivos dos agrupamentos de centros de saúde do distrito.

De acordo com a Associação, esta tomada de posição surge no seguimento dos problemas de funcionamento que existem ao nível das extensões de saúde sentidos nos vários concelhos do distrito de Leiria, atendendo à falta de profissionais de saúde e à necessidade de reorganização dos serviços e dos recursos existentes.

Os autarcas defendem que, por causa da pandemia de covid-19, é ainda mais importante garantir o funcionamento adequado das extensões de saúde, e evitar as deslocações desnecessárias e prolongadas dos utentes.

“Os assistentes técnicos são o primeiro contacto dos utentes com o Serviço Nacional de Saúde e um bom desempenho pelos assistentes técnicos é fulcral para o bom funcionamento das unidades, sendo que a falta destes recursos humanos condiciona, frequentemente, a abertura e funcionamento de polos mais pequenos”, refere a delegação da ANAFRE em comunicado à imprensa.

De acordo com o documento, a ANAFRE refere que “também importa realçar que os médicos e todos os outros profissionais de saúde têm direito a períodos de baixa, licenças, férias ou outras ausências, que não estão a ser devidamente acauteladas com o respetivo planeamento de substituição dos referidos profissionais, o que leva nestes casos ao encerramento de unidades de saúde, privando os cidadãos ao direito à saúde”.

A delegação distrital de Leiria da ANAFRE pede aos dirigentes dos agrupamentos dos centros de saúde do Pinhal Litoral, Pinhal Interior Norte e Oeste Norte e ao Governo que garantam “a disponibilidade de um quadro clínico que assegure o funcionamento pleno das extensões de saúde”.

A Associação solicitou, ainda, ao Ministério da Saúde que “sejam abertos, com caráter de urgência, mais concursos para a contratação de assistentes técnicos e assistentes operacionais, assim como exigir a reabertura das unidades de saúde do distrito de Leiria”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara de Alcobaça fecha 2021 com saldo positivo de 463 mil euros

A Assembleia Municipal de Alcobaça aprovou no passado dia 28, as contas da autarquia que terminou o ano de 2021 com um saldo positivo de 463,2 mil euros e reduziu a dívida em 386 mil euros. De acordo com o relatório de contas apresentado aos deputados a receita...

cma