Q

Previsão do tempo

13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 13° C
13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 13° C
14° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C

Produtores de maçã de Alcobaça exigem mini Alqueva no Oeste

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Jorge Soares, presidente da APMA – Associação dos Produtores de Maçã de Alcobaça aponta as alterações climáticas como a grande ameaça futura ao setor, que tem vindo a apresentar bons desempenhos e a conquistar o seu espaço de mercado.

“O grande desafio, e no qual nos temos envolvido junto dos agentes políticos, é o tema das eventuais alterações climáticas e o impacto na nossa região e na nossa atividade”, disse o dirigente e entrevista ao Jornal Económico.

De acordo com Jorge Soares “menos de 10% da água de rega dos pomares vem de obras públicas, ao contrário de qualquer região produtora de alimentos da Europa mediterrânica, enquanto mais de 90% vem do esforço individual de cada fruticultor, o que se traduz numa ineficiência generalizada da região e no único aspeto produtivo menos racional”.

A Associação recorda quem “sem água, não há vida, nem há produção de alimentos, e da água que se utiliza na agricultura nenhuma é consumida, apenas utilizada e devolvida à natureza e ao planeta em formas mais saudáveis (alimentos) e em água mais limpa (vapor de água)”.

Os dados da Associação indicam que 98% da água usada apenas na rega agrícola, é apenas usada para as fruteiras viverem a primavera e o verão, transpirando pelas folhas para se manterem vivas ao efeito do sol e consequentemente para protegerem e produzirem os alimentos que saciam a humanidade.

Como solução, defende-se a construção de armazenamentos de água que possam ser usadas todo o ano dando resposta em anos mais secos.

“Somos defensores de uma obra pública à dimensão de toda a região Oeste que permita continuar a fazer agricultura, consequentemente fruticultura racional e de precisão. Isto é, produzir alimentos com dignidade, pagando a água como é evidente”.

Alqueva é, hoje, um exemplo de revitalização da agricultura e de renovação de uma região agrícola.

“A região Oeste precisa e merece uma obra semelhante no princípio de gestão do recurso público água, mas com investimento de apenas de pouco mais de 20% daquela grandiosa obra do País”.

A Associação aponta a forma como se poderá assegurar recursos de rega na Região

“Tal é possível a partir do rio Tejo. Não será mais do que o Oeste receber do rio Tejo parte da água que o rio Tejo vem buscar ao Oeste”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Maçã de Alcobaça apresentou-se na Feira Fruit Attraction em Madrid

Feira Fruit Attraction, um dos maiores certames de marketing de produtos agrícolas (frutas e vegetais) do mundo, decorreu no pavilhão da IFEMA Madrid, de 4 e 6 de outubro, e Alcobaça esteve presente com um dos seus produtos frutícolas de marca. O evento contou com...

anexo sem nome 00056

A maçã de Alcobaça é a que consome menos água a nível europeu

A produção da Maçã de Alcobaça faz uso eficiente da rega. Em média, 60 litros de água dão para cultivar um quilo de maçãs de Alcobaça. Em Espanha, para produzir um quilo do mesmo fruto são precisos 250 litros de água. “Somos a região da Europa, claramente, que usa...

maca