Q

Previsão do tempo

20° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 24° C
21° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 33° C
  • Saturday 29° C
22° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 33° C
  • Saturday 31° C

Homicídio em escola da Nazaré em julgamento

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O homem que foi detido por matar com seis tiros e uma facada o seu ex-sogro, a 29 de janeiro deste ano, no átrio da Escola Básica e Secundária Amadeu Gaudêncio, na Nazaré, começou a ser julgado no tribunal de Leiria, onde disse que nunca teve intenção de cometer o crime.

O arguido, de 38 anos, é acusado da prática de um crime de homicídio qualificado, um crime de ofensa à integridade física qualificado e um crime de detenção de arma proibida.

Na manhã em que se verificou o homicídio, tinha ido à escola onde andava o seu filho mais novo, de doze anos, e cruzou-se com o ex-sogro, José Lopes Amorim, de 67 anos, e a ex-mulher, de 32 anos. Alegou ter sido confrontado verbal e fisicamente pelo ex-sogro e que tentou ignorá-lo, relatando que se sentiu ameaçado quando José Lopes Amorim terá metido a mão no bolso das calças, por suspeitar que estivesse armado. Foi aí que o esfaqueou no abdómen e depois disparou, porque a ameaça se mantinha, contou.

Diz que se entregou de seguida a um polícia que estava no portão e que não se lembra de mais nada após ter disparado uma vez, motivo que levou o seu advogado a pedir em tribunal que seja realizada uma perícia psicológica ao arguido para avaliar a sua imputabilidade.

O arguido, que se encontra em prisão preventiva, explicou que se encontrava armado porque estava a ser ameaçado pelo ex-sogro.

A ex-mulher relatou, no entanto, outra versão, acusando-o de nunca ter aceite o divórcio há vários anos e estar em divergência por causa da custódia dos filhos, de doze e quinze anos. Disse ainda que ele já a havia ameaçado, assim como ao seu pai, para além de ter danificado dois carros dela.

Segundo a acusação do Ministério Público, na altura da discussão no interior da escola, os dois homens envolveram-se em confronto físico mútuo, e a mulher foi atingida ligeiramente na face esquerda por um golpe de faca desferido pelo suspeito, que depois de igualmente esfaquear o ex-sogro, acertou-lhe no abdómen com dois disparos. Empunhando a arma na direção da ex-mulher, fez outros dois disparos, vindo a atingir novamente o ex-sogro, que se tinha colocado à frente da filha. No chão, José Lopes Amorim voltou a ser alvejado com mais dois tiros na cabeça.

Ao agressor foram-lhe apreendidos um revólver de calibre.32 e quinze munições do mesmo calibre, para além de duas armas brancas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

João Formiga anuncia candidatura à concelhia do PS Nazaré

João A. Portugal Formiga, Presidente da Junta de Freguesia da Nazaré, anunciou, nas redes sociais, que é candidato à presidência da concelhia local do Partido Socialista. “No panorama político atual, onde uma parte da direita e outra parte da esquerda, se têm...

joao formiga

CDU critica atualização de respostas sociais à realidade do país

A resposta social do concelho às famílias que apresentam maiores dificuldades não é suficiente na opinião da CDU. “Temos vindo a assistir à degradação da vida por conta dos aumentos de custos de vida”, disse João Paulo Delgado, vereador na oposição da Câmara da...

cmn

Real Abadia Congress & Spa Hotel comemora o 9º aniversário

O Real Abadia Congress & Spa Hotel está a comemorar o seu 9º aniversário.  Depois de dois anos em que o sector do turismo sofreu um forte abrandamento, a direção unidade, inaugurada em 2013, quer olhar para o futuro com confiança, e está fortemente...

real