Q

Previsão do tempo

15° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 25° C
15° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 29° C
15° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 28° C

Nazaré aprova orçamento de 50,3 milhões de euros e mantém impostos nas taxas máximas

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Assembleia Municipal da Nazaré aprovou um orçamento de 50,3 milhões de euros para o município, que em 2018 vai continuar a manter todos os impostos nas taxas máximas.

“Transformar a Nazaré, em todos os domínios, num território de excelência” é o principal desígnio das grandes opções definidas pela Câmara da Nazaré para o ano de 2018, sustentadas num orçamento de 50.344.434,00 euros.

As receitas de capital ascendem a 36.959.452,00 euros e as correntes a 13.384.982,00, enquanto no capítulo da despesa a corrente sobe para 27.607.131,00 euros e a de capital se cifra em 22.737.303,00 euros.

Os impostos diretos, estimados em 6,3 milhões de euros e as transferências correntes, que atingirão os 3,6 milhões, são as duas maiores fatias da receita.

A verba, aprovada pela maioria socialista com os votos contra do PSD, CDU e do Bloco de Esquerda, destina-se, segundo a proposta discutida, a responder a “cinco objetivos estratégicos ” à cabeça dos quais surge o desenvolvimento da economia e a criação de emprego.

A educação e a formação são outros dos “setores essenciais” em destaque nas Grandes Opções do Plano, com o projeto do Centro Escolar de Famalicão à cabeça dos investimentos nesta área.

A Juventude, a cultura e o desporto são também prioridades elencadas pela autarquia no documento que define igualmente as ações de destaque em termos de ação social, saúde, qualidade de vida e ambiente.

As medidas propostas não convenceram a oposição, com o PSD a defender que o Plano e Orçamento “não espelham o rumo” que defendem para o concelho e a CDU a manifestar “descrédito” em relação à execução do Plano e às verbas expressas no Orçamento, duvidando que “a dívida tenha descido”.

As diretrizes estratégicas aprovadas por maioria na Assembleia Municipal vão ao encontro do Plano de Ajustamento Financeiro a que a Câmara da aacumulando uma dívida de cerca de 40 milhões de euros.

Com um empréstimo [de 33,3 milhões de euros] do Fundo de Apoio Municipal aprovado, a Câmara da Nazaré está impedida de baixar os impostos, pelo que, avalizando a votação do executivo, a Assembleia Municipal votou também esta noite a manutenção de todas as taxas e impostos nos valores máximos permitidos por lei.

Fonte:Lusa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Requalificação dos antigos Paços do Concelho da Pederneira

O projeto de requalificação do edifício da antiga câmara, na Pederneira, para onde está destinada a instalação do tribunal, foi aprovado pelo Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos de Justiça. Para Walter Chicharro, que anunciou a aprovação durante a última...

pacos do concelho