Q

Previsão do tempo

13° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 19° C
14° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 23° C
14° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 23° C

Nazaré aprova orçamento de 50,3 milhões de euros e mantém impostos nas taxas máximas

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Assembleia Municipal da Nazaré aprovou um orçamento de 50,3 milhões de euros para o município, que em 2018 vai continuar a manter todos os impostos nas taxas máximas.

“Transformar a Nazaré, em todos os domínios, num território de excelência” é o principal desígnio das grandes opções definidas pela Câmara da Nazaré para o ano de 2018, sustentadas num orçamento de 50.344.434,00 euros.

As receitas de capital ascendem a 36.959.452,00 euros e as correntes a 13.384.982,00, enquanto no capítulo da despesa a corrente sobe para 27.607.131,00 euros e a de capital se cifra em 22.737.303,00 euros.

Os impostos diretos, estimados em 6,3 milhões de euros e as transferências correntes, que atingirão os 3,6 milhões, são as duas maiores fatias da receita.

A verba, aprovada pela maioria socialista com os votos contra do PSD, CDU e do Bloco de Esquerda, destina-se, segundo a proposta discutida, a responder a “cinco objetivos estratégicos ” à cabeça dos quais surge o desenvolvimento da economia e a criação de emprego.

A educação e a formação são outros dos “setores essenciais” em destaque nas Grandes Opções do Plano, com o projeto do Centro Escolar de Famalicão à cabeça dos investimentos nesta área.

A Juventude, a cultura e o desporto são também prioridades elencadas pela autarquia no documento que define igualmente as ações de destaque em termos de ação social, saúde, qualidade de vida e ambiente.

As medidas propostas não convenceram a oposição, com o PSD a defender que o Plano e Orçamento “não espelham o rumo” que defendem para o concelho e a CDU a manifestar “descrédito” em relação à execução do Plano e às verbas expressas no Orçamento, duvidando que “a dívida tenha descido”.

As diretrizes estratégicas aprovadas por maioria na Assembleia Municipal vão ao encontro do Plano de Ajustamento Financeiro a que a Câmara da aacumulando uma dívida de cerca de 40 milhões de euros.

Com um empréstimo [de 33,3 milhões de euros] do Fundo de Apoio Municipal aprovado, a Câmara da Nazaré está impedida de baixar os impostos, pelo que, avalizando a votação do executivo, a Assembleia Municipal votou também esta noite a manutenção de todas as taxas e impostos nos valores máximos permitidos por lei.

Fonte:Lusa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Encerramento do Ascensor desespera comerciantes

Os comerciantes com negócios junto ao Ascensor falam em dificuldades financeiras devido à paragem do transporte há vários meses devido à realização das obras de sustentação das arribas por parte da Agência Portuguesa do Ambiente [APA]. A obra tinha o prazo de...

ascensor

Imagem de Nossa Senhora da Nazaré regressou ao Santuário

A imagem de N.S. Nazaré regressou ao Santuário da Nossa Senhora da Nazaré, de onde apenas saiu por duas vezes na sua história, após dois anos de restauro. Desde finais de 2021 que a imagem se encontrava no Laboratório José de Figueiredo, em Lisboa, onde foi sujeita...

nsn