Q

Previsão do tempo

11° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 16° C
11° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 16° C
11° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 16° C

Centro Social de Famalicão da Nazaré realizou as Olimpíadas Seniores

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Centro Social de Famalicão da Nazaré realizou, no passado dia 14, as 1ªs Olimpíadas Seniores, no pavilhão Gimnodesportivo da Nazaré. O evento, que envolveu cerca de 200 idosos, com idades entre os 65 e os 95 anos, pretende proporcionar o convívio entre 9 instituições do distrito.

Entrevista com Ana Silvério, Técnica de Serviço Social do Centro Social de Famalicão

RN- Qual o significado da organização deste evento para o Centro Social de Famalicão?

AS -Foi um privilégio o Centro Social da Freguesia de Famalicão ter 8 instituições nas I Olimpíadas Sénior, perceber que as Instituições estão, cada vez mais, conscientes da necessidade de promover o envelhecimento activo, de estimular os seus utentes e de potenciar estes momentos de partilha e de convívio tão saudável entre utentes e Instituições.

RN- De onde surgiu a ideia da realização do evento?

AS-A ideia surgiu da necessidade de criar respostas, os técnicos têm de ser criativos para conseguir adaptar as situações para que os idosos consigam participar. Temos consciência das dificuldades que os Técnicos sentem ao tentar muitas vezes sem sucesso a participação dos idosos em diversas atividades. Esta foi uma forma de tentar contornar essas situações.

Este é o segundo evento que o Centro Social da Freguesia de Famalicão realiza. O primeiro realizamos em 30 de Março, onde convidamos toda a comunidade do concelho a ir connosco a Revista “Republica das Bananas”. Evento este que contou com 150 idosos do concelho.

Estas atividades advêm do nosso projecto que inclui três grandes eventos anuais. Um dirigindo ao concelho da Nazaré com a ida à Revista a um preço simbólico, outro será as Olimpíadas Sénior, e o terceiro, que ainda está em fase de projecto a realizar no próximo ano.

RN- Pode adiantar quais são os principais objectivos da iniciativa?

AS-Pretendemos que os utentes do Centro Social da Freguesia de Famalicão como também das outras Instituições presentes saiam, muito mais fortificados e motivados a dar continuidade a este seu percurso de vida.

RN- A logística para uma competição deste género obrigou a cuidados especiais? Foi preciso reforçar a equipa para organizar as Olimpíadas?

AS -Para estas Olimpíadas Sénior a Câmara Municipal da Nazaré cedeu dois técnicos de desporto, o Professor Joel, para nos acompanhar durante os jogos e ainda o Professor Bruno Vidinha que realizou o aquecimento aos atletas.

Além do técnico da Câmara Municipal da Nazaré, os Serviços Municipalizados da Nazaré cederam um autocarro para o transporte das crianças da sala dos 2 anos para levar a bandeira do nosso Centro na abertura das Olimpíadas.

A tocha das Olimpíadas ficou a cabo de uma idosa do Lar Nossa Senhora da Conceição com 98 anos, que participou em todos os jogos.

Contamos ainda na equipa com a presença do Dr.º Luís Jacob, Presidente das Universidades Seniores (Rutis) no nosso júri e de toda a Direcção do Centro Social da Freguesia de Famalicão bem como de vários voluntários.

RN- Quais as instituições presentes?

AS-No concelho da Nazaré esteve presente o Centro Social da Freguesia de Famalicão, Centro Social de Valado dos Frades e o Lar Nossa Senhora da Conceição (Fanhais). Do concelho de Alcobaça Santa Casa da Misericórdia de Alcobaça, Santa Casa da Misericórdia de Aljubarrota, Lar Residencial de Alcobaça, Casa da Família de Acipreste e Picamilho Hotel Lar.

RN- Houve um critério para a seleção das instituições?

AS- A organização enviou um convite a todas as Instituições com Seniores da Nazaré e Alcobaça.

RN- Que atividades e/ou modalidades compuseram as Olimpíadas?

AS-Para além do convívio, as Olimpíadas Sénior consistem em quatro jogos baseados em modalidades Olímpicas e adaptadas à condição dos idosos, como é o caso do bowling, bola ao cesto, pesca e curling adaptado.

Estimular a mobilidade, o exercício físico e as capacidades cognitivas são alguns dos objectivos, mas a competição, tanto para os organizadores, como para os promotores, como para ainda para os participantes é a parte menos importante, pois o que conta é a participação e o convívio.

RN- Com que espírito é que os participantes se envolveram nas provas e nas metas de cada uma delas/ ou das IPSS envolvidas?

AS-Só para ter uma ideia, nem os andarilhos, nem as cadeiras de rodas, nem as bengalas, nem as artroses, impediram estes séniores de mostrarem rapidez, flexibilidade, concentração, precisão e, acima de tudo, boa disposição e muita alegria.

RN- Do Centro Social de Famalicão, quantos seniores participam? Qual o resultado da prestação? O resultado final era um objetivo, ou a presença, convívio entre instituições e a colocação, em prática, do “envelhecimento ativo” foram as bases desta atividade?

AS-Do Centro de Dia do Centro Social da Freguesia de Famalicão, todos os seniores tiveram a sua participação. Desde realizar as sardinhas para o jogo da pesca, até a escolha do logótipo das Olimpíadas.

Porém o resultado é o menos importante. Pretendíamos sim o convívio interinstitucional , e esse sim foi claramente atingido.

RN- Qual foi a instituição vencedora? Quantas medalhas foram entregues?

AS-Foram entregues 10 taças. Não houve vencidos, pois os 130 idosos seniores participantes foram todos campeões em diversão e interação.

RN- Além das provas, que atividades fizeram parte da animação(convívio) do evento?

AS-Contamos com a presença do cantor Pedro Migueis a cantor duas músicas, momento em que animou muito os participantes, e ainda as Danças do Povo da Universidade Sénior da Nazaré.

RN- A próxima edição das Olimpíadas no distrito será realizada pelo Centro de Famalicão ou por outra instituição?

AS-Nas II Olimpíadas Sénior, pretendemos alargar o nosso leque de Instituições convidadas. Além do Nazaré e Alcobaça vamos convidar o distrito de Leiria a participar neste evento.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara investe na Arborização do Parque da Pedralva

A empreitada de arborização de uma área de 2,52 ha do Parque da Pedralva teve início na semana passado e representa um investimento que totaliza os 81.730,45 €. O plano de arborização surge no âmbito da candidatura ao Aviso n.º 11/REACT-EU/2021 – (Re) Arborização...

pedralva