Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 26° C
14° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C
14° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C

“Surf salva” ensina surfistas a socorrer vítimas

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Surfistas e praticantes de bodyboard estão a aprender como salvar pessoas que se estão a afogar e como prestar os primeiros socorros. O projeto “Surf Salva”, do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), pretende reduzir o número de afogamentos, sobretudo em praias não vigiadas.

Em Portugal existem 150 mil praticantes de surf, que fazem a modalidade. Costumam também ser os primeiros e os últimos a sair da praia. Razão pela qual não raras vezes são confrontados com pedidos de ajuda. Assim surge o projeto “Surf Salva”, que passou pela Nazaré na última quarta-feira.

Nuno Leitão, diretor do ISN, descreveu que “no ano passado tivemos registo de cerca de 80 salvamentos feitos por surfistas nestas áreas. Então porque não dar uma formação mais específica de como salvar em condições. No passado tivemos acidentes com surfistas, que com o seu espírito voluntário e de coragem em querer salvar alguém em situações de risco, também eles próprios se tornaram uma vítima. Assim pretendemos prepará-los mas ao mesmo tempo precavê-los que não passem de salvadores a vítimas”.

Albano Viana, formador do ISN, manifestou que “a simbiose perfeita era realmente todos os nadadores-salvadores serem surfistas e todos os surfistas serem nadadores-salvadores”.

Os formandos não tiveram de pagar nada e houve participantes de todas as idades, desde os quatro anos. E independentemente das idades, os surfistas e bodyboarders que receberam formação na praia da Nazaré, um dos pontos de passagem deste projeto, mostram-se agora mais confiantes.

“Agora já me sinto uma pouco mais preparada para ajudar alguém”, disse a bodyboarder Diana Fonseca. “Apesar de andarmos no mar e podermos trazer alguém para terra, não tínhamos o conhecimento necessário para fazer suporte básico e foi isso que aprendemos aqui e que se calhar será a parte mais importante, porque teremos no momento oportunidade de salvar alguém”, indicou Hélio António, bodyboarder.

Ensinar a rebocar uma vítima para terra ou o que fazer para tentar reanimá-la se estiver inconsciente, são alguns dos objetivos do projeto, que está a ser desenvolvido em praias com escolas de surf.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Requalificação dos antigos Paços do Concelho da Pederneira

O projeto de requalificação do edifício da antiga câmara, na Pederneira, para onde está destinada a instalação do tribunal, foi aprovado pelo Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos de Justiça. Para Walter Chicharro, que anunciou a aprovação durante a última...

pacos do concelho