Q

Previsão do tempo

13° C
  • Wednesday 16° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 26° C
13° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 30° C
11° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 30° C
EDITORIAL

Pela salvação nacional…

Clara Bernardino

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O presidente da República teve mais uma das suas ideias peregrinas. Agora lembrou-se de juntar os partidos que assinaram o memorando da troika em nome de um bem maior: a Pátria!

Hão de sentar-se à mesma mesa e tomar decisões importantes para as nossas vidas, que desde a revolução de abril têm sido muito mal geridas pelos partidos de maior expressão eleitoral: PS e PSD.

Tem razão o presidente. Quem o escreveu, que o leia, que é como quem diz: quem assinou o memorando que se chegue à frente e garanta que os mercados não desconfiem de nós, que as bolsas não caiam ainda mais e que o resto da Europa nos empresta mais dinheirinho, enquanto não pagarmos os “calotes”.

O problema é que os ditos senhores estão mais preocupados com o seu umbigo político do que com o bem da nação. Cada um deles faz lembrar o rei francês Luís XIV que dizia “O Estado sou eu”. Bem, há quem ainda não seja Estado, mas queira tanto sê-lo, que até já se dá ares de majestade e se põe em bicos de pés, pondo-nos a nós em “estado de sítio”.

Aqui pela nossa região, as reuniões entre os “maiorais” parecem estar a acontecer antes mesmo das eleições: há quem fale de encontros à porta fechada entre alguns líderes para dividir os tachos e as panelas que sobrarem depois do verão, contando com os ovos ainda dentro da galinha.

Talvez por estar ao abandono desde há muito, a nossa terra só produz “fenómenos” políticos de qualidade duvidosa: falam muito, não fazem nada; prometem muito, não cumprem nada; projetam muito, não acabam nada…

Se o sr. presidente da República descobre essas reuniões, ainda é capaz de fazer destes políticos de província um exemplo para os que são e os que querem ser governo: em vez de dialogar depois, dialogam antes, tecendo acordos que a todos trarão proveito… a todos, menos à população.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Gala 30 Anos Jornal das Caldas

A noite de hoje é de festa! Assista em direto à Gala dos 30 anos do Jornal das Caldas, a partir das 20h30.

gala 30anos jornal caldas

A Homenagem e o Reconhecimento!

ANTÓNIO TRINDADE é a prova viva de que um Homem pode fazer a diferença, lutando por causas que entende como justas, apoiando os seus e nossos concidadãos às vezes. Tem ajudado sim e, às vezes parecendo estar sozinho…não, vai contando com o apoio de Amigos e de quem...

Espaço Jovem

Há cerca de um ano, Portugal iniciou o seu processo de vacinação para a Covid-19, e com ele foi-nos também inoculada uma falsa esperança de controlo pandémico. Apesar da elevada adesão ao programa de vacinação, que culminou com quase 90% da população vacinada, verificou-se uma democratização do receio de viajar, à exceção dos meses de veraneio, perpetuando, assim, uma situação de grande fragilidade no setor. Uma das consequências mais evidentes desse fenómeno verifica-se na hotelaria, que tem vindo a perder trabalhadores e que, em parte, se deve aos sucessivos avanços e recuos no combate à pandemia, não permitindo a criação de estabilidade e planos a médio e longo prazo.