Q

Previsão do tempo

14° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 17° C
14° C
  • Tuesday 17° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 19° C
13° C
  • Tuesday 17° C
  • Wednesday 19° C
  • Thursday 21° C
EU PESCADOR ME CONFESSO

D. ANÍBAL, O AGRICULTOR

Armando Lopes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Numa manhã de nevoeiro, andava D. Aníbal a caçar perto das suas terras de Boliqueime, quando à sua frente se levantou um coelho que ele de imediato começou a perseguir. Foi uma perseguição tremenda, até que o caçador sentiu que nada tinha diante de si.

Nada, a não ser um precipício imenso, com o mar bem lá no fundo. Ficou estarrecido. Quando se deu conta de estar no cimo de uma falésia e em perigo de vida, D. Aníbal implorou: “Valha-me Nossa Senhora de Fátima!” Como que por milagre sentiu os seus pés a cravarem-se na rocha até readquirir o equilíbrio.

O tempo que D. Aníbal procurou apoio no vazio pareceu-lhe uma eternidade. Quando, por fim, conseguiu recuar e atingir lugar seguro, D. Aníbal pôde ver a marca das suas pegadas gravada na pedra. Refeito do susto, aproximou-se do abismo e apercebeu-se do perigo que tinha corrido. Certificou-se de que só por milagre tinha escapado e pensou numa forma de agradecer à Santa. É que esta coisa dos milagres não acontece todos os dias e não vá o diabo tecê-las…

Como não lhe ocorreu nenhuma ideia para cumprir o desígnio, o alcaide de Boliqueime decidiu aconselhar-se com a sua esposa Maria. Esta, que era muito mais despachada e perspicaz, logo lhe sugeriu: “Podias plantar um pomar de abacateiros, como fazias na juventude!” E acrescentou: “Conjugavas assim duas qualidades que tens – capacidade para abrir buracos e esperteza para o negócio – com o agradecimento e a veneração à Santa.”

“Ouve lá, Maria! Só não consigo perceber como é que um abacateiro pode ser considerado um símbolo de culto e gratidão.”

“É fácil! Tu não vês que a Virgem deve estar cansada das levitações marianas sobre o abismo? Além do mais é uma manobra de risco. Por isso é que, na Cova da Iria, lhe arranjaram uma azinheira. Tu, aqui em Boliqueime, plantas-lhe os abacateiros. Talvez assim ela se esqueça das árvores que mandaste arrancar e continue a fazer milagres…”

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Cinco missões para um Portugal Inteiro

No ano em que celebramos o cinquentenário do 25 de Abril, é com orgulho e humildade que nos dirigimos ao povo português para partilhar de forma clara e firme a visão que temos para Portugal, os objetivos que perseguiremos e as medidas que implementaremos. Com...

Canil municipal na Nazaré sem capacidade para mais animais

O canil municipal na Nazaré atingiu o limite da sua capacidade de acolhimento de animais e recebe diariamente apelos para a recolha de ninhadas ou de canídeos encontrados a deambular pelo concelho, com sinais de desorientação. Segundo o grupo de voluntários que...

canil 1