Q

Previsão do tempo

15° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 25° C
15° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C
15° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C
EDITORIAL

OS FILHOS DA POLÍTICA

Clara Bernardino

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
É de temer todos aqueles que foram nados e criados no seio da política. É esta a grande lição que nos dá a História desde as civilizações mais remotas e, se quisermos, até as guerras religiosas nos dão o mesmo ensinamento.

Não ficou para a História a célebre frase de um imperador romano que vendo-se literalmente apunhalado pelo filho mostrou a sua surpresa ao dizer “Até tu, Brutus!”? E não terá sido apenas pelo nome do filho que já apontava para a brutalidade com que se livrou do pai para poder ser ele a governar um império que já ameaçava ruir, pois a conspiração e a traição corroíam os alicerces da sociedade romana, à época.

Se ao longo da História da humanidade, há filhos capazes de matar os próprios pais movidos pelo desejo de mandar, imagine-se do que não serão capazes de fazer os filhos da política uns aos outros. Sim, os filhos da política! Aqueles que desde pequenos mamam e vivem às custas da política, aprendendo, desde o berço, que não existem amigos ou inimigos. Existem alianças pontuais. Os amigos de hoje, poderão ser os adversários de amanhã e vice-versa.

Sendo uma mãe de poucos princípios e nenhuns valores morais, a educação que a política deu a esta geração de políticos, que se debate por convencer o povo a votar em cada um deles, não poderia ser a melhor.

Um primeiro-ministro que não se entende com o seu parceiro de coligação, um parceiro de coligação que faz ameaças veladas em público, um bando de aves raras que ocupam o cargo de ministros e fazem comunicações à nação, deixando as pessoas de rastos com a infelicidade da suas palavras, um presidente da República omisso que só comunica através do facebook e diz que a aprovação da 7.ª intervenção da TROIKA é por inspiração de Nossa Senhora é um rol de ingredientes excecional para afundar um país numa crise ainda maior do que aquela em que já vive.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Gala 30 Anos Jornal das Caldas

A noite de hoje é de festa! Assista em direto à Gala dos 30 anos do Jornal das Caldas, a partir das 20h30.

gala 30anos jornal caldas

A Homenagem e o Reconhecimento!

ANTÓNIO TRINDADE é a prova viva de que um Homem pode fazer a diferença, lutando por causas que entende como justas, apoiando os seus e nossos concidadãos às vezes. Tem ajudado sim e, às vezes parecendo estar sozinho…não, vai contando com o apoio de Amigos e de quem...

Espaço Jovem

Há cerca de um ano, Portugal iniciou o seu processo de vacinação para a Covid-19, e com ele foi-nos também inoculada uma falsa esperança de controlo pandémico. Apesar da elevada adesão ao programa de vacinação, que culminou com quase 90% da população vacinada, verificou-se uma democratização do receio de viajar, à exceção dos meses de veraneio, perpetuando, assim, uma situação de grande fragilidade no setor. Uma das consequências mais evidentes desse fenómeno verifica-se na hotelaria, que tem vindo a perder trabalhadores e que, em parte, se deve aos sucessivos avanços e recuos no combate à pandemia, não permitindo a criação de estabilidade e planos a médio e longo prazo.