Q

Previsão do tempo

17° C
  • Sunday 17° C
  • Monday 17° C
  • Tuesday 19° C
17° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 22° C
18° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 25° C

“Antes quero asno que me leve, que cavalo que me derrube”

Clara Bernardino

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Quem não conhece a história do burro a quem o dono foi cortando a ração para ter mais lucro? Fazendo a analogia, o burro é o povo português e o dono é o governo. Primeiro, fez uns cortes aos ordenados dos Funcionários Públicos, depois cortou os subsídios de férias de Natal aos Funcionários, aos Reformados e Pensionistas, aumentou o IVA e prepara-se para atacar as nossas contas para pagar as suas.

Quais burros de carga, os portugueses trabalham mais e ganham menos. Lentamente, os direitos conquistados após o 25 de abril vão-se esfumando e as reivindicações vão sendo substituídas pelo medo de perder o emprego e de engrossar as filas do “centro de desemprego”…

As famosas gorduras do estado de que o atual governo tanto fala são afinal os empregos de milhares de funcionários públicos que começam a sair do país, na esperança de encontrar um lugar ao sol.

Afinal, que políticos são estes que prometem e não cumprem e que arremessam as culpas uns aos outros, enquanto nós sofremos as consequências?

Não foi por causa da opressão, da falta de direitos e da repressão que se fez uma revolução? Então e agora? Só porque há quem se sirva do facebook para chamar nomes ao primeiro-ministro já não há opressão?

Talvez o governo esteja à espera que nos aconteça como ao burro da história: quando o trabalho aumentou e a ração acabou, começou a dar lucro, mas, infelizmente, morreu… logo agora, que já estava acostumado…

Por falar em histórias de burros, parafraseando o mote de Gil Vicente para escrever uma das suas farsas: “antes quero asno que me leve, que cavalo que me derrube”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Cinco missões para um Portugal Inteiro

No ano em que celebramos o cinquentenário do 25 de Abril, é com orgulho e humildade que nos dirigimos ao povo português para partilhar de forma clara e firme a visão que temos para Portugal, os objetivos que perseguiremos e as medidas que implementaremos. Com...

Canil municipal na Nazaré sem capacidade para mais animais

O canil municipal na Nazaré atingiu o limite da sua capacidade de acolhimento de animais e recebe diariamente apelos para a recolha de ninhadas ou de canídeos encontrados a deambular pelo concelho, com sinais de desorientação. Segundo o grupo de voluntários que...

canil 1