Q

Previsão do tempo

18° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 29° C
18° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 35° C
18° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 33° C

Clara Bernardino, Rui Paulino e Alberto Vieiraentrevistaram Jorge Barroso para a Benedita FM

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Tânia RochaO jornalista Rui Paulino da rádio Benedita FM, o jornalista Alberto Vieira do jornal Alcôa e Clara Bernardino, directora do Jornal Região da Nazaré, entrevistaram em directo Jorge Barroso, presidente da Câmara Municipal da Nazaré, para a rádio Benedita FM. A entrevista realizou-se nos Paços do Concelho, na passada terça-feira, dia 7 de Abril, […]
Clara Bernardino, Rui Paulino e Alberto Vieira<br>entrevistaram Jorge Barroso para a Benedita FM

Tânia RochaO jornalista Rui Paulino da rádio Benedita FM, o jornalista Alberto Vieira do jornal Alcôa e Clara Bernardino, directora do Jornal Região da Nazaré, entrevistaram em directo Jorge Barroso, presidente da Câmara Municipal da Nazaré, para a rádio Benedita FM. A entrevista realizou-se nos Paços do Concelho, na passada terça-feira, dia 7 de Abril, para o programa “Impacto”, que é transmitido todas as terças-feiras das 22h às 00 horas.Durante duas horas, os três jornalistas questionaram Jorge Barroso sobre os seus mandatos, a sua política, as contas da autarquia, as obras que tem executados e focaram também os grandes projectos que se esperam para a Nazaré, nomeadamente, o Hospital Israelita, a Marina, a Área de Localização Empresarial e os centros escolares.Durante as suas intervenções, Barroso dividiu os seus quatro mandatos em duas fases, “o que foi feito nas nossas eleições e o que vamos fazer”, para concretizar os novos projectos. Numa primeira fase, destacou todas as infra-estruturas que foram feitas de água e saneamento em todo o concelho, enumerou algumas obras que foram executadas, e destacou aquela que é para si “uma das obras mais importantes, a obra na acção social, no apoio à família”, que a Câmara tem desenvolvido ao longo destes últimos mandatos. No respeitante aos grandes projectos em curso, Barroso mostrou-se convicto na real execução dos mesmos, mas também tem consciência que a crise económica e financeira actual pode atrasar alguns procedimentos.

No seguimento das respostas a algumas questões, Barroso reconheceu que “todo o concelho foi pouco beneficiado neste mandato, em termos de grandes obras”. Apesar de querer concretizar todos os grandes projectos, Jorge Barroso não confirmou se vai ser novamente o candidato à Câmara Municipal da Nazaré na lista do PSD, mas mostrou a convicção de que as pessoas continuam a acreditar no seu trabalho, salientando que “a população da Nazaré tem vindo a ter uma escolha que eu considero inteligente”. Ao longo da entrevista, o presidente falou sempre em nome de uma equipa, no entanto, Barroso terminou a entrevista, respondendo que o cargo de presidente é um cargo solitário, embora esteja também “rodeado de amigos”.Depois da realização da entrevista, o PSD Distrital já confirmou Jorge Barroso, como candidato à Câmara Municipal da Nazaré.Vamos transcrever algumas das perguntas e respostas feitas durante a entrevista:Benedita FM – Esta crise tem estado a atrasar ou a interromper o bom percurso dos projectos para a Nazaré?Jorge Barroso – Eu diria que há dois motivos fortes que levam a que tenha havido algum atraso nos desenvolvimentos dos novos projectos para a Nazaré. Um deles claramente que tem a ver com a crise financeira, que se abateu sobre todos nós, sobre o mundo, sobre a Europa, sobre Portugal e sobre a Nazaré, ninguém passa ao lado desta crise financeira. Houve um arrefecimento do mercado, e portanto, uma menor procura ou uma quase ausência de procura do investimento, por parte dos investidores, que são o motor económico de toda a actividade económica. Por outro lado, há também aqui uma situação que não devo esconder. A instabilidade política que se fez sentir neste mandato, nomeadamente no início, com a situação que aconteceu comigo e com o vice-presidente, e com toda a agitação e convulsão que aconteceu. Felizmente, depois conseguiu-se a bonança. Veio a vontade de trabalhar e a competência de uma equipa, conjugada e a trabalhar bem, que conseguiu pôr para já, em termos de concurso público e prontos a ir para o terreno, toda uma série de projectos que são fundamentais, para que a Nazaré ultrapasse esta crise. Estes projectos estão também estruturados para serem, também, vencedores da crise.B.FM – Foi o mandato mais difícil em termos de gestão da autarquia?JB – Só assemelho este mandato ao primeiro, que também, do ponto de vista político, foi extraordinariamente difícil. No entanto, este é um mandato que me está a agradar bastante. Aquilo que é importante e aquilo que eu senti com realidade, é aquilo que há muito tempo defendo, nomeadamente na gestão autárquica, que é as pessoas defenderem os interesses do concelho a que se propuseram aquando das eleições. Todos nós vamos para uma campanha eleitoral dizer que queremos a Marina, a Área de Localização Empresarial, que vamos fazer com que tudo ande muito depressa. Depois, como sempre, há aqueles que ganham e aqueles que perdem. O problema é que, aqueles que perdem, afinal, de um dia para o outro, deixaram de se lembrar que prometeram que as coisas eram para andar, para andar depressa e para andar bem. Põem outros interesses, que não os do concelho, à frente. Aquilo que me agradou, acima de tudo, nesta segunda parte deste mandato, foi o facto de alguns abraçarem os mesmos projectos que tinham defendido na campanha eleitoral. Todas as pessoas que estão a trabalhar comigo, acreditam eventualmente em mim, mas acreditam, acima de tudo, que é possível vencer, ganhar, e que é possível que o concelho tenha homens capazes de, em qualquer circunstância, levar os interesses públicos à frente. Isto é aquilo que acima de tudo me agrada que tenha acontecido.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

João Formiga anuncia candidatura à concelhia do PS Nazaré

João A. Portugal Formiga, Presidente da Junta de Freguesia da Nazaré, anunciou, nas redes sociais, que é candidato à presidência da concelhia local do Partido Socialista. “No panorama político atual, onde uma parte da direita e outra parte da esquerda, se têm...

joao formiga

CDU critica atualização de respostas sociais à realidade do país

A resposta social do concelho às famílias que apresentam maiores dificuldades não é suficiente na opinião da CDU. “Temos vindo a assistir à degradação da vida por conta dos aumentos de custos de vida”, disse João Paulo Delgado, vereador na oposição da Câmara da...

cmn