Q

Previsão do tempo

13° C
  • Tuesday 19° C
  • Wednesday 19° C
  • Thursday 20° C
14° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 24° C
13° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 25° C

Exposições marcam iniciativasda Biblioteca e do Centro Cultural da Nazaré

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
David MarianoÉ cada vez mais o centro nevrálgico cultural da Nazaré: a Biblioteca Municipal continua a sua actividade incessante desde a inauguração no final do ano passado e torna a apresentar diversas actividades onde se destacam mais uma vez as exposições e as sessões de astronomia, entre outras. Iniciativas que prometem ser para todos os […]

David MarianoÉ cada vez mais o centro nevrálgico cultural da Nazaré: a Biblioteca Municipal continua a sua actividade incessante desde a inauguração no final do ano passado e torna a apresentar diversas actividades onde se destacam mais uma vez as exposições e as sessões de astronomia, entre outras. Iniciativas que prometem ser para todos os gostos e idades, já depois da passagem por aquele espaço da peça de teatro “Uma Noite na Biblioteca”, espectáculo apresentado nos passados dias 13 e 14 de Março que serviu igualmente de homenagem a um espaço que se pretende vivo e estimulante (encenada por Luís Varela, esta peça falava uma biblioteca onde os livros ganhavam vida e corpo, desciam das estantes cantando e brincando, dialogando, no fundo, com o público: não é isso a leitura e a cultura?).

Também desde o passado dia 6 de Março e até ao próximo dia 20 de Março, está patente na Biblioteca Municipal da Nazaré a exposição “Um Artista Popular”, dedicada a António Vitorino Laranjo, iniciativa integrada num Ciclo de Figuras da Nazaré, que arrancou assim promovendo a figura deste poeta e pintor auto-didacta, nascido na Nazaré em 1888. António Laranjo deixou, através das suas obras pintadas com tinta-da-china, lápis e óleo, um olhar atento sobre a realidade da paisagem, da luz e das cores da Nazaré, retratando o movimento do mar, o esforço do trabalho, a alegria do divertimento e o pulsar da sua terra, onde viria a falecer em 1980.Patente até ao próximo dia 29 de Março, está também a exposição “Um Olhar Bienal”, composta por obras premiadas nas Bienais realizadas desde 1999 na Nazaré e que procura divulgar uma das iniciativas que já faz parte do roteiro obrigatório do campo das artes onde se promovem os novos talentos existentes na população do Concelho, da Região e do País. Esta exposição pretende, ao mesmo tempo, anunciar a próxima Bienal de Artes Plásticas – Prémio Thomaz de Mello, que se deverá realizar nos meses de Junho e Julho no Centro Cultural da Nazaré.Mas há mais no capítulo das exposições (e desta vez damos um salto até ao Centro Cultural): até 28 de Março pode ser ainda vista a exposição “Passos – Tributos das Gentes Nazarenas”, cujo carácter documental retrata a história dos cerca de 400 anos de devoção ao senhor dos passos na Nazaré, uma procissão baseada nos últimos momentos da vida de Jesus, da sua Paixão e Morte. Uma oportunidade para o público conhecer as oferendas à Misericórdia e algo mais da história do culto ao Senhor dos Passos, iniciado em 1619, através de uma exposição composta por cartazes e elementos audiovisuais.Astronomia de regresso ao Planetário da NazaréO Planetário da Biblioteca Municipal da Nazaré também está a receber, durante o mês de Março, diversas actividades ligadas à promoção da Astronomia. Já depois de no dia 14, o cientista Máximo Ferreira ter orientado a 2ª edição do “Curso de Introdução à Astronomia”, está programada mais uma sessão curta de Astronomia para o dia 29 de Março, entre as 15h e as 17h 30. Durante aproximadamente 30 minutos, Máximo Ferreira irá conduzir os participantes por uma viagem ao Sistema Solar, desvendando alguns dos segredos de estrelas e planetas. Para os interessados, as inscrições são efectuadas no próprio local, no dia das sessões, isto num mês em que o conhecido astrónomo realizará também sessões dirigidas às escolas da região.No campo da leitura e das actividades dirigidas aos mais jovens (numa iniciativa dirigida a crianças inscritas no Centro de Actividades Infantis), podemos encontrar ainda clubes temáticos dedicados à “Escrita” ou “A Brincar Aprende-se Bem”, acções realizadas no espaço Infanto-Juvenil, e a hora do conto “Fuas Conta Contos” que no dia 21 de Março narra a história “A Baleia Azul”. Para quem gosta de conversa, está igualmente reservada a data de 28 de Março, destinada a um espaço de tertúlia aberto ao público sobre Arte contemporânea, intitulado “Conversas na Biblioteca”, entre as 16h e as 18h.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Prémios Vinhos de Portugal 2024 realizado em Alcobaça

Ministro da Agricultura marcou presença no evento que decorreu em hotel de luxo da cidade O Montebelo Mosteiro de Alcobaça Historic Hotel foi, no passado dia 3 de maio, o local escolhido para a realização da cerimónia de entrega dos prémios aos vencedores da 11º...

concurso de vinhos portugueses

Ampliaqua instala-se com inovação e investigação no Porto da Nazaré

A maior unidade de aquaponia do país que combina aquacultura e hidroponia livre de produtos químicos A AmpliAqua®️, uma empresa inovadora no campo da aquacultura, que combina aquacultura e hidroponia de forma sustentável, anunciou, em abril, a sua instalação no...

Ampliaqua