Q

Previsão do tempo

19° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 19° C
19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 22° C
24° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 21° C
[speaker]
[speaker]

A maior metamorfose de todos os temposnão passou de uma forte ilusão

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O público saiu decepcionadoPaulo AlexandreA maior metamorfose de todos os tempos, prometida pelo mágico Luís de Matos para assinalar a eleição do Mosteiro de Alcobaça como uma das sete maravilhas do património português, não passou, afinal, de uma grande desilusão.Centenas de pessoas, que se foram juntando na praça do Rossio desde o final da tarde […]
A maior metamorfose de todos os tempos<br>não passou de uma forte ilusão

O público saiu decepcionadoPaulo AlexandreA maior metamorfose de todos os tempos, prometida pelo mágico Luís de Matos para assinalar a eleição do Mosteiro de Alcobaça como uma das sete maravilhas do património português, não passou, afinal, de uma grande desilusão.Centenas de pessoas, que se foram juntando na praça do Rossio desde o final da tarde de Domingo para assistir a um dos espectáculos mais badalados de sempre, não escondiam o seu desapontamento pelo número de Luís de Matos. Incrédulos, muitos ainda aguardaram algum tempo no local, de olhos no Mosteiro, a aguardar pela segunda parte do espectáculo mas, afinal, a metamorfose que prometia deixar o público pasmado não foi além dos três minutos com o mágico a tentar libertar-se de um colete de forças antes da corda em que estava suspenso, com a ajuda de uma grua que o elevou a vários metros do solo até às torres do Mosteiro, se estatelar no chão.

No final, as cerca de 16 mil pessoas, números da organização, comentavam o que consideravam ter sido uma das maiores desilusões de sempre. Ouviram-se criticas como “estamos fartos de ver este número”, “isto é uma palhaçada”, “foi uma grande desilusão”, “estamos completamente decepcionados”, ou “há estradas de Alcobaça que precisam de obras e não as têm” e “a Câmara devia era demitir-se porque gastou

36 mil contos para nada”.O Presidente da Câmara, Gonçalves Sapinho, reconheceu que o evento ficou “aquém das expectativas”, mas preferiu, ainda assim, salientar o papel que Luís de Matos teve durante a campanha “o truque é votar” para a eleição do Mosteiro como “Maravilha de Portugal”. O mágico foi o padrinho da campanha de Alcobaça para a eleição do Monumento, património da Humanidade, e comprometeu-se, no final, com a Câmara, a elaborar num espaço de um ano um espectáculo exclusivo e grandioso para o concelho e o país verem.O autarca admitiu que desconhecia o conteúdo do espectáculo preparado pelo mágico, que a organização designou como a maior metamorfose de todos os tempos, por, segundo afirmou, “confiar no prestígio nacional e internacional de Luís de Matos”. A autarquia confirmou, ainda, que aceitou pagar os 180 mil euros pedidos pela empresa do mágico sem saber o que estava a comprar.Mais surpreendente, ainda, perante os acontecimentos deste Domingo, foi a afirmação do assessor do Presidente da Câmara, Eduardo Nogueira, que, mesmo perante o descontentamento generalizado do público, disse que se tinha tratado de um bom espectáculo, que as pessoas tinham gostado e que, quanto ao dinheiro empregue em tempos de crise financeira do país, das instituições e das famílias, era um sinal de

uma Câmara activa e que não se deixava abater pelos sinais de dificuldade, investindo, assim, na cultura e na animação da sede do concelho.Por seu lado, Luís de Matos mostrou-se espantado com as criticas dopúblico e garantiu que se “entregou por inteiro ao espectáculo e que melhor só mesmo com outro artista”. O mágico considerou, ainda assim, ser um bom sinal quando as pessoas saem dos seus espectáculos a quererem mais. Aos críticos do espectáculo deste Domingo, que

consideraram 180 mil euros excessivos para o trabalho de três minutos apresentado, Luís de Matos respondeu que melhor só se contratassem “um mágico melhor” do que ele.A Câmara pagou 180 mil euros ao mágico de Coimbra para fazer um número exclusivo para Alcobaça e que servisse de comemoração e agradecimento a todos quantos votaram naquele monumento em 2007. O valor já tinha sido considerado excessivo pela oposição na Câmara.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Prémios Vinhos de Portugal 2024 realizado em Alcobaça

Ministro da Agricultura marcou presença no evento que decorreu em hotel de luxo da cidade O Montebelo Mosteiro de Alcobaça Historic Hotel foi, no passado dia 3 de maio, o local escolhido para a realização da cerimónia de entrega dos prémios aos vencedores da 11º...

concurso de vinhos portugueses

Regulamento da ALEB apresentado na Junta de Freguesia da Benedita

A apresentação da versão final do regulamento da Área de Localização Empresarial da Benedita, que já contempla já os contributos prestados pelos membros da assembleia de freguesia, que marcaram presença na reunião de câmara descentralizada, do passado dia 21 de...

aleb