Q

Previsão do tempo

18° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 23° C
18° C
  • Monday 26° C
  • Tuesday 27° C
  • Wednesday 27° C
18° C
  • Monday 28° C
  • Tuesday 28° C
  • Wednesday 29° C

Caldas da Rainha têm o maior Centro Cultural do Oeste

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Paulo AlexandreO Presidente da República inaugurou na semana passada o Centro Cultural e de Congressos (CCC) das Caldas da Rainha. Com um dos maiores palcos do país, 600 metros quadrados, e 800 lugares, o CCC representa um investimento de 18 milhões de euros. O espaço pretende ser uma referência cultura na região Oeste e colocar […]
Caldas da Rainha têm o maior Centro Cultural do Oeste

Paulo AlexandreO Presidente da República inaugurou na semana passada o Centro Cultural e de Congressos (CCC) das Caldas da Rainha. Com um dos maiores palcos do país, 600 metros quadrados, e 800 lugares, o CCC representa um investimento de 18 milhões de euros. O espaço pretende ser uma referência cultura na região Oeste e colocar a cidade no circuito dos grandes espectáculos.Na primeira visita como Presidente da República às Caldas da Rainha,Cavaco Silva recebeu um banho de multidão. A ela, disse que foi com particular satisfação que se associou à inauguração do Centro Cultural, pois Caldas da Rainha é uma cidade conhecida pelas artes e cultura, que ao longo de décadas atraiu escritores e pintores, e onde se afirmou José Malhoa, um dos grandes nomes da pintura portuguesa.

Cavaco Silva considerou que “centro cultural é a expressão da vitalidade cultural da cidade, que sempre teve a capacidade de atrair forasteiros e visitantes”. O Presidente da República confessou que se deslocou muitas vezes à cidade atraído pela sua hospitalidade. Já no século XIX, recordou Cavaco Silva, as Caldas da Rainha eram um ponto de atracção das elites e hoje, com a ajuda das novas acessibilidades, a cidade adquiriu uma nova centralidade, que contribui para continue a ser um ponto de visitas obrigatórias. O Presidente da República lembrou que apesar das dificuldades que o país atravessa, “é preciso continuar a estimular a educação para a cultura porque também assim se contribui para a criação de riqueza, de mais empregos e para a melhoria da qualidade de vida dos portugueses”. Este equipamento, disse Cavaco Silva, “vai ser mais um ponto de encontro, de debate de ideias, de diálogo, que atrairá muitos forasteiros e turistas à cidade de Caldas da Rainha”O Presidente da Câmara de Caldas da Rainha, Fernando Costa, salientou, por seu lado, que o novo espaço tem capacidade para todo o tipo de espectáculos e, que isso eleva o nível cultural da região. O autarca lembrou que no grande auditório, “além da realização de concertos tradicionais será possível criar um espaço multifuncional, semelhante às arenas de circo”. “Uma versatilidade que é”, segundo o autarca,

“única no país, podendo, ainda, a sala ser encurtada, com bancadas amovíveis que podem ser substituídas por um palco central”.Carlos Bonifácio, convidado a representar o Município de Alcobaça,disse que a “abertura do CCC representa uma grande satisfação para toda a região que ganha mais um equipamento cultural”. Alcobaça, com o Cine-Teatro requalificado, e as Caldas da Rainha, com o Centro Cultural e de Congressos, disse o vice-presidente da Câmara de

Alcobaça, “passam a dispor de excelentes equipamentos para a promoção da cultura” na região.Telmo Faria destacou, por seu turno, a possibilidade da região oeste se poder afirmar em rede, com um conjunto de equipamentos como este, formando um verdadeiro cluster da indústria do turismo. Mas só o CCC das Caldas da Rainha não fará, segundo o Presidente da Câmara de Óbidos, da região um cluster nessa área. Já o Governador Civil de Leiria elogiou a capacidade instalada que prova, no seu entender, que há nas Caldas da Rainha, “um dinamismo e uma ligação muito grande das pessoas” e a prová-lo, disse, a moldura humana presente no dia da inauguração.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

As vantagens de apostar num projeto de cozinha com ilha

Este tipo de cozinhas modernas com ilha, são cada vez mais comuns em Portugal por oferecerem uma estética interessante e serem muito mais práticas do que as cozinhas com uma disposição mais tradicional.

artigo