Q

Previsão do tempo

18° C
  • Wednesday 19° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 22° C
19° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 27° C
19° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 29° C

A Oeste dos Candeeiros nada de novo

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Governo vai anunciar em breve o novo projecto para o TGVNovos projectos do TGV mantêm traçado através do concelho de Alcobaça Em breve o Governo vai anunciar o novo projecto do TGV com a linha Lisboa/Porto a passar a Oeste dos Candeeiros atravessando o concelho de AlcobaçaAntónio Paulo Uma vez mais, a exemplo de anteriores […]

Governo vai anunciar em breve o novo projecto para o TGVNovos projectos do TGV mantêm traçado através do concelho de Alcobaça Em breve o Governo vai anunciar o novo projecto do TGV com a linha Lisboa/Porto a passar a Oeste dos Candeeiros atravessando o concelho de AlcobaçaAntónio Paulo

Uma vez mais, a exemplo de anteriores alterações às calendarizações e aspectos técnicos do projecto, o REGIÃO apurou que na nova versão do projecto do TGV não está prevista qualquer alteração ao traçado definido pela Rede de Alta Velocidade (RAVE) para a linha Lisboa/Porto no “Lote C1 entre Alenquer (Ota/Pombal, por Oeste)” e a implantar a Oeste da Serra de Aire e Candeeiros. Mantêm-se também actual o mapa do Ministério das Obras Públicas e Habitação/Secretaria de Estado dos Transportes (ver REGIÃO número 48 de 3 de Agosto), no qual surgem definidos junto à vila da Benedita dois traçados para implantação da linha do TGV, sendo os únicos propostos para a realização do Estudo de Impacte Ambiental (EIA). Um deles surge traçado entre o aglomerado urbano da Benedita e o IC2, com a indicação de construção de três túneis. Um segundo traçado surge desenhado entre o IC2 e o sopé da Serra dos Candeeiros, sendo que este é aquele que os especialistas apontam como sendo o mais exequível do ponto de vista técnico e financeiro.

Este traçado renova a “ameaça” que desde há cerca de um ano impende sobre a Quinta da Serra – para onde a Câmara Municipal de Alcobaça, projecta a criação da Área de Localização Empresarial da Benedita (ALEB) – de poder vir a ser atravessada pela linha do comboio de alta velocidade, o que reduziria em grande parte a área de utilização do terreno de 150 hectares, que a autarquia adquiriu recentemente por cerca de 5,5 milhões de euros à família “Veríssimo”. Uma solução de traçado prevista para o concelho de Alcobaça, que para além da Benedita, levará ao atravessamento das Freguesias de Turquel, São Vicente de Aljubarrota, Prazeres de Aljubarrota, Évora de Alcobaça, Alpedriz, Pataias e Martingança. Um traçado que, recorde-se, tem levantado fortes protestos dos presidentes de Junta, da maioria PSD na Câmara e da Assembleia Municipal, que no mandato anterior e ainda no Governo do PSD/CDS aprovaram moções a manifestar “a total discordância e a oposição à passagem do TGV pelo concelho”. Os autarcas alegam que “os impactos sociais, económicos e ambientais serão incalculáveis e condicionarão negativamente o futuro das populações”. Como alternativa apontam para a passagem da linha a Este da Serra dos Candeeiros “por onde já passa a autoestrada e que pode muito bem agora receber o TGV”. De quatro para duas linhasA nova versão do projecto do TGV reduz de quatro para duas as linhas de alta velocidade entre Portugal e Espanha e prevê quatro paragens, uma delas em Leiria. A ligação a Espanha deverá estar concluída em 2017. A revelação foi efectuada pelo jornal “Público” na edição de 27 de Outubro, o qual dava conta que a nova versão do projecto reduz a duas as linhas do TGV (Lisboa-Porto e Lisboa-Madrid) prevê quatro paragens – Ota, Leiria, Coimbra e Aveiro – no percurso que liga as duas principais cidades portuguesasO anúncio de uma decisão política sobre a Rede de Alta Velocidade será feito, segundo aquele diário depois de o Governo revelar os seus projectos para o aeroporto internacional da Ota.De acordo com o anterior modelo de rede de alta velocidade, estavam previstas quatro ligações entre Portugal e Espanha: Porto-Vigo com investimentos na ordem dos 1.300 milhões de euros, Aveiro- Salamanca (2.300 milhões de euros), Lisboa-Madrid (1.900 milhões de euros) e Évora-Huelva, com passagem por Faro (2.600 milhões de euros). Fontes oficiais disseram ao “Público” que o projecto do TGV -a anunciar na segunda quinzena de Novembro será reduzido a apenas duas linhas a partir da capital, Lisboa-Porto e Lisboa-Madrid, sendo que esta será mista, servindo também para transportes de mercadorias.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Prémios Vinhos de Portugal 2024 realizado em Alcobaça

Ministro da Agricultura marcou presença no evento que decorreu em hotel de luxo da cidade O Montebelo Mosteiro de Alcobaça Historic Hotel foi, no passado dia 3 de maio, o local escolhido para a realização da cerimónia de entrega dos prémios aos vencedores da 11º...

concurso de vinhos portugueses

Regulamento da ALEB apresentado na Junta de Freguesia da Benedita

A apresentação da versão final do regulamento da Área de Localização Empresarial da Benedita, que já contempla já os contributos prestados pelos membros da assembleia de freguesia, que marcaram presença na reunião de câmara descentralizada, do passado dia 21 de...

aleb