Q

Previsão do tempo

17° C
  • Monday 17° C
  • Tuesday 19° C
  • Wednesday 20° C
17° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 23° C
19° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 24° C
  • Wednesday 26° C

IPMA lança campanha de sensibilização da população para a existência de Caravela-Portuguesa nas praia da costa oeste

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A espécie Physalia physalis (Caravela-Portuguesa) está, de momento, a ocorrer em toda a costa Portuguesa, incluindo nos Açores e Madeira. Entre as espécies que ocorrem em Portugal, a Caravela Portuguesa é a que exige mais cautela. Influenciada por ventos e correntes de superfície, é frequentemente avistada na nossa costa. Apresenta um flutuador em forma de […]

A espécie Physalia physalis (Caravela-Portuguesa) está, de momento, a ocorrer em toda a costa Portuguesa, incluindo nos Açores e Madeira.

Entre as espécies que ocorrem em Portugal, a Caravela Portuguesa é a que exige mais cautela. Influenciada por ventos e correntes de superfície, é frequentemente avistada na nossa costa. Apresenta um flutuador em forma de “balão” de cor azul e, por vezes, tons lilás e rosa; os seus tentáculos podem chegar aos 30m de comprimento e são muito urticantes, capazes de provocar graves queimaduras. Em caso de avistamento, não se deve tocar nos tentáculos, mesmo quando a Caravela portuguesa aparenta estar morta na praia.

“No passado dia 2, nas Praias de Paredes, Nazaré e São Martinho do Porto, foram relatados avistamentos de caravela portuguesa e medusa veleiro, parecida à anterior, embora com um formato mais pequeno, e menos perigosa. A perigosidade destes organismos resulta dos tentáculos urticantes e o contacto com a pele prova irritação, podendo provocar queimaduras graves ou choques anafiláticos, nos casos mais graves, daí a recomendação seja não mexer e reportar à Polícia Marítima da Nazaré”, explica o Comandante da Capitania da Nazaré, Lopes Figueiredo.

Em caso de contacto com os tentáculos de uma caravela, deve limpar bem a zona afetada com água do mar e retirar quaisquer pedaços de tentáculos que possam ter ficado presos na pele. Poderá aplicar vinagre e bandas quentes e deverá procurar assistência médica.

O programa GelAvista está a desenvolver, desde 2016, uma campanha nacional de sensibilização sobre estes organismos que surgem na costa, e tem vindo a envolver os cidadãos na ciência para a necessária recolha de informação sobre a ocorrência ou inexistência de organismos de aspeto gelatinoso na costa Portuguesa. Recebe informação sobre a presença de organismos gelatinosos, alertando a população, e transmite informação científica sobre as espécies, bem como os cuidados a ter em caso de contacto direto com a pele.

Qualquer ocorrência desta ou de outras espécies de organismos gelatinosos poderá ser comunicada ao programa GelAvista. A informação de cada avistamento (data, local, número de organismos e fotografia com objeto a servir de escala) deverá ser enviada para o email plancton@ipma.pt, ou através da aplicação GelAvista disponível na Play Store para sistemas Android.

Na página de facebook do GelAvista são frequentemente partilhadas as mais recentes ocorrências de organismos gelatinosos em Portugal, e no sítio gelavista.ipma.pt está também disponível informação sobre as espécies.

O Gelavista pretende continuar a contar com a colaboração da população para estudar e compreender a dinâmica dos organismos gelatinosos a larga escala em território nacional para que, no futuro, seja possível a previsão destas ocorrências.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Prémios Vinhos de Portugal 2024 realizado em Alcobaça

Ministro da Agricultura marcou presença no evento que decorreu em hotel de luxo da cidade O Montebelo Mosteiro de Alcobaça Historic Hotel foi, no passado dia 3 de maio, o local escolhido para a realização da cerimónia de entrega dos prémios aos vencedores da 11º...

concurso de vinhos portugueses

Regulamento da ALEB apresentado na Junta de Freguesia da Benedita

A apresentação da versão final do regulamento da Área de Localização Empresarial da Benedita, que já contempla já os contributos prestados pelos membros da assembleia de freguesia, que marcaram presença na reunião de câmara descentralizada, do passado dia 21 de...

aleb