Q

Previsão do tempo

18° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 20° C
19° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 24° C
23° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 23° C

Estabilização das arribas da Nazaré será feita em 8 meses

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O investimento de 1,7 milhões, com financiamento do POSEUR, irá intervir numa área desde o miradouro do largo de Nossa Senhora da Nazaré, no Sítio, à plataforma superior da gare do ascensor A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) apresentou, no passado dia 25, na Nazaré, o Projeto para a Estabilização das Arribas, um investimento de […]

O investimento de 1,7 milhões, com financiamento do POSEUR, irá intervir numa área desde o miradouro do largo de Nossa Senhora da Nazaré, no Sítio, à plataforma superior da gare do ascensor

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) apresentou, no passado dia 25, na Nazaré, o Projeto para a Estabilização das Arribas, um investimento de 1.697.400,00€ (IVA incluído) para realizar em 8 meses, que irá intervir numa extensão desde o miradouro em frente ao largo de Nossa Senhora da Nazaré até à envolvente da plataforma superior do ascensor.

A intervenção visa a estabilização das arribas na zona do Sítio e envolvente da plataforma superior do ascensor, funcionando como ação preventiva, ao atuar diretamente sobre os locais onde os diversos tipos de instabilizações são mais evidentes, garantindo a segurança de pessoas e bens, explicou Pimenta Machado, Vice-Presidente da APA – Agência Portuguesa do Ambiente.

A área a intervir apresenta, atualmente, vários sinais de instabilidade devido à sua exposição à erosão, o que tem causado a queda de blocos e desmoronamento/e derrocadas pela encosta.

Na zona de intervenção 1, onde se localiza o miradouro do Largo de N. S. Nazaré, será feita a remoção de muros existentes, saneamento e limpeza, e criada uma plataforma suspensa no Bico da Memória, onde a observação da praia e das praias passa a ser feito, retirando a sobrecarga atualmente existente sobre a arriba. Será, ainda, construída uma nova barreira, removidos os depósitos de material e vegetação, e instaladas caleiras de pavimento para a recolha e coleta das águas pluviais.

Na zona de intervenção sobre o ascensor, a intervenção prevista passa pelo saneamento, limpeza e remoção detritos e blocos soltos; remoção de depósitos de material e limpeza das superfícies, execução de muros de revestimento em alvenaria de pedra para preencher cavidades, instalação de rede metálica de proteção reforçada; barreira dinâmica flexível para proteção do canal do ascensor e uma vala intercetora do percurso de escorrência das águas pluviais.

O Presidente da Câmara da Nazaré, Walter Chicharro disse que esta é “uma obra muito ansiada e necessária” uma vez que se trata de uma área de forte concentração de pessoas que se deslocam à Nazaré em turismo ou visitas pontuais, movidos pela curiosidade de conhecer a onda gigante da praia do Norte “que tanto tem promovido Portugal lá fora”, tendo apelado a que a mesma seja feita de forma coordenada com o Município da Nazaré.

“O primeiro projeto que conhecemos não contemplava a zona da arriba por cima do ascensor. Acredito que foi o alerta do Município que levou a APA a incluir esta zona e a reformular o projeto”, disse o autarca, reforçando a necessidade de coordenação das intervenções planeadas com a Autarquia “a bem da sua realização e dos que dela irão usufruir no futuro”.

O autarca aproveitou a presença de vários representantes da APA e programas de financiamento para se referir à estrada do farol “uma das mais frequentadas do país onde as arribas também devem ser olhadas com atenção.”

Por sua vez, o Secretário de Estado do Ambiente, Hugo Pires, começou por dar conta da sua satisfação em estar na cerimónia. “São momentos como este que nos dão a oportunidade de ir ao território e ver os principais desafios e preocupações dos representantes locais e das populações, e da forma como as várias entidades se articulam para encontrar respostas para estes mesmos desafios.”

Na sua estreia em eventos públicos, Hugo Pires manifestou, ainda, a satisfação por este passo estar a ser dado. “A presente intervenção conduzida pela APA traduz-se num investimento de cerca de 1,7 milhões de euros em dois locais distintos, mas igualmente importantes, como são o Sítio da Nazaré e a zona envolvente da zona superior do ascensor, prevendo todas as condições de acesso e permanência a quem é atraído a este património que dá corpo ao famoso milagre da Nazaré, um dos lugares mais emblemáticos da região. Estou, por isso, confiante que rapidamente veremos o resultado deste esforço conjunto e que esta obra juntar-se-á a um catálogo de outras intervenções da APA já realizadas ou em curso.”

Até à data, foi feito investimento nos esporões do rio Alcoa (3,8M) no concelho da Nazaré; a reabilitação dos esporões do Rio Liz (1,5M) e a dragagem da lagoa de Óbidos (14,7 M) que perfazem um investimento de 21,250 milhões de euros na Região, inseridos num investimento global de 140 milhões projetado para o litoral, previsto no POSEUR, destinado a fazer face aos desafios que as alterações climáticas convocam.

“É fundamental encarar a adaptação às alterações climáticas em todas as vertentes: prevenção, proteção, e acomodação, tornando o território mais resiliente e adaptado,” disse o Secretário de Estado.

Nos últimos 60 anos, Portugal perdeu 13,3 quilómetros quadrados de território devido ao efeito das alterações climáticas e subida dos níveis de água, tendo o Secretário de Estado destacado, por isso, a importância das intervenções no âmbito dos Programas de Orla Costeira (POC), do Programa COSMO e do Plano de Ação Litoral XXI.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Estudante detido por tráfico de droga

Um jovem estudante, de 18 anos, foi detido pela PSP da Nazaré por tráfico de droga, no passado dia 27 de fevereiro. De acordo com as autoridades, no seguimento de uma investigação confirmou-se a suspeita de que o jovem, residente naquele concelho, se dedicava à...

estudante2222

Encerramento do Ascensor desespera comerciantes

Os comerciantes com negócios junto ao Ascensor falam em dificuldades financeiras devido à paragem do transporte há vários meses devido à realização das obras de sustentação das arribas por parte da Agência Portuguesa do Ambiente [APA]. A obra tinha o prazo de...

ascensor