Q

Previsão do tempo

16° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 15° C
  • Saturday 15° C
16° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 16° C
15° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 16° C

Paulo Mota Pinto encabeça lista do PSD por Leiria às eleições legislativas

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O presidente da Assembleia Municipal de Pombal, Paulo Mota Pinto, é o cabeça-de-lista do PSD pelo círculo eleitoral de Leiria nas eleições legislativas marcadas para o próximo dia 30 de janeiro.

O presidente da Assembleia Municipal de Pombal, Paulo Mota Pinto, é o cabeça-de-lista do PSD pelo círculo eleitoral de Leiria nas eleições legislativas marcadas para o próximo dia 30 de janeiro.

Paulo Mota Pinto tem 55 anos, é natural de Coimbra e residente em Lisboa, sendo filho do anterior primeiro-ministro Carlos Mota Pinto, natural de Pombal.

O candidato é jurista de profissão, tendo desempenhado anteriormente funções de juiz conselheiro do Tribunal Constitucional, professor universitário, deputado e presidente da Comissão Parlamentar dos Assuntos Europeus da Assembleia da República.

A lista de candidatos a deputados do PSD é constituída por, Paulo Mota Pinto, Hugo Oliveira, Olga Silvestre, João Marques, João Carlos Barreiras Duarte, Célia Cristina Freire, Álvaro Madureira, João Santos, Sofia Carreira, Alda Correia, Carlos Caetano, Fátima Lourenço, Jéssica Silva, Nuno Serrano e Tânia Oliveira.

Os candidatos a deputados do PSD pelo Distrito de Leiria comprometem-se a: Defender a promoção da atratividade de Leiria no panorama internacional, potenciando e fortalecendo a atração de investimento estrangeiro em áreas tradicionais, mas também (e sobretudo) inovadoras, tecnológicas e de base criativa.

Defender a necessária dotação de recursos humanos que permitam o bom funcionamento dos cuidados de saúde primários, nos centros, unidades, polos e extensões de saúde do distrito e o cumprimento da promessa de atribuição de médicos de família aos muitos milhares de famílias que ainda o não têm no Distrito.

Defender o reforço o Hospital do Leiria como um Hospital de excelência e de referência

Defender a reorganização do Centro Hospitalar do Oeste e consequente ampliação do Hospital das Caldas da Rainha, e a construção do novo Hospital do Oeste.

Defender o reforço do sector Termal, garantindo os apoios necessários à valorização dos recursos e promoção dos balneários existentes e salvaguardando os apoios necessários à definitiva recuperação e requalificação do Hospital Termal das Caldas da Rainha.

Promover a coesão territorial com medidas concretas como a diminuição das portagens da A13 e A19 e desconcentração de serviços do estado para gerar dinâmicas de desenvolvimento.

Defender a requalificação do IC2 e IC8.

Defender a abertura à aviação civil da Base Aérea de Monte Real.

Defender a requalificação, com a duplicação e eletrificação da Linha do Oeste a norte das Caldas da Rainha.

Defender a cobertura integral de todo o território distrital com rede de fibra ótica, bem como a melhoria substancial das comunicações móveis, buscando a universalização no acesso às redes 5G.

Defender a instalação de um Parque da Inovação e da Economia Digital em Leiria.

Defender a criação de uma Rede de FabLabs e Makers, apoiando o desenvolvimento de estruturas e equipamentos de base tecnológica no Distrito de Leiria.

Defender a promoção, nos concelhos da Região, da transformação de espaços devolutos em centros de captação e instalação de empresas criativas, com lógicas de funcionamento em rede a nível distrital (nomeadamente com centros de prototipagem e testes).

Defender a criação da Reserva mundial de Surf: “da Baleia ao Baleal”.

Defender o apoio às famílias numerosas e rever os escalões de atribuição do abono de família e do abono de família pré-natal, alargando a base de beneficiários e majorando o montante do abono de família para os seus descendentes em 50% e o abono de família pré-natal em 100%, a partir do segundo filho.

Defender o aumento do período da licença de parentalidade e assegurar gradualmente a gratuitidade nos estabelecimentos de infância (dos 0 aos 6 anos) das redes pública e solidária, e abrir linhas de financiamento para o aumento da oferta de creches e de jardins-de-infância junto às zonas industriais e áreas de localização empresarial do Distrito.

Defender a passagem do Instituto Politécnico de Leiria a Universidade Politécnica, bem como defender um modelo de financiamento mais meritocrático e transparente.

Defender uma política de arrendamento acessível, a construção de mais habitação social e a reabilitação do parque habitacional degradado ou devoluto, para posterior atribuição a jovens e famílias carenciadas.

Defender a construção de uma Estação de Tratamento e Valorização Energética de Efluentes de Suinícolas, que permita a reposição do equilíbrio do ecossistema e a viabilidade daquela atividade económica e a contribua para a despoluição da bacia hidrográfica do rio Lis e eventual criação de um Parque Industrial específico, com vantagens em termos ambientais, logísticos e de escala.

Defender também a intensificação das ações de reflorestação do Pinhal de Leiria, com informação sobre o seu estado e participação também das comunidades locais e dos municípios envolvidos.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Primeira loja de 2022 da Aldi inaugurada na Nazaré

A Aldi Portugal inaugurou a sua primeira loja de 2022 na Nazaré, depois de, em 2021, ter aberto mais de 20 lojas pelo País. Com esta abertura, foram criados cerca de 20 novos postos de trabalho e a Aldi arranca o ano com 106 lojas de norte a sul de Portugal.

aldi portugal 3 1 758x505 1