Q

Previsão do tempo

19° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 21° C
18° C
  • Friday 31° C
  • Saturday 28° C
  • Sunday 25° C
21° C
  • Friday 30° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 25° C

Despiste mata jovem em São Martinho do Porto

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Um jovem de 19 anos morreu na sequência do despiste da viatura que conduzia, na noite da passada sexta-feira, em São Martinho do Porto.

A vítima, natural de Sintra e residente com o pai em Salir do Porto, perdeu o controlo do veículo ligeiro de mercadorias de dois lugares a seguir a uma curva apertada, na ponte perto da estrada dos Medros, entre São Martinho e Salir, e foi parar a uma ribeira na Vala Real, onde o carro ficou capotado, submerso na água, o que dificultou a sua deteção.

Marcas de derrapagem e a destruição de parte da proteção da ponte acabaram por revelar onde estava a viatura, tendo o socorro mobilizado quatro viaturas e dez operacionais dos bombeiros voluntários de São Martinho do Porto, entre os quais três mergulhadores, e a equipa da viatura médica de emergência e reanimação das Caldas da Rainha.

“A viatura estava tapada pela água e só tinha uma roda à vista. O corpo encontrava-se no interior e os mergulhadores conseguiram abrir uma das portas com uma alavanca e fizeram a extração imediata”, contou o comandante dos bombeiros voluntários de São Martinho do Porto, João Bonifácio.

Depois de retirado da viatura, ainda foram feitas manobras de reanimação mas o óbito foi declarado no local pela equipa médica.

Segundo apurámos, o corpo não apresentava marcas do acidente. Como as portas estavam bloqueadas pela água “deve ter morrido por afogamento”, admitiu o responsável dos bombeiros. A ribeira, com cerca de dois metros de meio de profundidade, não costuma ter muita água, mas a chuva nos últimos dias fez aumentar o caudal, o suficiente para a água cobrir a viatura. Na altura do acidente estaria a chover torrencialmente.

O alerta foi dado perto da meia-noite, contudo, o acidente terá ocorrido horas antes. “O local é uma estrada com piso escorregadio e que não tem iluminação e onde há vários acidentes. Tem pouco movimento e agora ainda menos em tempo de pandemia e daí a razão de ter estado tanto tempo sem socorro até ser localizado”, relatou João Bonifácio.

As operações demoraram perto de duas horas e meia mas só na manhã de sábado é que o veículo foi retirado da água por um pronto-socorro.

O Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação da GNR recolheu vestígios para determinar as causas do acidente.

O cadáver foi transportado pelos bombeiros de Alcobaça para o Instituto de Medicina Legal de Leiria para ser autopsiado.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara de Alcobaça fecha 2021 com saldo positivo de 463 mil euros

A Assembleia Municipal de Alcobaça aprovou no passado dia 28, as contas da autarquia que terminou o ano de 2021 com um saldo positivo de 463,2 mil euros e reduziu a dívida em 386 mil euros. De acordo com o relatório de contas apresentado aos deputados a receita...

cma