Q

Previsão do tempo

14° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 19° C
  • Thursday 18° C
14° C
  • Tuesday 17° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 19° C
11° C
  • Tuesday 14° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 19° C

Câmara da Nazaré prepara medidas para apoiar o tecido empresarial e social

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Presidente da Câmara da Nazaré anunciou que tem mantido contactos regulares com o Primeiro-Ministro e outros membros do Governo da República, assim como com a Comissão Executiva do FAM, no sentido de iniciar a elaboração de um pacote de medidas económicas, e de apoio social, em resposta à crise pandémica causada pelo COVID-19.

A Autarquia avaliou os impactos previsíveis na receita municipal, relacionada com a duração dos atuais condicionamentos à atividade económica, e as medidas que poderá aplicar no apoio à economia local e cidadãos, como complemento às já anunciadas pelo Governo.

“Temos vindo a alertar o Governo para a necessidade de adoção de iniciativas que possam servir de suporte à comunidade, designadamente o setor primário (pesca e agricultura), essencial na estrutura de distribuição de alimentos; ajudando-a e dotando-a de mecanismos que permitam o restabelecimento da normalidade”, diz Walter Chicharro.

A aprovação do Relatório de Contas (em abril); a eventual redução de impostos nos próximos dois meses, mesmo para municípios em dificuldade estrutural financeira, como é o caso da Nazaré; a eventual criação de uma linha de crédito ou o adiantamento do Fundo de Equilíbrio Financeiro, e outras medidas que permitam aos Municípios injetar apoios económicos e pacotes de ajuda tanto para empresas como a particulares foram algumas das propostas apresentadas pela Nazaré nos seus contactos com a Administração Central e Comissão Executiva do FAM.

Walter Chicharro expos, ainda, a necessidade de obtenção de orientações da DGAL para a introdução do saldo na conta de gerência, bem como a prorrogação dos prazos dos projetos com financiamento comunitário, a simplificação da aprovação de projetos e despesas submetidas às autoridades gestoras para agilizar o pagar a empreiteiros e prestadores de serviço que ganharam essas obras/projetos dos municípios.

O autarca aguarda, também, indicações sobre a cobrança de serviços de água (Águas de Portugal), da Luz (EDP) e da Valorsul (Resíduos) ao Município para poder sugerir medidas locais de apoio os seus munícipes nesta fase.

“A vontade de injectar benefícios existe”, mas a sua aplicação está condicionada, nomeadamente pelos compromissos assumidos com o FAM, e ao anúncio do comportamento das grandes empresas fornecedoras de serviços essenciais aos Municípios.

Com base na disponibilidade orçamental, “serão projectadas medidas para contribuir para a atividade económica”, e adaptados alguns projectos, adequando-os à nova realidade.

Importante é a intenção manter os níveis de investimento da Câmara por forma a continuar a alimentar a economia e a manter o emprego privado no concelho, também por essa via.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

A maçã de Alcobaça é a que consome menos água a nível europeu

A produção da Maçã de Alcobaça faz uso eficiente da rega. Em média, 60 litros de água dão para cultivar um quilo de maçãs de Alcobaça. Em Espanha, para produzir um quilo do mesmo fruto são precisos 250 litros de água. “Somos a região da Europa, claramente, que usa...

maca

Real Abadia Congress & Spa Hotel comemora o 9º aniversário

O Real Abadia Congress & Spa Hotel está a comemorar o seu 9º aniversário.  Depois de dois anos em que o sector do turismo sofreu um forte abrandamento, a direção unidade, inaugurada em 2013, quer olhar para o futuro com confiança, e está fortemente...

real

Miramar investe 3 milhões de euros no agroturismo em Évora

O Grupo Miramar, da Nazaré, investiu 3 milhões na aquisição da Quinta do Louredo no concelho de Évora. O empresário Serafim Silva, responsável pelo grupo, explicou ao jornal de Leiria que em causa está um investimento de cerca de três milhões de euros num...