Q

Previsão do tempo

9° C
  • Tuesday 11° C
  • Wednesday 12° C
  • Thursday 13° C
9° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
9° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C

Paulo Inácio prescinde verbas do Pavilhão Multiusos e de outras infraestruturas, para combater CoronaVirus e apoiar economia local

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Câmara Municipal de Alcobaça criou um gabinete de crise para o acompanhamento da pandemia provocada pelo coronavírus – Covid-19.

No site oficial do Município, foi criada uma área de informação atualizada sobre os cuidados a ter e as ações governativas que estão a ser desenvolvidas tanto no plano nacional como municipal.

Entre as medidas tomadas para controlar o surto epidémico, Paulo Inácio declarou o encerramento ao público dos edifícios técnicos e administrativos da Câmara Municipal de Alcobaça, nomeadamente os Paços do Concelho, os Serviços Municipalizados, os serviços sociais instalados na Escola Adães Bermudes e o Parque de Negócios.

“O atendimento passa a ser limitado a situações urgentes e inadiáveis a avaliar caso a caso para efeitos de marcação de reunião”.

Ainda de acordo com o autarca, o Município de Alcobaça “conseguiu garantir a disponibilidade total e graciosa da Estalagem do Cruzeiro (em Aljubarrota), pertencente aos Serviços da Presidência do Conselho de Ministros, até ao dia 13 de abril, para descanso e retiro dos profissionais de saúde – médicos, enfermeiros e auxiliares – autoridades civis e equipas da proteção civil”.

Para além deste apoio, o Município de Alcobaça conseguiu obter material “importante ao nível de máscaras, batas, luvas e outras necessidades que serão entregues aos bombeiros e a outros membros da proteção civil local”.

Entretanto, entre as medidas de combate à epidemia, no seguimento das indicações da Direcção-Geral de Saúde, deu-se início ao plano de higienização das ruas do concelho, na passada sexta-feira, 20 de março, de forma a minimizar possíveis correntes de contágio do Novo Coronavírus, nomeadamente perto de farmácias, hipermercados e locais de maior afluência.

A reformulação dos centros de saúde e consequente distribuição do pessoal médico, outra das medidas abrangidas pelo Plano de combate à epidemia, levou ao encerramento dos Centros de saúde de Alfeizerão, Vimeiro, Évora de Alcobaça, Aljubarrota, Coz e Alpedriz, reforçando-se o pessoal médico na USF da Benedita, em Turquel, em São Martinho do Porto, na USF Pinhal do Rei (Pataias) e na USF Pedro e Inês (Alcobaça).

Para fazer face ao encerramento por tempo indeterminado de dezenas de negócios abrandamento de várias empresas, a Câmara anunciou que irá adotar medidas de apoio à economia local.

“Temos de começar também a preparar medidas de apoio à economia, sob pena desta catástrofe se prolongar por muito mais tempo, quer do ponto de vista da saúde quer do ponto de vista económico”, explica Paulo Inácio.

O autarca já comunicou aos colegas da OESTECIM a urgência de medidas articuladas visando as populações e empresas.

“Se a CCDR assim o entender, e o Governo também, o Município de Alcobaça prescinde perfeitamente das verbas que tem asseguradas para o Pavilhão Multiusos ou para outras infraestruturas, de forma a apoiar os concidadãos e as pequenas e médias empresas do nosso concelho, com o objetivo de manter os empregos tão necessários a todos nós. As pessoas são muito mais importantes do que qualquer equipamento. Julgo que o Governo deveria reforçar as verbas do Fundo Social Europeu para apoio às pessoas em detrimento das infraestruturas”.

Paulo Inácio esclarece que “não se oporá a esta solução, bem pelo contrário. Estamos inteiramente disponíveis para isso. Basta criar o diploma legislativo que o permita. Tenho a certeza que os meus colegas da OESTECIM partilham da minha opinião”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Câmara Municipal prepara novos perímetros de rega no concelho

Um ano após a inauguração da requalificação e modernização do Aproveitamento Hidroagrícola da Cela, a Ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes regressou, no passado dia 28 de novembro, à Associação dos Beneficiários da Cela, para abrir as XIII...

rega