Q

Previsão do tempo

17° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 21° C
17° C
  • Friday 31° C
  • Saturday 28° C
  • Sunday 25° C
19° C
  • Friday 30° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 25° C

Premiados do “Concurso de Empreendedorismo nas Escolas 2017/2018”

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Foram dezanove os projetos finalistas do “Concurso de Empreendedorismo nas Escolas 2017/2018”, no âmbito da candidatura da Promoção do Espírito Empresarial da Região Oeste, lançado pela Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCIM) e Associação Empresarial da Região Oeste (AIRO).

Depois de 146 projetos para análise e 508 alunos envolvidos foram escolhidos os 19 finalistas do 1º, 2º e 3º Ciclos e Ensino Secundário, que apresentaram os seus projetos na cerimónia que se realizou no dia 26 de maio, no Fórum Romeira, em Alenquer.

No final da sessão foram entregues os prémios e certificados de participação aos alunos.

Caldas da Rainha ganhou a distinção do município “Mais Criativo”. O prémio do Município “Mais Empreendedor” foi entregue a Alenquer.

A Escola Básica Integrada do Carregado, concelho de Alenquer, ganhou o prémio da mais empreendedora e as escolas mais criativas foram o “Externato Cooperativo da Benedita, concelho de Alcobaça, e a Escola Técnica Empresarial do Oeste, concelho de Caldas da Rainha.

Projetos vencedores

1º Ciclo

Em 1º lugar ficou o projeto, “V(ê) Torres Descrição” dos alunos, Inês Cavaco, João Santos, Margarida Gomes e Rodrigo Martins, da Escola Básica nº1 Torres Vedras. Consiste na criação de um Robô Guia Turístico para conhecer a cidade de Torres Vedras a pé. O Robô Guia Turístico circula autonomamente, interage com o público e fala seis línguas.

Em 2º lugar ficou o projeto “Paraíso dos cães” dos alunos, Marta Alexandre Forreta, Maria Ferreira Oliveira, Rodrigo Miguel Marques Coutinho, Francisco Maria Félix Ribeiro e Susana Ferreira, da Escola Básica 1 de Casal Velho – Alcobaça.

O projeto contempla uma creche canina na praia de São Martinho do Porto. Os donos vão fazer praia e levam os cães para a creche (na época balnear os cães não podem frequentar esta praia). O espaço terá refeitório, WC, parque, piscinas e consultório veterinário.

Em 3º lugar ficou o projeto “Baby Sitter Animal – Saia e deixe o seu animal em família”, dos alunos Sara Ligeiro Martim Henriques, Leonardo Coelho, Laura Santos e Tomás Faria, da Escola Básica 1º Ciclo de Canados – Alenquer

O serviço consiste em facilitar a saída das pessoas, já que podem deixar o seu animal doméstico que este será muito bem tratado.

2º Ciclo

Foi premiado com o 1º lugar o projeto “Mangueiras Einstein”, dos alunos, Denise Forreta, Matilde Costa e Matilde Bértolo, da Escola Básica e Secundária S. Martinho do Porto – Alcobaça.

O projeto consiste na colocação de mangueiras discretas nas árvores, que se ativam com o fumo dos incêndios. São diretamente ligadas a poços, ribeiras ou rios.

O 2º lugar foi entregue ao projeto, “Dinamo Design” dos alunos Carlota Henriques e Júlia Henriques, da Escola Básica de Santa Catarina – Caldas da Rainha. Trata-se de um site em que cada cliente cria a sua própria roupa. Os clientes só precisam de escolher o molde, o tecido e o padrão.

Ganhou o 3º lugar o projeto “Caça Fogos”, dos alunos Júlia Baptista, Maria Esteves, Maria Paulino e Matilde Andrade, da Escola Básica e Secundária S. Martinho do Porto – Alcobaça. Trata-se de um robô que vigia a floresta e que contém uma câmara que grava os criminosos que provocam incêndios. Manda alerta para as autoridades e começa a apagar o incêndio.

3º Ciclo

Em 1º lugar foi premiado o projeto “A Praça”, da aluna Carolina Barrelas dos Santos, da Escola Secundária Raúl Proença – Caldas da Rainha. A ideia consiste em melhorar e divulgar os produtos da praça das Caldas da Rainha.

Em 2º lugar ficou o projeto “Fit Your Self”, dos alunos, Diogo Silva, Kenzie Thain, Gustavo Ribeiro e Carolina Vasconcelos, do Colégio Rainha D. Leonor – Caldas da Rainha. Consiste num software que permite integrar num site de vendas on-line imagens em 3D, criadas pelo cliente (com recurso a uma câmara 3D) com o objetivo de utilizar a própria imagem vestida com as roupas do respetivo site. O software permite efetuar medições da estrutura de cada cliente com recursos a algoritmos matemáticos.

O projeto “Cadeira Térmica”, dos alunos Sofia, Mariana, David e Guilherme Escola da Escola Básica Integrada do Carregado – Alenquer, ficou em 3º lugar. Trata-se de uma cadeira que no inverno produz calor e no verão produz frio.

Ensino Secundário

O 1º lugar foi para o projeto “Glamping com os Dinossauros”, dos alunos, Cheila Norte, Nelson Inácio e Sabrina Antunes, da Escola Técnica e Empresarial do Oeste – Caldas da Rainha.

A ideia consiste na criação de alojamento em glamping que será realizado em yurts que serão autónomas e sustentáveis. Irão fornecer também um conjunto de atividades que irão complementar o Dino Parque, na Lourinhã, de modo a entreter todas as pessoas.

Alcançou o 2º lugar o projeto “Prevenção piloto”, dos alunos Carolina Pereira Segurado, Patrícia Alexandra Nunes dos Santos, Gabriel Santos Andrade e Ricardo Miguel Malaquias, da Escola Técnica e Empresarial do Oeste – Caldas da Rainha. A ideia consiste na utilização de um terreno piloto definido em parceria com a autarquia para a implementação de um modelo de gestão e governação da floresta.

Em 3º lugar ficou o projeto “DIF” – detetor de fogo infravermelhos, dos alunos, Gonçalo Daniel, Gonçalo Ribeiro, David Serrazina e Guilherme Pires do Externato Cooperativo da Benedita – Alcobaça.

O objetivo é colocar DIF’s em todas as áreas florestais do Oeste para prevenir incêndios e ajudar os bombeiros a conseguir intervir mais rápido e prevenir o alastramento das chamas. O DIF é um objeto que deteta o fogo e que transmite para uma central. O DIF contém sistema wireless, uma câmara com infravermelhos numa torre, num raio de x metros.

Os projetos foram avaliados e valorizados tendo em conta os critérios de inovação da ideia de negócio (criatividade e originalidade), viabilidade da ideia de negócio (possibilidade de concretização da ideia), estruturação do formulário (Plano de Negócios), trabalho de campo (recolha e pesquisa) e empenho dos alunos. Inclui contatos com empresas, manuseamento de fontes de informação secundárias, bem como a realização de maquetes ou protótipos; responsabilidade social (manifestar preocupações ambientais e sociais) e apresentação do projeto perante o júri (para os projetos selecionados).

No total, o Concurso de Empreendedorismo nas Escolas realizado em 2016/2017 e 2017/2018 já recebeu 305 projetos, apresentados por 819 alunos, perfazendo 8600 alunos (média de alunos/turmas/workshops) envolvidos nas sessões e atividades realizadas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Novo recorde de maior onda surfada na Praia do Norte

Há um novo recorde mundial de maior onda já surfada na Praia do Norte, na Nazaré, que foi alcançado pelo alemão Sebastian Steudtner, que em 29 de outubro de 2020 atingiu os 26,21 metros, segundo foi anunciado nesta terça-feira pela World Surf League (WSL),...

ondajpg

Mário Cerol assumiu o Comando dos Bombeiros Voluntários da Nazaré

O novo comandante dos Bombeiros Voluntários da Nazaré tomou posse do cargo, no passado dia 25 de abril, uma cerimónia que contou com a presença da população e das entidades convidadas. Mário Cerol falou em compromisso, responsabilidade e em gratidão pelo convite...

mario cerol