Q

Previsão do tempo

17° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C
17° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 25° C
16° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 26° C

DGESTE escutou preocupações do Município no Conselho Municipal da Educação

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
No dia em que se celebraram os 749 anos da realização da 1ª aula pública em Portugal, realizada a 11 de janeiro de 1269 no Mosteiro de Alcobaça, a Câmara Municipal de Alcobaça realizou uma sessão aberta do Conselho Municipal da Educação

que contou com a presença do Delegado Regional de Lisboa e Vale do Tejo da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, Francisco Neves. Durante a reunião, realizada no Auditório da Biblioteca Municipal de Alcobaça, o responsável recolheu um conjunto de preocupações relacionadas com a realidade do ensino no concelho, partilhadas pelo presidente da Câmara Municipal, Paulo Inácio, e pelos membros do Conselho presentes.

“O que se passou este ano com o Externato Cooperativo da Benedita é o resultado de dois erros crassos por parte do Governo Central: em primeiro lugar, não devemos confundir as pessoas com números; em segundo lugar, não podemos meter no mesmo saco instituições de ensino privado e as cooperativas de ensino, as quais se contam pelos dedos de uma mão a nível nacional, cumprindo localmente deveres que são do Estado”, sublinhou o autarca.

Outra das questões discutidas foi necessária substituição das estruturas de fibrocimento em alguns estabelecimentos escolares do concelho, nomeadamente a Escola D. Pedro I. Paulo Inácio esclareceu que “durante o ano de 2017, a autarquia substituiu algumas estruturas e iremos prosseguir este trabalho durante este ano. Porém, a manutenção estrutural de edifícios públicos como a Escola D. Pedro I são da responsabilidade do Estado, pelo que contamos com a sua iniciativa relativamente a esta e outras matérias”.

Francisco Neves explicou que “este tem sido um trabalho cumprido de forma faseada e à medida da margem orçamental disponível. Em todo o caso, assumo o compromisso de enviar técnicos especializados à Escola D. Pedro I para avaliar a urgência deste caso em particular.”

O Presidente da Câmara Municipal garantiu que estes e outros assuntos irão ser abordados na reunião com a Secretária de Estado Adjunta e da Educação Alexandra Leitão, agendada para o próximo dia 7 de fevereiro.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara de Alcobaça fecha 2021 com saldo positivo de 463 mil euros

A Assembleia Municipal de Alcobaça aprovou no passado dia 28, as contas da autarquia que terminou o ano de 2021 com um saldo positivo de 463,2 mil euros e reduziu a dívida em 386 mil euros. De acordo com o relatório de contas apresentado aos deputados a receita...

cma