Q

Previsão do tempo

19° C
  • Tuesday 20° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 23° C
19° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 30° C
  • Thursday 26° C
19° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 30° C
  • Thursday 27° C

Grupo Auto Júlio adquiriu Alferpac empresa da Benedita

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Grupo Auto Júlio, a celebrar o seu 30º aniversário, iniciou uma nova fase, com a entrada na área das Energias Renováveis e Eficiência Energética, adquirindo 70% do capital social da Alferpac.

O Grupo, com sede nas Caldas da Rainha e de gestão familiar, é composto por 13 empresas, presentes em 10 sectores de atividade, dando emprego a 280 pessoas.

A Alferpac, adquirida no início do ano, conta com uma equipa de 20 engenheiros (cerca de um quarto do número total de funcionários) e tem clientes como a EDP Comercial, a EPAL e a Vodafone, entre outras empresas.

A empresa foi criada Benedita, em 2002, e desde essa altura que mantém uma grande ligação com a EDP Comercial (que comercializa energia no mercado liberalizado). Essa relação tem sido profícua para ambas as empresas.

Com a Vodafone, são os responsáveis pela manutenção e auditorias das suas áreas mais críticas. Atualmente, por exemplo, a Alferpac está a remodelar a instalação elétrica e AVAC do principal Datacenter da Vodafone, em Alfragide.

Na relação com o parceiro Canas, que trabalha diretamente para a EDP Distribuição, são “subcontratados designados”, sendo responsáveis pelo piquete (24 horas e 365 dias por ano) e das obras da rede de três concelhos (Rio Maior, Bombarral e Cadaval).

Para além disso, têm vários clientes na indústria onde fazem todo o tipo de trabalhos, desde a montagem de PTs a quadros elétricos.

Uma das áreas onde a Alferpac pretende crescer mais é como Empresas de Serviços de Energia. “Nós queremos ser uma referência na área da Eficiência Energética”, salienta Luís Ventura, um dos administradores da Alferpac.

A Eficiência Energética é a otimização feita do consumo de energia e consegue-se através de um projeto de reformulação nas instalações, que pode levar à poupança de energia e de dinheiro. Isso consegue-se através da utilização de fotovoltaicas, geradores de velocidade, iluminação de LEDs e ar comprimido, entre outras soluções.

A Alferpac é umas das Empresas de Serviços de Energia (ESCO) para as empresas públicas nacionais. As ESCO são empresas que fazem um investimento na reformulação dos consumos energéticos (por exemplo, na iluminação pública) e durante um determinado período recebem uma parte do que se poupa.

É preciso entender o sistema a ser alterado a nível energético e desenhar um modelo dinâmico do seu consumo, para perceber se vale a pena fazer o investimento da sua reestruturação, de forma a que se amortize num período razoável. Uma medida é boa quando se paga a meio do final da sua vida útil. Quem faz o investimento tira benefício das poupanças, mas também partilha esses benefícios.

Esta é uma área ainda recente em Portugal, mas há metas para cumprir para o país reduzir a sua dependência energética.

Uma das motivações para a Alferpac se juntar ao Grupo Auto Júlio foi ganhar dimensão e estofo financeiro para permitir concorrerem com melhores condições aos concursos públicos para estes investimentos.

Para o Grupo, o investimento na Alferpac faz todo o sentido, tendo em conta que o futuro dos setores dos automóveis e dos combustíveis poderá não ser tão risonho. Isto tendo em conta novas realidades como os carros elétricos, a partilha de viaturas e a condução por inteligência artificial.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Real Abadia Congress & Spa Hotel comemora o 9º aniversário

O Real Abadia Congress & Spa Hotel está a comemorar o seu 9º aniversário.  Depois de dois anos em que o sector do turismo sofreu um forte abrandamento, a direção unidade, inaugurada em 2013, quer olhar para o futuro com confiança, e está fortemente...

real

Miramar investe 3 milhões de euros no agroturismo em Évora

O Grupo Miramar, da Nazaré, investiu 3 milhões na aquisição da Quinta do Louredo no concelho de Évora. O empresário Serafim Silva, responsável pelo grupo, explicou ao jornal de Leiria que em causa está um investimento de cerca de três milhões de euros num...

Open Days do Emprego revela que “faltam pessoas para trabalhar”

Célia Roque, diretora do Centro de Emprego de Oeste Norte (que abrange sete concelhos), considerou no Open Days do Emprego, que decorreu na Expoeste, nas Caldas da Rainha, que um dos fatores mais críticos da região é a “falta de pessoas para trabalhar”. “É um...

emprego 1