Q

Previsão do tempo

17° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 28° C
17° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 32° C
18° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 32° C

Centro Social de Valado dos Frades equilibra as finanças, mas o futuro é incerto

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Centro Social de Valado dos Frades conseguiu equilibrar a situação financeira difícil que vivia e evitou o encerramento de serviços, mas o futuro continua incerto.

As dificuldades de funcionamento da Instituição foram divulgadas há um ano, e desde então foram tomadas medidas que a ajudaram a equilibrar-se e a manter-se em funcionamento.

“Foram tomadas medidas dolorosas, nomeadamente com o despedimento de 3 pessoas e a não renovação com funcionários que estavam a contrato. Ao mesmo tempo, foi solicitado apoio à população. Registámos, também, um aumento da procura, tanto de crianças como de idosos, o que ajudou ao equilíbrio”, explicou a irmã Cristina Pereira.

A situação do Centro não é de conforto financeiro, mas encontra-se melhor que há um ano. “Se assim não fosse, teríamos que fechar”, sublinha a responsável.

Com os apoios do Estado reduzidos, face às necessidades, e as mensalidades cobradas aos utentes demasiado baixas para um funcionamento desafogado, mas as possíveis para um meio social de poucos recursos, o Centro Social admite que “para manter a casa, será necessária uma gestão criteriosa e aplicar mais medidas”.

Atualmente, presta Apoio domiciliário a 23 utentes, serve o mesmo número de pessoas no Centro de Dia, e faz Apoio domiciliário ao fim de semana, que não é comparticipado pela Segurança Social “o que tem sido um problema”, lamenta a irmã Cristina Pereira.

Do lado da infância, há 46 crianças na educação pré-escolar e 50 na creche, estando 25 crianças no serviço social de ATL.

Apesar destes números, o dinheiro não chega. “Temos que continuar a tomar medidas que nos ajudem a estabilizar financeiramente”, diz quem faz contas às necessidades de uma instituição com uma idade avançada, e cujas instalações também já reclamam intervenções.

“Há obras estruturais que começam a ser urgentes, como pinturas ou a cobertura, mas não temos possibilidades. Temos que pensar bem a casa, e a sua gestão”.

Recentemente, em colaboração com a Câmara da Nazaré, foi reformulado e adaptado às exigências legais, o parque infantil do Centro Social, o que permitiu a sua legalização. “Foi preciso fazer muros à volta do parque, separar os mais pequenos dos maiores, fazer uma caixa de areia, e adquirir material”.

Foram adquiridos equipamentos, devidamente homologados, para as crianças brincarem, e que agora têm um comboio (numa alusão à estação de caminhos de ferro de Valado dos Frades), algumas molas e uma prancha para fazerem do recreio uma festa um tempo de boas brincadeiras.

“Foi graças a donativos externos, vindos do Santuário Fátima e de uma Associação de Leigos do Luxemburgo, mas também da Junta de Freguesia de Valado dos Frades e da Câmara Municipal da Nazaré que conseguimos esta melhoria”.

Sobre o futuro da Instituição, já a caminho de cumprir o centenário da sua fundação, não há certezas. “Temos que ir vivendo um dia de cada vez”, mas a ideia é continuar a afinar a gestão e cortar no desnecessário para tentar manter as portas abertas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Mário Cerol assumiu o Comando dos Bombeiros Voluntários da Nazaré

O novo comandante dos Bombeiros Voluntários da Nazaré tomou posse do cargo, no passado dia 25 de abril, uma cerimónia que contou com a presença da população e das entidades convidadas. Mário Cerol falou em compromisso, responsabilidade e em gratidão pelo convite...

mario cerol

Acessos à Nazaré decorados com esculturas

Bugalho Ferros, artista natural do concelho de Alcobaça, será autor de quatro esculturas que irão ser instaladas em pontos de entrada do município da Nazaré, e que têm como finalidade melhorar a imagem dos acessos com a arte e aspetos ligados à cultura local. Na...

rotunda