Q

Previsão do tempo

17° C
  • Sunday 16° C
  • Monday 15° C
  • Tuesday 13° C
17° C
  • Sunday 16° C
  • Monday 15° C
  • Tuesday 14° C
18° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 13° C

Mostra de doces aposta em espetáculo inédito para atrair 50 mil pessoas

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Aproxima-se um fim de semana doce em Alcobaça com a realização de mais uma edição da Mostra dos Doces Conventuais.

O presidente da câmara de Alcobaça, Paulo Inácio, acredita que “esta poderá ser a maior mostra [Internacional de Doces & Licores Conventuais] de sempre”, esperando que o espetáculo de ‘vídeo mapping’, que será projetado na fachada do mosteiro, “atraia cerca de 50 mil pessoas”.

Criado pela Ocubo.com, o espetáculo intitulado “Alcobaça – A Luz do Amor” vai transformar os 200 metros da fachada do mosteiro “numa parede de luz imersiva sobre a qual os surpreendentes episódios históricos se sucedem”, revelou a organização, sublinhando que aquela será “a maior projeção feita numa única fachada em Portugal”.A banda sonora inclui composições originais, concebidas especialmente para este espetáculo, e música dos alcobacenses The Gift.

O espetáculo contará a história do próprio mosteiro, “evidenciando o extraordinário papel dos monges da Ordem de Cister e a importância das suas atividades no desenvolvimento social, cultural e económico da região”, revelou a autarquia na apresentação da mostra que irá decorrer entre esta quinta-feira e domingo. O vídeo mapping “Alcobaça-A Luz do Amor,” será exibido no seguinte horário:Quinta, 19 nov: 20h00, 21h00, 22h00 e 23h15; Sexta, 20 nov: 20h00, 21h00, 22h00 e 23h15; Sábado, 21 nov.: 20h00, 21h00, 22h00 e 23h15

A integração do ‘vídeo mapping’ na XVII Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais insere-se na celebração do legado cisterciense, no ano em que se assinalam os 900 anos da Casa Mãe da Ordem de Cister – a Abadia de Claraval, em França, e os 25 anos da classificação do Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça como Património Mundial da UNESCO.

O espetáculo tem um orçamento a rondar os 70 mil euros, 50 mil dos quais “comparticipados pelo Turismo do Centro e o restante assegurado pelas receitas de bilheteira”, esclareceu Paulo Inácio.

A este montante se juntam outros cerca de 60 mil euros para a realização da mostra da melhor doçaria conventual, contendo este ano como a participação das ordens de Cister, Santa Clara e São Bento.

Cornucópias, Pão-de-Ló de Alfeizerão e ginja de Alcobaça juntam-se aos Pastéis de Santa Clara (Coimbra), Brisas da Liz (Leiria), Licor de Singeverga (Roriz – Santo Tirso), D. Rodrigo (Portimão), Pão de Rala (Alentejo), Trouxas do Mondego (Tentúgal) e Pudim Abade de Priscos (Braga) numa viagem gastronómica em que os melhores se podem habilitar aos concursos para obter o prémio de melhor doce ao melhor licor.

A mostra conta ainda com a representação de abadias cistercienses de Espanha, França e Bélgica, sendo que esta última levará, mais uma vez, ao certame a cerveja conventual.

Um programa de animação recheado de música e evocação histórica completa os atrativos do certame visitado o ano passado, segundo a câmara, por cerca de 40 mil pessoas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Timorenses acolhidos por Alcobaça aguardam ofertas de emprego

40 migrantes de nacionalidade timorense foram alojados na Pousada da Juventude de Alfeizerão, em Alcobaça. “São na maioria jovens entre os 20 e os 30 anos, que vieram encaminhados pela Segurança Social de Leiria”, segundo o presidente da Câmara de Alcobaça,...

Trabalhadores dos rebocadores costeiros veem as suas pensões repostas

Trabalhadores dos navios rebocadores costeiros viram as suas pensões suspensas durante cerca de dois anos devido a uma reinterpretação da Lei. Para além da suspensão, o Centro Nacional de Pensões impunha a reposição das pensões auferidas nos dois últimos anos....

rebocador 1