Q

Previsão do tempo

13° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C
13° C
  • Thursday 17° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C
14° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C

Câmara de Alcobaça leva produtores do Malhado a Vinhais

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Porco Malhado, espécie autóctone da região de Alcobaça, tem condições para se tornar numa nova marca do concelho, juntando-se a outros produtos característicos da região.

Esta foi a principal motivação da comitiva, na qual se incluíam técnicos veterinários, autarcas e produtores do Malhado de Alcobaça, que a Câmara levou a Vinhais, no passado dia 28 de outubro, para conhecer o exemplo do Porco Bísaro. Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho de duas décadas que levou à afirmação do porco Bísaro e da indústria de enchidos e fumeiro de Vinhais como marcas de alcance nacional.

“O concelho de Vinhais é, à semelhança de Alcobaça, um exemplo de uma autarquia totalmente identificada com as suas tradições e com os seus produtos regionais. Alcobaça tem uma grande variedade de oferta e procura dedicar-se a cada um dos seus produtos de igual modo. É um trabalho hercúleo ao qual nos dedicamos por inteiro”, explicou a Vereadora da Cultura Inês Silva.

A viagem até Vinhais serviu igualmente de intercâmbio entre os produtores do Malhado que, inspirados pelo exemplo do Bísaro, poderão desenvolver esforços conjuntos e estratégias de promoção e de crescimento da espécie cujo potencial gastronómico e qualidade gourmet puderam ser apreciados durante a última Feira de São Bernardo.

“O papel da Câmara Municipal de Alcobaça é o de facilitador e promotor do desenvolvimento da atividade económica no concelho, ao mesmo tempo que constrói uma identidade na qual os munícipes se podem rever e orgulhar. Trabalhamos para fortalecer e personalizar a nossa identidade e o Porco Malhado, tal como todos os outros produtos da região, faz parte dessa identidade”, sublinha Paulo Inácio, Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Timorenses acolhidos por Alcobaça aguardam ofertas de emprego

40 migrantes de nacionalidade timorense foram alojados na Pousada da Juventude de Alfeizerão, em Alcobaça. “São na maioria jovens entre os 20 e os 30 anos, que vieram encaminhados pela Segurança Social de Leiria”, segundo o presidente da Câmara de Alcobaça,...

Trabalhadores dos rebocadores costeiros veem as suas pensões repostas

Trabalhadores dos navios rebocadores costeiros viram as suas pensões suspensas durante cerca de dois anos devido a uma reinterpretação da Lei. Para além da suspensão, o Centro Nacional de Pensões impunha a reposição das pensões auferidas nos dois últimos anos....

rebocador 1