Q

Previsão do tempo

16° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 28° C
  • Wednesday 23° C
17° C
  • Monday 27° C
  • Tuesday 36° C
  • Wednesday 30° C
16° C
  • Monday 28° C
  • Tuesday 34° C
  • Wednesday 30° C

Auditoria pedida pelo PS revela que Câmara pagou quase dois milhões de euros sem registos contabilísticos

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A auditoria mandada fazer pela atual gestão (PS) da Câmara às contas do município (de 2003 a 2014) revelou, entre outros aspetos, que a Câmara pagou quase dois milhões de euros sem a existência de registos contabilísticos.

“Entre as dívidas a fornecedores registadas pelo município [12.

657.156 euros] e os montantes reclamados pelas instituições de crédito

[14.655.350 euros], constatava-te uma insuficiência na dívida reconhecida de 1.998.194 euros”, montante que, segundo o relatório da auditoria, feita pela BDO, “pode traduzir dívida cedida a instituições de crédito e não registada pelo município”.

A auditoria incidiu sobre a contabilidade dos anos 2003 a 2014, tendo concluindo que a diferença encontrada entre os valores apontados pelos bancos e os registado pelo município poderá até “estar subavaliada”, sendo difícil a sua quantificação exata “tendo em consideração o tipo dos principais movimentos em aberto, relacionados com reembolsos debitados pelas instituições financeiras” e para os quais, refere o documento, “o município não procedeu à emissão das respetivas ordens de pagamento”.

De acordo com os autores do relatório, as reconciliações bancárias auditadas evidenciavam igualmente a existência, a 31 de dezembro de 2014, de uma diferença de 3.502.364 euros, dos quais mais de 3,3 milhões de euros “não se encontram reconciliados”.

A explicação, adianta o relatório, poderá ter por base, “a não contabilização ou registo dos movimentos bancários” ou seja, “terão sido “efetuados débitos nas contas bancárias do município, pagamentos e saídas de dinheiro relativamente aos quais não foram elaboradas as correspondentes ordens de pagamento” nem efetuados “os correspondentes registos contabilísticos”.

Ou seja, a despesa terá sido feita sem autorização.

Ainda de acordo com o relatório, entre 2003 e 2013 “não foram lavrados termos e contagem de caixa” no final dos exercícios, o que dificultou a auditoria pedida pelo atual executivo.

Contactado pela Lusa, o presidente da autarquia, Walter Chicharro, afirmou que “as conclusões agora apuradas ainda vão ser analisadas mais profundamente”, já que o executivo quer “ver clarificadas todas as contas da autarquia”.

A câmara pretende ainda agendar a discussão do relatório para a Assembleia Municipal onde “os seus membros poderão determinar se o mesmo deve originar algum tipo de procedimento em relação à anterior gestão”.

Além desta auditoria está a decorrer uma outra que incide sobre “os grandes projetos, como o Car Surf, os centros escolares e os recifes artificiais, obras que herdámos paradas por falta de pagamentos aos empreiteiros”, referiu.

A situação, acrescentou, impediu a câmara de obter as respetivas comparticipações europeias até ter recebido 7,5 milhões de euros de Apoio Transitório de Urgência no âmbito do empréstimo do Fundo de Apoio Municipal.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Braga de novo “Brilhante” levantouo troféu da Euro Winners Cup

Futebol de Praia: ACD O Sotão ficou no 3º lugar da prova. Decorreu na praia da Nazaré de 8 a 16 de Junho, o Euro Winners Cup. O estádio do Viveiro Jordan Santos e campos adjacentes foram o palco de inúmeros jogos, nas vertentes masculinas e femininos. Na grande...

448561289 18440336599000110 8585624812273994783 n

O sonho tornou-se real e o NDFAC subiu à elite do andebol nacional

Andebol: Nazaré tem pela primeira vez uma equipa no Nacional da 1ª Divisão em seniores masculinos Em jogo da 10ª e última jornada da Fase Final do Campeonato Nacional da Divisão de Honra de Seniores Masculinos, o Nazaré Dom Fuas Andebol Clube de Paulo Félix perdeu...

img 2816 copiar 1 2500 2500

Relatório de Gestão Consolidado do Município

Nazaré O Relatório de Gestão Consolidado do Município da Nazaré foi 2023 foi aprovado com 4 votos e 3 contra na reunião de Câmara do passado dia 7 de junho. De acordo com o documento, o passivo do Grupo Municipal apresentou, a 31 de dezembro de 2023, um valor de...

reuniao