Q

Previsão do tempo

9° C
  • Wednesday 12° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C
9° C
  • Wednesday 11° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 14° C
8° C
  • Wednesday 11° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C

Estudo do ICES para quota de pesca da Sardinha reavaliado

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A avaliação do estudo que determina a quota de pesca ibérica acontece depois do protesto da Nazaré em Lisboa

A quota de pesca da sardinha para Portugal prevista pelo ICES, de

1.587 toneladas para 2016, menos de 10% do limite de 2015, está a ser estudada por Portugal e Espanha, depois da Ministra do Mar, Assunção Cristas, ter admitido, numa reunião com homólogos de Espanha, França e Itália, erros nesse estudo, e adiantado que se torna necessário perceber bem o que está por detrás do valor proposto.

De acordo com a ministra da Agricultura e Mar, o parecer científico que propõe uma redução da captura em 2016 tem um problema subjacente de metodologia e levanta dúvidas, acrescentando que os dois países vão trabalhar em conjunto no sentido de partilhar os melhores dados científicos e conferir com o ICES os dados que eles dispõem.

Os pescadores da Nazaré que já chegaram ao seu limite para este ano, no passado dia 22 de agosto, e contestam a proposta do ICES para 2016.

Embora sem caráter obrigatório, o parecer do ICES é adotado por Portugal e Espanha, uma vez que a consequência é a União Europeia passar a gerir o ‘stock’ de sardinha ibérica.

A confirmarem-se as 1587 toneladas para 2016 “será a ruína”, alerta Joaquim Zarro, Presidente da Associação de Armadores e Pescadores da Nazaré, que garante “nunca ter existido tanta sardinha, como agora, no mar nacional”.

“A sardinha faz um percurso de sul para norte, e se nós não a apanharmos, Espanha e França fá-lo-ão”, disse o armador do cerco, que terminou com um apelo ao Ministério “temos os recursos e os meios, por isso deixem-nos trabalhar mais meses, ao ano”.

O Presidente da Câmara Municipal, Walter Chicharro, manifestou, entretanto, a sua satisfação pelo anúncio de reavaliação do estudo científico do ICES “apesar de achar estranho que tenha sido preciso esta luta para levar a esta decisão”.

O autarca espera que esta posição do Governo “seja sinal de boas notícias para o setor”.

No passado dia 26 de agosto, o Presidente da Câmara Municipal e o responsável pela Associação de Armadores e Pescadores, deslocaram-se a Lisboa para entregar as últimas sardinhas pescadas no mar da Nazaré à Ministra Assunção Cristas, num protesto simbólico, que visou sensibilizar o Governo para negociar melhores quotas de captura para 2016.

A ação de protesto da Nazaré teve uma grande cobertura por parte da imprensa nacional e regional, que conseguiu passar, em horário nobre, nos três canais abertos de televisão, bem como na televisão paga, rádios nacionais, imprensa nacional de referência, imprensa e rádios regionais, o apelo para o aumento da quota de pesca da sardinha, pois “a concretizar-se a recomendação do Conselho Internacional para a Exploração dos Mares (ICES), para que os totais admissíveis de capturas (TAC) da sardinha em águas ibéricas se limitem às 1.587 toneladas no próximo ano, “verificar-se-á uma redução de 90% face a

2015 e um estrangulamento da atividade”.

“Serão atiradas para a miséria cerca de 100 famílias, na Nazaré, que vivem da pesca da Sardinha, e verificar-se-á a morte de um conjunto de setores da economia, ligados à pesca”, afirmou Walter Chicharro, que não compreende os “esforços assegurados por armadores e pescadores decorrentes da implementação do Plano de Ação da Pesca da Sardinha (2012-2015), com o objetivo de assegurar a sustentabilidade do recurso”, para se chegar a uma situação de nova redução das capturas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara investe na Arborização do Parque da Pedralva

A empreitada de arborização de uma área de 2,52 ha do Parque da Pedralva teve início na semana passado e representa um investimento que totaliza os 81.730,45 €. O plano de arborização surge no âmbito da candidatura ao Aviso n.º 11/REACT-EU/2021 – (Re) Arborização...

pedralva