Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 26° C
14° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C
14° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C
Futebol de Praia: Portugal bateu o Tahiti na final e sagra-se Campeão do Mundo da modalidade.

Jordan Santos e Bruno Novo levam uma vez mais a vila nazarena ao topo do mundo

Joaquim José Paparrola / Bruno Paparrola

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A cidade de Espinho (Praia da Baia) recebeu no passado dia 19 de julho a final do Campeonato do Mundo de Futebol de Praia, na qual Portugal bateu o Tahiti (5-3). Perante 3500 espectadores vibrantes, a equipa das quinas comandada por Mário Narciso sagrou-se campeã.

Com Bruno Novo e Jordan Santos no cinco inicial, foi Madjer logo aos 3 segundos de jogo que colocou os lusos na liderança do marcador. Ainda no 1º período, Belchior dilatou para (2-0), tendo Coimbra no 2º período ampliado a vantagem lusa para (3-0). Os Tahitianos acordaram na partida e marcaram dois golos ainda neste período por intermédio de Labaste e Li Fung Kueé. Quase a terminar este período Bruno Novo fez o (4-2) para Portugal com mais um grande golo. No terceiro período do encontro, Li Fung Kueé ainda reduziu para o Tahiti, tendo Alan feito o (5-3) para Portugal que assim conquistou esta competição com a festa Portuguesa a estender –se pelo areal Espinhense.

Jordan Santos não cabia em si de felicidade e disse ao nosso jornal que “esta conquista é um sonho tornado realidade, ser Campeão do Mundo é o auge de qualquer atleta e como tal eu não fujo à regra. É o título máximo que um jogador pode alcançar. Estou muito contente, consegui concretizar um sonho. Trabalhámos muito para isto, e queremos que Portugal continue na senda dos títulos”. Para o outro nazareno, Bruno Novo “esta conquista vem dar razão à minha maneira de viver. Se trabalhar sempre com humildade, dedicação, muito sacrifício, vou conseguir alcançar algo de bom. Este resultado é fruto de um trabalho árduo durante anos e anos, por vezes sozinho, outras vezes com todos os meus colegas de selecção. Tenho a sorte de ter na família vários exemplos de muito sucesso no desporto e, ainda mais importante, exemplos de como estar na vida e nunca desistir. Ser Campeão do Mundo é o título que qualquer atleta em qualquer modalidade deseja alcançar. Melhor título que este, só daqui a 2 anos ser Bi-campeão do Mundo, (rs). A Nazaré está e estará sempre na História do Desporto Nacional e o meu nome associado a este feito é motivo de enorme orgulho. Todos os Nazarenos são Campeões do Mundo em Futebol de Praia. Este título é nosso,” rematou em jeito Bruno Novo.

Em jogo anterior, Portugal venceu a Rússia (4-2) nas meias-finais desta competição. Numa partida de grande intensidade e com os nazarenos Jordan Santos e Bruno Novo a entrarem de início na equipa das quinas, foram os russos que abriram o marcador por intermédio de Makarov. Respondeu a turma lusa por intermédio de Jordan Santos que restabeleceu a igualdade ao rematar colocado para o fundo da baliza russa. Ainda no primeiro período do encontro, Bernardo Martins colocou Portugal em, vantagem no marcador. No segundo período a Rússia fez o (2-2) por intermédio de Shishin deixando tudo em aberto para o terceiro período. Aqui sim, a raça portuguesa foi imortal e Bruno Novo disparou ao ângulo direito da baliza russa fazendo o (3-2), “golaço”dando uma injecção de moral à sua equipa, que carimbou o passaporte para a final com mais um golo de Bernardo Martins. Em jogo a contar para os quartos-de-final, a selecção Portuguesa venceu a Suiça, (7-3). Jordan Santos jogou de início, enquanto Bruno Novo foi suplente utilizado, numa partida em que os lusos se superiorizaram aos hélvéticos que já conheceram melhores tempos. Madjer (3), Belchior, Andrade, Coimbra e (auto golo), marcaram os golos de Portugal, enquanto Ott (2), e Stankovic facturaram para a Suiça.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados