Q

Previsão do tempo

23° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 26° C
  • Wednesday 25° C
24° C
  • Monday 28° C
  • Tuesday 31° C
  • Wednesday 31° C
28° C
  • Monday 29° C
  • Tuesday 32° C
  • Wednesday 31° C

EB Raposos vai manter-se em funcionamento

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Escola Primária dos Raposos, nos Famalicão, vai continuar a funcionar para o próximo ano letivo. O arranque das aulas está previsto acontecer no início da segunda quinzena de setembro.

A garantia de continuidade de funcionamento da escola foi dada pelo delegado regional da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGESTE), Francisco Neves, ao vereador da Educação da Câmara Municipal, Manuel Sequeira.

A hipótese de encerramento da Escola Básica de Raposos levantava-se pelo segundo ano letivo consecutivo já que, segundo o vereador, “o ano passado funcionou apenas com 17 alunos, quando a lei determina que deveria ser, no mínimo, 18”.

Porém, como na freguesia existem apenas três escolas básicas, todas sem capacidade para receber os alunos dos quatro anos, a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGESTE) acedeu “a manter a escola, onde está a terminar o 4.º ano, remetendo a decisão de eventual encerramento para o próximo ano letivo”, explicou o mesmo responsável.

Apesar de ainda estar a decorrer [até 15 de junho] o período de matrículas, Manuel Sequeira estima que o número de alunos a inscrever-se para o 1.º ano, na freguesia, “não ultrapasse os 15”, onze dos quais transitam do pré-escolar e outros quatro “manifestaram interesse em ficar naquela escola”.

Atendendo a que “o fecho da escola obrigaria a que os alunos do primeiro ano tivessem que ir para uma das outras duas e formar uma turma conjunta com outro ano, o delegado regional compreendeu a necessidade de manter a escola por mais um ano, na perspetiva de conseguirmos concluir a obra do Centro Escolar até ao início do ano letivo seguinte”, acrescentou.

De acordo com o vereador, aquele responsável pela DGEST, com quem manteve uma reunião de trabalho, em Lisboa, “sobre os esforços da autarquia para melhorar as condições de ensino e manter a comunidade escolar, garantiu que, mesmo com poucos alunos, a escola irá continuar em funcionamento, devendo, para tal, o Município, Associação de Pais e Agrupamento de Escolas da Nazaré expressar tal vontade, em conjunto”.

O Centro Escolar de Famalicão, que deveria receber todos os alunos do primeiro ciclo daquela freguesia, foi uma obra iniciada pelo anterior executivo e que deveria estar já concluída, mas que se encontra parada devido à elevada dívida da autarquia.

A câmara, que no final do ano passado viu aprovado um apoio transitório de urgência de 7,5 milhões de euros, estima que “a obra, que já tem alicerces e parte da construção, possa ser candidatada de novo a fundos comunitários”, dado ter sido considerada, no seio da Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCim) “um dos projetos prioritários em termos de educação”.

Até que o centro escolar seja concluído os alunos do primeiro ciclo da freguesia de Famalicão estão repartidos pelas escolas de Famalicão (a única com duas salas), Raposos e Quinta Nova, com apenas uma sala cada.

Em Famalicão funcionou este ano letivo o 1.º ano (com 13 alunos, um dos quais com necessidades educativas especiais) e o 2.º ano, com 19 alunos.

Na Quinta Nova o 3.º ano contou com 25 alunos e, em Raposos, a turma de 4.º ano teve 17 alunos.

Nas restantes freguesias, Nazaré e Valado dos Frades, foram concluídos e estão a funcionar, desde 2010, os centros escolares que concentram os quatro anos de ensino básico.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados