Q

Previsão do tempo

7° C
  • Wednesday 11° C
  • Thursday 13° C
  • Friday 14° C
8° C
  • Wednesday 12° C
  • Thursday 13° C
  • Friday 15° C
7° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 15° C

Câmara de Alcobaça oferece manuais escolares a todos os alunos do primeiro ciclo

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Câmara de Alcobaça anunciou hoje que vai fornecer gratuitamente materiais e manuais escolares a todos os alunos do primeiro ciclo, no âmbito de um projeto de ação social alargada que vai ser candidatado ao programa 2020.

O Plano de Ação Social Alargada apresentado hoje pela autarquia inclui “o fornecimento dos manuais escolares do 1.º ao 4.º ano, bem como uma mochila e todos os materiais básicos necessários”, explicou o presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio (PSD).

A medida tem por base “a perceção de que as famílias estão a passar momentos muito difíceis” e o objetivo de “proporcionar igualdade de oportunidades a todas as crianças do ensino básico”, adiantou.

A decisão da autarquia pretende ser “uma forma de apoiar a política de natalidade, dando uma garantia aos casais, sobretudo jovens, que no início do ano letivo têm dificuldades para custear todos os materiais necessários”.

A Câmara, que até aqui investia cerca de 70 mil euros em apoio monetário para os alunos do escalão A e B, alarga agora o apoio à totalidade dos dois mil alunos dos três agrupamentos escolares do concelho.

O plano implicará para a autarquia “um investimento de cerca de 150 mil euros”, na aquisição de “uma mochila com o símbolo da autarquia”, um kit de materiais básicos e os manuais escolares escolhidos por cada agrupamento, estes últimos a adquirir por adjudicação direta a três editoras.

Os manuais, com uma validade de seis anos letivos, “são oferecidos aos alunos do 1.º ano, que neles podem escrever, e emprestados aos alunos do 2.º ao 4.º ano, com a obrigatoriedade de os devolverem em boas condições, para que possam ser usados por outros alunos do mesmo ano durante esse prazo de vigência”, clarificou a vereadora da Educação, Inês Silva.

Os custos com a aquisição dos manuais e material vão ser objeto de “uma candidatura ao Programa 2020, porque consideramos tratar-se de uma medida elegível no âmbito das políticas de combate ao insucesso e abandono escolar”, sustentou Paulo Inácio.

O Plano, atualmente em fase de candidaturas para o fornecimento das mochilas e materiais, entrará em vigor no próximo ano letivo, estimando Paulo Inácio que “cerca de 95% das famílias irão aderir” à medida, que visa, também, “criar uma mudança de paradigma nos pais e nos alunos, conduzindo a uma maior responsabilização na utilização dos manuais”.

Além desta medida, a autarquia pretende avançar com “novas políticas de ação social ao nível do apoio ao arrendamento”, área em que estão ainda a ser estuados os moldes de implementação do projeto, concluiu o autarca.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Alunos de Erasmus conhecem diversidade cultural europeia

Quatro alunos e dois professores da Escola Básica e Secundária Amadeu Gaudêncio estiveram, entre os dias 28 de novembro e 3 de dezembro, em Bjelovar, na Croácia, para a quarta mobilidade no âmbito do Projeto Erasmus+"Long Live Cultural Diversity" (Viva a...

erasmus croacia

Expectativas de futuro e escolha vocacional de estudantes

Município e Associação Inspirar o Futuro juntam-se para orientar alunos do 9º e secundário no rumo mais acertado para o futuro A Associação Juvenil Inspirar o Futuro esteve, no passado dia 6, na Escola C+S Amadeu Gaudêncio para uma de várias sessões previstas...

expectativas de futuro