Q

Previsão do tempo

14° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
15° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 31° C
  • Saturday 30° C
14° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 30° C
  • Saturday 30° C

Câmara de Alcobaça com saldo positivo nas contas de 2014

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Câmara de Alcobaça fechou o Relatório de Contas de 2014 com um saldo positivo de 5,4 milhões de euros, um resultado que se repete pelo segundo ano, já que o mesmo valor foi o que fechou as contas de 2013.

Para Paulo Inácio, estes resultados confirmam que o Município está “mais preparado para o próximo Quadro Comunitário de Apoio” e assumir obrigações contratuais do passado.

“Tínhamos que fazer uma recuperação económica, mas não deixou de haver investimentos”, explicou o autarca.

O relatório foi aprovado com os votos do PSD, a abstenção do PS e CDS e o voto contra da CDU, tendo a coligação e os socialistas criticado as opções de gestão de Paulo Inácio.

“O que os senhores vereadores da oposição não percebem é que a parte do investimento é definida por lei e de acordo com os fundos disponíveis, e estes têm de ser contabilizados com os contratos em vigor, ficando o remanescente como a única verba que pode ser canalizada para investimento”, respondeu o autarca às críticas da oposição.

Paulo Inácio diz sentir “orgulho” pelo saldo positivo superior a 5 milhões que apresentou no final de 2014, o que vai permitir “assumir obrigações contratuais do passado e avançar para investimentos mais avultados no âmbito do próximo quadro comunitário de apoios”.

A análise do PS às contas da Câmara é diferente. José Canha fala em falta de investimento por parte da atual gestão (PSD), adiantando que “o plano tem que ser executado com um diferencial mínimo de 20% e não pode se empolado, como no passado. A Câmara tem um orçamento de 34 milhões de euros, teve uma realização de 85% . Em termos documentais, houve melhoria, com mais tempo para o estudo dos valores, mas o orçamento, documento fundamental de aplicação de uma estratégia, não deve ser utilizado apenas para a gestão corrente, também deve ser aplicado em investimentos considerados prioritários, o que não foi feito”.

Carlos Bonifácio, do CDSPP, reconhece que houve “recuperação efetiva em termos financeiros” e que a taxa de execução foi “elevada”, mas “muita da recuperação financeira apresentada foi feita à conta do não investimento”.

“Só que quando há desinvestimento, as infraestruturas do concelho também se vão degradando”, defende o vereador.

Vanda Marques, da CDU, destaca que “mais tempo para ler os documentos”, mas critica o incumprimento de promessas. “A promessa de resolver a dívida à Caixa, dos Centros Escolares, as propriedades da Câmara, o caso dos antigos armazéns da empresa Raimundo e Maia e a ALE da Benedita” são, ainda hoje, assuntos não resolvidos.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Novo recorde de maior onda surfada na Praia do Norte

Há um novo recorde mundial de maior onda já surfada na Praia do Norte, na Nazaré, que foi alcançado pelo alemão Sebastian Steudtner, que em 29 de outubro de 2020 atingiu os 26,21 metros, segundo foi anunciado nesta terça-feira pela World Surf League (WSL),...

ondajpg

Mário Cerol assumiu o Comando dos Bombeiros Voluntários da Nazaré

O novo comandante dos Bombeiros Voluntários da Nazaré tomou posse do cargo, no passado dia 25 de abril, uma cerimónia que contou com a presença da população e das entidades convidadas. Mário Cerol falou em compromisso, responsabilidade e em gratidão pelo convite...

mario cerol