Q

Previsão do tempo

12° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 16° C
12° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 16° C
  • Thursday 17° C
13° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 17° C

Centro de Talassoterapia da Nazaré lança inovadora plataforma informativa para médicos

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A empresa Barra Talasso, proprietária do Centro de Talassoterapia da Nazaré, acaba de apresentar uma inovadora plataforma de informação sobre a talassoterapia e as suas principais indicações terapêuticas. Destinada exclusivamente a médicos, esta plataforma constitui um interface de comunicação entre os profissionais de saúde e o corpo clínico do Centro de Talassoterapia da Nazaré.

A apresentação desta ferramenta online decorreu no passado dia 9 de novembro, no âmbito do Seminário “Talassoterapia: a cura que vem do mar”, organizado pela empresa Barra Talasso, em parceria com a Câmara Municipal da Nazaré, e que reuniu cerca de cinco dezenas de profissionais de saúde no Hotel Miramar Sul. Segundo o administrador da Barra Talasso, «a plataforma é uma ferramenta em permanente atualização, e que visa colmatar a pouca informação existente em Portugal sobre talassoterapia e a sua aplicação na vertente da saúde».

O evento contou com a presença de diversas personalidades ligadas ao panorama da hidrologia médica, a nível nacional e internacional, como Pedro Cantista, presidente da Sociedade Portuguesa de Hidrologia Médica, presidente da secção europeia da Sociedade Internacional de Hidrologia Médica (ISMH) e diretor clínico do Centro de Talassoterapia da Nazaré; Frederico Teixeira, professor catedrático jubilado da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e diretor clínico das Termas de Monte Real; e Luís Cardoso de Oliveira, coordenador da competência de Hidrologia Médica da Ordem dos Médicos e consultor da Direcção Geral de Saúde para a área do Termalismo.

«A talassoterapia não é uma panaceia para todos os males mas é uma terapêutica útil quando usada de forma séria e sustentada», defendeu Pedro Cantista, salientando a aposta na vertente clínica seguida pelo Centro de Talassoterapia da Nazaré. O presidente da Sociedade Portuguesa de Hidrologia Médica destacou ainda os critérios que definem internacionalmente a atividade qualificada dos centros de talassoterapia: localização a menos de 800 metros da linha de maré; captação in loco, utilizando água viva e pura, livre de agentes poluentes; funcionamento sob supervisão médica; controlo constante e exigente das condições de higiene e segurança dos equipamentos, bem como da qualidade dos produtos usados nos tratamentos; equipa de profissionais devidamente qualificados para as funções a executar e em regime de permanência; qualidade na recepção, informação e acolhimento aos clientes.

«Se há tantas leis em Portugal, porque continua a talassoterapia por legislar?». A questão foi lançada por Frederico Teixeira que, na qualidade de presidente da Comissão de Avaliação Técnica dos Estabelecimentos Termais, apresentou à Direcção Geral de Saúde um projeto lei visando a regulamentação da talassoterapia como modalidade terapêutica de saúde e bem-estar. «O Estado encara a hidroterapia como o parente pobre da medicina», declarou ainda o também diretor clínico das Termas de Monte Real.

Por sua vez, Luís Cardoso de Oliveira defendeu a profissionalização da competência de Hidrologia Médica como factor «essencial para melhorar a qualidade dos balneários termais e marinhos», dando como exemplo o Centro de Talassoterapia da Nazaré, dotado uma equipa profissional e composta por médicos hidrologistas. «É importante que a talassoterapia em Portugal siga este caminho para ter um serviço de qualidade e ser diferente de um qualquer spa», referiu o conhecido pneumologista.

Também presente neste seminário, o presidente da Câmara Municipal da Nazaré, Walter Chicharro, fez uma apresentação das principais valências do concelho ao nível turístico, salientando que «a talassoterapia é encarada pelo executivo como um elemento diferenciador da Nazaré» ao nível da oferta turística.

O programa do seminário incluiu ainda a visita às instalações do Centro de Talassoterapia da Nazaré e, numa perspetiva lúdica, uma visita ao Forte de S. Miguel Arcanjo (que funciona atualmente como quartel-general do surfista Garrett McNamara e dos projeto de divulgação das ondas gigantes da Nazaré).

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara investe na Arborização do Parque da Pedralva

A empreitada de arborização de uma área de 2,52 ha do Parque da Pedralva teve início na semana passado e representa um investimento que totaliza os 81.730,45 €. O plano de arborização surge no âmbito da candidatura ao Aviso n.º 11/REACT-EU/2021 – (Re) Arborização...

pedralva