Q

Previsão do tempo

13° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C
14° C
  • Thursday 17° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C
14° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C

Secretário de Estado do Ensino na Nazaré para apurar resultados de projeto social

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
João Casanova de Almeida, Secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar, deslocou-se, na passada quinta-feira, 14 de novembro, ao Agrupamento de Escolas da Nazaré (AEN) por causa do Projeto de Apoio Social Escolar, relacionado com a entrega gratuita de manuais e o reforço alimentar (Programa Pera) a alunos carenciados, que frequentam as escolas do AEN, tendo reunido com os responsáveis pelo estabelecimento de ensino para “apurar o impacto deste programa-piloto, localmente.

Durante a receção ao governante, os responsáveis pela Escola apresentaram várias questões que condicionam as condições de ensino, tendo o Secretário de Estado referido que “tomei nota de todas e que as irá transmitir às respetivas direções”.

Sobre a educação em Portugal, o Secretário de Estado referiu que “compete ao governo definir as políticas, mas a sua adequação passa por uma parceria, nomeadamente com os municípios, entidades que se encontram mais próximas das populações e das escolas”

João Casanova Almeida referiu-se, ainda, aos objetivos do programa educativo em curso, cujos objetivos são que “o conhecimento dos alunos possa ser maior e mais sustentável, e a prevenção do abandono escolar precoce”, que só entre 2010 e 2013 “o governo conseguiu reduzir em 10% ”.

A deslocação do governante àquele estabelecimento de ensino foi preparada pela direção do Agrupamento de Escolas da Nazaré, atualmente composto por sete estabelecimentos de ensino, e por um universo de 1203 alunos.

João Magueta, diretor da Escola Amadeu Gaudêncio, agradeceu o fato da Nazaré ter sido “uma das escolas-piloto do programa de ação social do Ministério da Educação”, referindo que “mais de 50% dos alunos, que frequentam aqueles estabelecimentos de ensino, são subsidiados, daí a relevância que damos ao apoio que recebemos para os manuais escolares”.

O responsável pela escola referiu-se, de seguida, a algumas intervenções que a Escola necessita para melhorar as suas condições de atratividade, nomeadamente obras, e pediu que se “desbloqueie o processo do Centro Escolar da Nazaré ou que se encontre alternativa” para uma freguesia onde os alunos se encontram bastante dispersos. João Magueta falou, ainda, da necessidade de políticas educativas para alunos com maiores dificuldades ao nível da aprendizagem, forçados a permanecer, e sem motivação, na escola desde que a imposição da escolaridade obrigatória, e a implementação do ensino secundário, para evitar que a Nazaré continue a perder alunos, desde nível de ensino, para concelhos vizinhos.

Por seu turno, Walter Chicharro, presidente da Câmara Municipal da Nazaré, uma das entidades convidadas pelo AEN para esta cerimónia, reforçou as palavras do diretor da Escola, afirmando que são “necessárias as melhores condições de ensino aos jovens, para que elas tragam mais-valias ao concelho e ao país”, tais como a “conclusão do projeto inicial da escola, como o parque desportivo”.

O presidente da Câmara frisou, ainda, o Ensino Secundário como “uma velha aspiração para evitar a deslocação de alunos do concelho” e adiantou que, da parte da Câmara, se têm vindo a dar alguns passos nesse sentido, como a tentativa de desbloqueamento do processo do Centro Escolar de Famalicão, reformulando o processo, cujo investimento estará, nesta altura, na ordem dos 1,2 milhões de euros.

“Estamos a aguardar a abertura do Quadro Comunitário de Apoios para candidatarmos esta obra, já que a concentração de alunos naquela freguesia e a qualidade de condições para o seu ensino é, para nós, muito importante”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Ensino Básico do concelho da Nazaré mantém acesso à Escola Virtual

Os quartos anos do 1º ciclo e os dos 5º e 6º anos do segundo ciclo beneficiarão deste serviço até 2025 As credenciais da Escola Virtual estão a ser entregues a professores, encarregados de educação e alunos dos 4º anos do 1º Ciclo do Ensino Básico, bem como aos 5ºs...

6877134026795446035