Q

Previsão do tempo

7° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 14° C
  • Sunday 14° C
8° C
  • Friday 15° C
  • Saturday 15° C
  • Sunday 15° C
4° C
  • Friday 15° C
  • Saturday 15° C
  • Sunday 15° C

Unidade Funcional em Saúde de Leiria uniformiza cuidados para utentes de Alcobaça e Nazaré

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Foi criada a unidade funcional de qualidade em saúde de Leiria, e Bilhota Xavier, presidente da Comissão da Qualidade e Segurança do Centro Hospitalar de Leiria, anunciou, após a assinatura do protocolo que cria este serviço, que um doente com hipertensão arterial de Alcobaça e Nazaré, deve ser tratado da mesma forma que em Leiria”.

“Queremos facilitar a agilização de acesso e a uniformização dos cuidados que, até agora, ia acontecendo, mas achamos que ainda temos uma margem muito grande de melhoria”, referiu ainda.

Segundo Bilhota Xavier, o acordo, que formaliza a nova unidade, integra as comissões de qualidade e segurança do doente das três entidades e é “o primeiro a ser assinado neste âmbito” a nível nacional.

“Há outro aspeto que queremos melhorar, que é todos termos a mesma linguagem”, referiu o médico, exemplificando que um doente que está em cuidados primários na área de Alcobaça, “quando se começa a falar de hipertensão arterial, deve ser tratado da mesma forma que em Leiria”.

De acordo com Bilhota Xavier, pretende-se que “o doente não sofra constrangimentos ou interrupções daquilo que está recomendado a nível internacional das boas práticas”.

“Esteja o doente aqui ou noutro sítio, uma determinada situação é tratada da mesma maneira, naturalmente adaptando em cada circunstância o plano de cuidados àquele doente em concreto”, declarou.

Para o médico, o protocolo representa o “esforço das três partes” para que “estejam em pé de igualdade” nesta matéria, dado que os cuidados não são mais importantes por serem primários ou secundários.

A diretora executiva do Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Litoral (concelhos de Leiria, Marinha Grande, Batalha, Porto de Mós e Pombal), Isabel Poças, adiantou que o acordo “insere-se na estratégia nacional para a qualidade da saúde”, considerando este um “desafio aliciante” no desenvolvimento de atividades conjuntas para formalizar procedimentos para as instituições e seus profissionais.

Por seu turno, Ana Maria Pisco, diretora executiva interina do Agrupamentos de Centros de Saúde Oeste Norte (cujas unidades da Nazaré e Alcobaça “drenam” para o CHL), classificou a qualidade “uma área sobejamente importante” nos cuidados de saúde.

O presidente do conselho de administração do CHL, Helder Roque, realçou que este é “mais um passo que vem articular, cada vez mais, os níveis de cuidados na área da qualidade”.

“Tudo isto traz mais-valias, não só de aproximação entre profissionais e as respetivas comissões de qualidade”, explicou Helder Roque, apontando, igualmente, “os ganhos que podem advir para o cidadão em termos de acessibilidade, articulação e resposta mais rápida”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Marcha do Orgulho com mais de 300 participantes

Realizou-se nas Caldas da Rainha, no dia 26 de junho, uma marcha em defesa da comunidade lésbica, gay, bissexual, transgénero e outras orientações de género, com mais de três centenas de manifestantes a rejeitarem serem discriminados e a reclamarem por condições...

marcha1

Arrancaram obras na linha férrea entre Caldas e Torres

A Infraestruturas de Portugal deu início, no dia 28 de junho, à empreitada de modernização do troço da Linha do Oeste entre Torres Vedras e Caldas da Rainha, após a assinatura do auto de consignação ter tido lugar na estação ferroviária de Caldas da Rainha, com a...

ferrovia