Q

Previsão do tempo

4° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 11° C
4° C
  • Saturday 9° C
  • Sunday 10° C
  • Monday 11° C
1° C
  • Saturday 7° C
  • Sunday 10° C
  • Monday 11° C

Inundações voltaram a fazer estragos no Quartel dos Bombeiros e Praça Sousa Oliveira

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Câmara da Nazaré deverá avançar com a construção de um muro de contenção de águas para evitar a entrada das águas pluviais no quartel dos bombeiros, onde se registou mais uma inundação no passado dia 8, depois de mais um dia de chuva. A parte baixa do quartel ficou alagada.

De acordo com Presidente da direção dos Bombeiros, Joaquim Morais, a rotunda do matadouro foi construída a um nível bastante mais alto sobre o quartel, o que coloca problemas cada vez que chove com maior intensidade.

“O atual presidente da Câmara está disponível para iniciar ali trabalhos que possam aliviar o problema. Nós colocámos, entretanto, alguns sacos de areia para minimizar o problema, se vier mais uma chuvada como as dos últimos dias”, contou Joaquim Morais.

Em inundações anteriores, os prejuízos foram elevados, com algumas viatura a ficarem inutilizadas. Desta vez, foi apenas a sujidade.

Sobre a Nazaré, o responsável pelos Bombeiros refere ainda a Avenida da Independência Nacional como um ponto negro cada vez que chove com intensidade, e o local onde tem que se fazer “um corte da vinda das águas da chuva para baixo. A água é tanta e a velocidade a que se desloca impede a sua entrada nas sarjetas, o que provoca, quase sempre, grandes estragos, aos comerciantes da Praça Sousa Oliveira, alguns já preparados com bombas, mas outros já habituados aos avultados prejuízos”.

“Estou esperançado que a Câmara vai iniciar algumas obras para a resolução dos problemas, mas a solução definitiva poderá custar cerca de meio milhão de euros, valor que o executivo poderá não ter, neste momento”, refere Joaquim Morais, para quem o “problema é antigo”.

De acordo com o presidente da Câmara, “uma equipa esteve a analisar a situação do quartel dos bombeiros e o que podemos afirmar é que, no curto prazo, serão executadas ações de minimização de impactos futuros”.

A inundação ocorreu pouco depois das 22h00, depois de mais uma forte que, além do quartel, provocou inundações na Praça Sousa Oliveira, empurrou arreia, terra e pedras para as zonas mais baixas da vila.

Ainda segundo o Presidente da Câmara, o problema do quartel dos Bombeiros é cíclico, cada vez que cai chuva mais intensa, já que as instalações foram construídas “numa zona de confluência de dois declives que congregam cargas pluviais originárias das zonas altas da Nova Nazaré e a outra da Pederneira e Rio Novo”.

No passado dia 8, além do quartel dos bombeiros, também se registaram problemas na Praça Sousa Oliveira.

Para o responsável pela Associação de Bombeiros Voluntários, a solução futura poderá passar por um sistema com capacidade para captar a água e evitar que desça para a Praça Sousa Oliveira, na passada quarta-feira, o nível subiu de tal maneira que entrou em estabelecimentos e escoou para a praia.

Sobre a construção de um muro para evitar a entrada da água pluvial no quartel, Joaquim Morais diz que “poderá resolver parte do problema”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Colónias de gatos em crescimento no Porto da Nazaré

Os habitantes da Nazaré estão alarmados com o crescimento das colónias de gatos no Porto da Nazaré, falando em “praga” incentivada pelos apreciadores destes animais que “lhes construem abrigos e os alimentam diariamente.” “A situação tem vindo a piorar, com o...

porto da nazare

Walter Chicharro admite suceder a Pedro Machado na Turismo do Centro

O presidente da Câmara Municipal da Nazaré, Walter Chicharro, considera que tem reunidas as condições para ser candidato à presidência da entidade regional de turismo, que irá a eleições em meados do próximo ano. O socialista diz que tem vindo a recolher apoios...

wc