Q

Previsão do tempo

11° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 16° C
11° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 16° C
12° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 16° C

Independentes votam contra contas de gerência de 2013

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O vereador do Grupo de Cidadãos Independentes do Concelho da Nazaré, António Trindade, votou contra o Relatório de Contas da Câmara (referente ao exercício de 2013), documento onde diz estar bem expressa “a gravidade das desconformidades apuradas em relação às demonstrações financeiras e mapas de execução orçamental das contas deste Município”.

“Ao nível das disponibilidades, nomeadamente caixa e bancos, os montantes refletidos contabilisticamente não se encontram em conformidade com a realidade de saldos transitados“, refere o vereador, acrescentando que “as reconciliações bancárias efetuadas, até ao momento, demonstram um problema plurianual, que se tem vindo acumular ao longo de diversos anos, em que muitos não se encontram registados contabilisticamente, ou foram contabilizados de modo incorreto“.

António Trindade inúmera as várias desconformidades, tais como “despesas bancárias já liquidadas, não contabilizadas e sem ordem de pagamento; “lançamento contabilístico de pagamento, em contas diferentes da efetiva; transferências e/ou Cheques, conta a conta, sem registo contabilístico; pagamentos de faturas, ao abrigo de cedência de crédito, não registados por falta de emissão de ordem de pagamento; empréstimos em desconformidade com os bancos, por falta de lançamento contabilístico do recebimento e/ou pagamentos de verbas; e juros de empréstimos já liquidados, não contabilizados e sem ordem de pagamento”.

Ainda de acordo com o vereador “em relação às contas correntes, também existem outras situações de lacunas graves sobre documentos contabilísticos que não foram registados, tais como “documentos ao abrigo de contratos de cedência de créditos, ainda contabilizados em conta corrente do fornecedor“.

“Para além de algumas das situação graves atrás referenciadas, outras mais existem, uma vez que ainda não foram apurados todos os elementos contabilísticos, nem há perspetivas informativas para codificar a quantidade de documentos ainda em falta”, conclui o vereador na declaração de voto entregue junto com a sua votação.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara investe na Arborização do Parque da Pedralva

A empreitada de arborização de uma área de 2,52 ha do Parque da Pedralva teve início na semana passado e representa um investimento que totaliza os 81.730,45 €. O plano de arborização surge no âmbito da candidatura ao Aviso n.º 11/REACT-EU/2021 – (Re) Arborização...

pedralva