Q

Previsão do tempo

8° C
  • Saturday 10° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 11° C
9° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 10° C
  • Monday 11° C
6° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 10° C
  • Monday 11° C

Nova sede do Centro Social de Famalicão abre com Centro de Dia

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Foi inaugurado no passado dia 15, o Centro Social de Famalicão, uma obra que foi construída por fases. Em breve, vão começar a ser transferidos os serviços para as novas instalações que deverão passar a funcionar em pleno logo que estejam reunidas todas as autorizações para esse efeito.

Até ao final de setembro deverá entrar em funcionamento o Centro de Dia, com capacidade para 40 idosos, numa nova valência do Centro Social.

Sobre a obra, Rui Oliveira, Diretor do Centro, explicou que “foi um processo muito participado”, adiantando que o culminar da obra, através da inauguração, acontece no momento em que a Instituição completa 15 anos de existência, parte dos quais a sonhar com a abertura da sede e de valências que sirvam às necessidades da população.

“O projeto não está completo”, explicou o dirigente, adiantando que a direção tem, no seu horizonte, a construção do Lar, equipamento para o qual já existe projeto de arquitetura, e que irá nascer ao lado das atuais instalações.

“Será o nosso próximo grande desafio”, adiantou o Diretor, cujo objetivo a curto prazo é colocar as atuais instalações a funcionar em pleno.

“É preciso sustentar os atuais serviços. A Instituição tem que crescer, capacitando-se tecnicamente para, depois, estar preparada para gerir um lar, que se constitui como um desafio enorme para uma instituição”, explicou.

Walter Chicharro, Presidente da Câmara Municipal da Nazaré, afirmou, por seu turno, que “a concretização da obra é o resultado da determinação dos dirigentes do Centro Social de Famalicão, que apesar das dificuldades nunca desistiram de concretizar os seus intentos”.

Sobre a dívida da Câmara ao Centro Social, no valor de 150 mil euros ao Centro, pela prestação de serviços protocolados para o fornecimento de refeições às Escolas Básicas e Jardim de Infância da Freguesia, o autarca assegurou que irá ser liquida, em breve.

Já Maria do Céu, representante da Segurança Social de Leiria, disse ser “um motivo de orgulho assistir à abertura de equipamentos que vão melhorar a vida dos cidadãos”, classificando o Centro Social de Famalicão como “uma magnífica obra, que resulta do esforço e tenacidade de muitos, como a direção, a autarquia e a população”, tendo prometido manter os apoios a este projeto que dá várias respostas sociais (creche, apoio domiciliário, e refeições no âmbito do programa de emergência alimentar).

Com a entrada em funcionamento das novas instalações, apresentadas no dia da inauguração, o Centro Social de Famalicão passa a dispor de melhores condições de resposta à população que serve. “Vamos ter um novo serviço, o centro de dia para 40 utentes; já dispomos do serviço de creche, a funcionar em instalações provisórias, que transitará para as novas salas do Centro, que têm capacidade para 40 crianças; assim como de um conjunto de outros serviços, tais como o apoio domiciliário para 35 utentes; a cantina social para o concelho da Nazaré, de onde saem 100 refeições diárias, e fazemos parte de outras parcerias, como o Banco Alimentar”.

O edifício amplo e moderno, localizado no centro da vila, beneficia de muita luz natural, é composto por uma receção, dispõe de uma ala infantil, com berçário, 3 salas de creche (permite responder às necessidades e projetar a ampliação) e refeitório das crianças; pátio exterior interno de 200 metros quadrados; Centro de Dia, equipado com gabinete médico e gabinete de enfermagem, e pela área administrativa e de direção, localizada num dos topos do equipamento.

“O que se pretende é que o pátio seja o ponto de encontro de toda a atividade do Centro, onde as diferentes gerações partilhem convívio. Temos ideia de criar, fora do horário de funcionamento do Centro, atividades, como os espetáculos e eventos culturais, chamando a população à Instituição”.

Para a entrada em funcionamento das novas instalações não foram apontadas datas, faltando, neste momento, reunir algumas licenças para que tal possa acontecer brevemente. A direção promete sensibilizar as diversas entidades envolvidas para a necessidade da rápida entrada ao serviço das novas instalações e transição dos serviços, que funcionam em espaço provisório há 15 anos.

Os apoios de candidaturas formalizadas pela direção do Centro e os fundos próprios, conseguidos através de iniciativas dinamizadas pela Instituição e população, financiaram a empreitada, projetada há cerca de 15 anos, mas que começou a sair do papel há cinco.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Expectativas de futuro e escolha vocacional de estudantes

Município e Associação Inspirar o Futuro juntam-se para orientar alunos do 9º e secundário no rumo mais acertado para o futuro A Associação Juvenil Inspirar o Futuro esteve, no passado dia 6, na Escola C+S Amadeu Gaudêncio para uma de várias sessões previstas...

expectativas de futuro